Como tirei uma ideia do papel com os caminhos de Empreendedorismo e Inovação

Projetos em diferentes fases de maturação se tornaram negócios reais e consolidados com o apoio da PUCRS

04/05/2021 - 16h48

Como tirar ideias do papel com os caminhos de inovação e empreendedorismoSe historicamente a formação acadêmica era centrada no emprego, agora está cada vez mais associada à preparação de estudantes para um futuro profissional baseado no desenvolvimento de competências. Para resolver problemas complexos e superar desafios do “amanhã”, muitos dos quais ainda nem existem, o repertório de habilidades será mais importante do que cargos e profissões.

Autoconhecimento, iniciativa, versatilidade e a capacidade de transformar ideias criativas em ações concretas estão hoje entre as competências determinantes para a trabalhabilidade (capacidade de gerar renda a partir de talentos) e para o próprio exercício da cidadania. Esses são alguns dos principais aspectos abordados no livro Sou uma ideia a empreender, lançado recentemente pelo Idear, o Laboratório Interdisciplinar de Empreendedorismo e Inovação da PUCRS.

Na Universidade, os/as estudantes e a comunidade acadêmica encontram diferentes caminhos para transformar ideias em negócios. Independentemente da fase de maturação do seu projeto, o Track Startup, ecossistema de empreendedorismo e inovação da PUCRS, tem uma solução que faz sentido para você. São mais de 20 possibilidades, divididas em seis caminhos de empreendedorismo e inovação por fase de maturação, que integram diferentes áreas, como Idear e Tecnopuc, o Parque Científico e Tecnológico da PUCRS.

Mas é mais fácil mostrar do que falar, certo? Então conheça cases que tiveram êxito com as possibilidades do Track Startup e, quem sabe, a próxima história a aparecer aqui pode ser a sua.

Muda: da Universidade para a rede pública de ensino

O Muda, iniciativa criada por João Severo, estudante do curso de Administração: Inovação e Empreendedorismo da Escola de Negócios da PUCRS, oferece oportunidades de desenvolvimento, orientação de carreira e autoconhecimento para estudantes do Ensino Médio de escolas públicas.

Segundo João, o projeto começou na disciplina de Laboratório Empreendedor, que foi fundamental para entender o propósito do negócio, onde ele queria chegar e qual público deveria atingir. Posteriormente, na disciplina eletiva Laboratório de Modelagem, foi feita a estruturação do modelo de projeto, que exigia abordagens mais técnicas. Em 2019, o Muda venceu o Torneio Empreendedor, onde aproximou a ideia da prática.

Os alunos e alunas participam do Muda durante um mês no turno inverso ao período de aula, trabalhando conteúdos como competências empreendedoras, propósito, orientação financeira, entre outros. O projeto passou pelos dois primeiros caminhos de empreendedorismo e inovação:

Tummi e Soha: soluções tecnológicas para problemas do cotidiano

Tummi, startup de saúde integrante do Health Plus Innovation Center do Tecnopuc, desenvolveu uma plataforma gratuita de teleorientação clínica para auxiliar durante a pandemia. O Tummi Coronavírus já realizou mais de mil atendimentos virtuais. De acordo com a CEO da startup, Alessandra Morelle, “o propósito é auxiliar o País de forma humanitária”.

Já a Soha, dos fundadores Felipe Foliati (do curso de Ciência da Computação) e Renan Signor (do curso de Engenharia Elétrica: Eletrônica), formados pela PUCRS, é uma startup de internet das coisas (IoT) que ajuda instituições a desenvolverem soluções para problemas do cotidiano com auxílio de tecnologia. Em parceria com a empresa Ouro e Prata, criou uma plataforma mobile que envia a localização do ônibus em tempo real, mesmo se o smartphone estiver sem sinal ou desligado.

Ambas as iniciativas começaram como ideias e avançaram nas suas concepções após passarem pelo Startup Garage, o Programa de Modelagem de Negócios do Tecnopuc que ajuda participantes a transformarem ideias em negócios. As duas trilharam os terceiro, quarto e quinto caminhos de empreendedorismo e inovação do Track Startup:

Aquiris: a queridinha das gigantes de tecnologia mobile

A Aquiris está entre as 500 empresas de maior crescimento nas Américas, segundo a lista divulgada pelo jornal Fanation Times em 2020. Apesar de o co-fundador da empresa e publicitário Israel Mendes ser formado pela Escola de Comunicação Artes e Design da PUCRS – Famecos, a Aquiris já chegou no Tecnopuc consolidada.

Hoje ela é parceira do curso de Especialização de Desenvolvimento de Jogos da PUCRS e uma das maiores e mais reconhecidas empresas do segmento de games do Brasil, com clientes como Cartoon Network, Nickelodeon e Warner, além de criações próprias. Ao longo deste tempo, recebeu importantes aportes financeiros, como da CRP, ampliou sua equipe, área de atuação e ambientes de produção e desenvolvimento.

A empresa, que nasceu um mês antes do lançamento do iPhone, foi o primeiro estúdio brasileiro de games a ser convidado para fazer parte do Serviço de Subscription da Apple, a Apple Arcade. Ela faz parte do sexto e último estágio do Track Startup:

Sobre os caminhos de empreendedorismo e inovação

Você pode conferir diferentes histórias de caminhos de empreendedorismo e inovação que foram trilhados em parceria com a Universidade. Assim como nesses cases, o Track Startup com certeza conta com uma ou mais formas de lhe ajudar a tirar ideias do papel.

Ainda não sabe por onde começar? As equipes do Idear e do Tecnopuc podem lhe ajudar com dúvidas e a descobrir qual o melhor caminho a seguir. Entre em contato pelos e-mails [email protected] ou [email protected].