“A MIP ajuda muito no desenvolvimento de habilidades”

Conheça os vencedores do Desafio 2 da Maratona de Inovação: Espaços e Sustentabilidade

23/10/2020 - 15h50
maratona de inovação,maratona de inovação 2020,mip,mip 2020,inovação,idear,tecnopuc,desafio 2

Evento reuniu mais de 250 estudantes das sete Escolas da PUCRS

Mais de 250 estudantes das sete Escolas da PUCRS trabalharam de forma interdisciplinar na Maratona de Inovação da PUCRS 2020. Os alunos e alunas criaram soluções em conjunto baseados em desafios sobre Cidades Inteligentes, Humanas e Sustentáveis. As quatro linhas de desafios da MIP 2020 foram: Saúde e qualidade de vida; Espaço e sustentabilidade; Sociedade conectada; Prosperidade compartilhada.  

No desafio de Espaço e sustentabilidade, três equipes foram destaque:  Parques Verticais, com três alunos da Escola Politécnica e um aluno da Escola de DireitoGarbUs, com três alunas da Escola de Medicina e dois alunos/as da Escola de Negócios; e a Desimpilha, com quatro alunos/as da Escola Politécnica e uma aluna da Escola de Direito. 

Sofia Fleck Ferreira, integrante da equipe Desimpilha e estudante do curso de Direito, conta sobre a importância da MIP para a sua formação, que complementa o seu aprendizado na graduação com conhecimentos sobre empreendedorismo aplicados na prática: “Vejo que a MIP ajuda muito no desenvolvimento de habilidades, além da teoria que aprendemos em sala de aula”. Sobre a indisciplinaridade, comenta que foi uma experiência incrível. O meu grupo tinha integrantes de áreas totalmente diferentes da minha, o que em alguns momentos parece ser um dificultador, mas incrivelmente me surpreendi, pois com entendimentos de áreas diversas foi possível enxergar os problemas com outra visão”, pontua. 

Uma oportunidade para se preparar para o presente e para o futuro 

O professor da Escola Politécnica e agente de inovação da MIP 2020, Fernando Lemos, destaca a importância de introduzir aos alunos e alunas temáticas como empreendedorismo e inovação através da Maratona. “O mercado de trabalho mudou em função do que vivemos em 2020. Para empreender e inovar devemos desenvolver novas habilidades. A nossa MIP se adaptou. Desenvolvemos soluções para problemas relevantes, trabalhando de forma remota, com o apoio de mentores especialistas nas mais diversas áreas de atuação. Estamos nos preparando para o presente e para o futuro”, considera. 

Para Rafael Baptista, agente de inovação da MIP 2020 e professor da Escola de Ciências da Saúde e da Vida, o grande diferencial desta edição foi a interdisciplinaridade de todas as equipes. “Tivemos todas as escolas envolvidas, uma diferença comparada ao ano anterior. Os alunos poderiam ter colegas de vários cursos, como foi o caso das três equipes destaque, o que deu a eles a possibilidade de criar projetos que contemplam diversos aspectos da temática proposta”, enfatiza.  

Sobre as palestras oferecidas para que os/as estudantes tivessem mais contato com as linhas dos quatros temas de desafios, Baptista considerou muito valiosa a participação de instituições internacionais na programação. “As palestras da MIP proporcionaram aos estudantes oportunidades fantásticas de grande repercussão nas áreas de tecnologia e desenvolvimento com participantes internacionais, como a MIT e Rice University, o que foi possível por conta do formato remoto da Maratona, e com certeza foi muito rico para os alunos e alunas”, comenta. 

Conheça os alunos das equipes destaque do Desafio 2: Espaços e Sustentabilidade: 

  • Desimpilha: Ana Carolina Minotto, Diego de Assis Brasil, Luiz Gabriel Canabarro, Marina Vicente Wizer e Sofia Fleck Ferreira. 
  • GarbUs: Bruno Costa, Celine Gnoatto, Luísa Kleveston, Milena Morello e Sabrina Bizotto. 
  • Parques Verticais: Adriano de Camargo, Gabriel Fogaça, Ícaro Rodrigues e Marcus Cesar Campos Sobrinho.