Tempo de agradecer a Boa Mãe e todas as mulheres que nos inspiram

Mês de Maria nos motiva a resgatar o convívio amoroso do espírito de família

10/05/2020 - 08h00

2020_05_10-mes_de_maria(907x605)Neste domingo, celebramos o Dia das Mães. A data é anualmente comemorada em maio, Mês de Maria. Um mês marcado pela reflexão e pela gratidão a alguns dos sentimentos mais puros: o amor, o cuidado e a ternura. Sentimentos que se relacionam à figura materna, inspirada no olhar afetuoso da Boa Mãe. 

O Mês de Maria é uma tradição originária da Grécia Antiga. Porém, Marcelino Champagnat teve um papel importante em sua expansão. Quando era sacerdote, ele introduziu em sua paróquia essa prática, distribuindo alguns escritos que propagavam a devoção à Mãe de Deus, a quem ele chamava de Boa Mãe. Com isso, o costume se difundiu pela França e se mantém vivo no Instituto Marista, ao redor do mundo. 

É um período especial para nós, Maristas. Tempo de recordar a presença amorosa da Boa Mãe, profunda afeição e a total confiança que Marcelino Champagnat tinha por Ela. De resgatar o exemplo de Maria, que nos inspira a construir relações baseadas na afeição e no amor. E de homenagear as mães e todas as mulheres a nossa volta que tanto têm a nos ensinar. 

A imagem da Boa Mãe 

Ao longo de sua vida, Champagnat conservou diferentes imagens de Maria. De todas elas, destaca-se a da Boa Mãe. Nessa imagem, Maria segura Jesus nos braços, inspirando ternura e demonstrando sua presença amorosa. A figura do menino, calmo e seguro, demonstra plena confiança na mãe – atitude fundamental na vida e na espiritualidade de Champagnat.  

Amor que inspira 

Além de marcar o nome do nosso Instituto, a presença de Maria inspira o Jeito Marista. Champagnat sempre ensinou a tornar realidade o espírito de família, baseado no convívio amoroso e no aconchego. E Boa Mãe inspira a desenvolver as características para isso: afeição e ternura em todas as relações. 

Seguir Jesus do Jeito de Maria é a essência do Carisma Marista. Asim, esse mesmo espírito de família baseia o relacionamento entre Irmãos, alunos e comunidade. 

A música Boa Mãe  

A música Boa Mãe foi criada por um grupo de Irmãos Maristas da Espanha, chamado Grupo KairoiA letra evidencia algumas atitudes e desejos, tais como a vontade de seguir Jesus do Jeito de Maria, com confiança, fé e simplicidade na oração. O Coral da PUCRS gravou a canção. Confira: