Série Bach Brasil apresenta BACH Cantatas de Natal

Concerto realizado na Igreja Universitária Cristo Mestre, no Campus da PUCRS, será transmitido no dia 5 de dezembro, às 19h, pelo canal da PUCRS no YouTube

04/12/2020 - 08h15

cantatas Natal, bach, concertoO quarto concerto da série Bach Brasil apresenta trechos do Oratório de Natal, de cantatas de Advento e também do Magnificat em Ré Maior do compositor alemão Johann Sebastian Bach (1685-1750). Com direção artística do cravista Fernando Cordella, direção executiva de Fábio Ramos e direção de comunicação de Caio Amon, a programação da série contempla músicos com atuação nacional e internacional, especialistas neste repertório, que utilizam cópias e instrumentos originais de época. O concerto, realizado na Igreja Universitária Cristo Mestre, no Campus da PUCRS, será transmitido no dia 5 de dezembro, às 19h, pelo canal da PUCRS e da Eróica Música no YouTube – onde fica salvo podendo ser acessado posteriormente.

O projeto conta com apoio cultural do Goethe-Institut Porto Alegre, que promoverá, em suas redes, atividades relacionadas à iniciativa.

Fernando Cordella é considerado um dos principais cravistas de sua geração na América Latina. Maestro e diretor artístico da Sociedade Bach Porto Alegre. Recebeu em São Paulo, o prêmio TOYP JCI como a figura mais expressiva no Brasil do ano de 2015, na categoria “Êxito Cultural”. Tem atuado como solista e maestro convidado nas principais orquestras do Brasil e exterior, em projetos com: Nathalie Stutzmann, Luis Otávio Santos, Peter van Heyghen, Olivia Centurioni, Roman Garrioud, Michaela Comberti, Bart Naessens, Rodolfo Richter, entre outros. É coordenador da Oficina de Música Barroca da Escola Municipal de Música de São Paulo e professor da Classe de Cravo da mesma instituição – Fundação Theatro Municipal de São Paulo. Pianista de formação, teve sua orientação com a pianista brasileira Dirce Knijnik e mais tarde na Universidade Federal do Rio Grande Sul com o Prof. Dr. André Loss. No cravo, Nicolau de Figueiredo foi o seu principal mestre. Vencedor do Premio Açorianos 2011 como melhor intérprete pelo disco “CRAVOS – de Frescobaldi a Mozart”.