Núcleo de pesquisa da PUCRS auxilia organizações a serem mais resilientes e seguras

Projeto intitulado Human Factors and Resilience Research nasceu a partir de uma parceria com indústrias do setor de óleo e gás

27/05/2021 - 09h25

Pesquisadores estão desenvolvendo atividades de atividades de P&D visando gerar resultados teórico-empíricos e implicações práticas no fortalecimento da resiliência e da cultura de segurança na indústria petrolífera brasileira / Foto: Pixabay

Todos os setores precisaram adaptar estratégias para sobreviver à pandemia da Covid-19. Os pesquisadores envolvidos com a segunda fase do projeto Integração de Fatores Humanos e Resiliência para o Fortalecimento da Cultura de Segurança na Indústria de Óleo e Gás (O&G) estão realizando atividades de P&D (pesquisa e desenvolvimento) visando gerar resultados teórico-empíricos e implicações práticas no fortalecimento da resiliência e da cultura de segurança na indústria petrolífera brasileira. Paralelamente, no âmbito de tais iniciativas, foi criado um núcleo de pesquisa na Universidade que utilizará o conhecimento acumulado sobre o assunto para auxiliar outros tipos de organizações e indústrias. 

O núcleo de pesquisa Human Factors and Resilience Research (HFACTORS), vinculado à Escola Politécnica, é formado por uma equipe interdisciplinar que busca desenvolver modelos e tecnologias para orientar programas de fatores humanos e tornar as instituições mais resilientes. As técnicas podem ser usadas em vários setores da economia, como a aviação e a saúde, por exemplo, e também podem contribuir com a gestão de cidades e estados, entre outros. 

Durante workshop realizado em abril, ocorreu o lançamento do website oficial do núcleo. Mais de 60 pessoas, entre pesquisadores da PUCRS e representantes da indústria de O&G que estavam reunidas para avaliar resultados e discutir sobre temas ligados ao projeto, puderam conhecer a página com informações sobre fatores humanos no mercado de óleo e gás e também em outras indústrias onde esses conhecimentos podem ser aplicados. O portal ainda contará com vídeos curtos, notícias e textos informativos a respeito de pesquisas, eventos e publicações da área.  

Fatores humanos e resiliência 

O termo “Fatores Humanos” geralmente é entendido como fatores que influenciam o comportamento no trabalho, afetando o desempenho, a segurança e a saúde do trabalhador. Entretanto, este é um conceito que vai muito além, pois inclui uma compreensão sistêmica da relação interativa entre pessoas, trabalho e artefatos. Trata-se de um campo de pesquisa interdisciplinar com importantes contribuições teóricas e práticas, com enfoque nos elementos sistêmicos que condicionam o desempenho humano em diversos contextos.  

Já o conceito de resiliência está relacionado à capacidade de tomar medidas específicas, robustas e de transformação face a eventos inesperados e que apresentam potencial comprometedor para a sua sobrevivência. Nesse sentido, a resiliência se refere a capacidade de ajustar a maneira como as coisas são feitas. 

Mas qual a relação de resiliência e fatores humanos? Para o professor da Escola de Negócios Éder Heriqson, que integra o projeto, pensar nesses conceitos em uma atuação mútua pode ser vantajoso em diversos sentidos:  

“A resiliência em fatores humanos se orienta como uma abordagem sistêmica de estudo dos condicionantes da performance humana e das capacidades concretização de respostas frente aos enfrentamentos emergentes de residuais de incerteza e risco, promovendo habilidades não-técnicas tais como a tomada de decisão, a coordenação e a liderança para o gerenciamento de erros e ameaças”.  

Esta fala, além de explicar o elo entre os dois conceitos, mostra a importância de estudá-los e repensar sua atuação conjunta para desenvolver soluções em ambientes de trabalhos de risco. 

Em ação para melhorias 

O projeto, desenvolvido pela PUCRS em parceria com a indústria de O&G, é realizado por uma equipe interdisciplinar com mais de 40 pesquisadores. Na primeira fase do projeto, entre 2017 e 2019, os pesquisadores estiveram em unidades offshore voltadas às atividades de exploração e produção de petróleo e gás no litoral brasileiro, entrevistando trabalhadores e observando operações críticas para propor melhorias na área de segurança. A atual fase, entre 2019 e 2022, foi totalmente realinhada ao momento de enfrentamento à Covid-19, potencializando atividades online e ainda prevê trabalho de campo em plataformas offshore na mesma região. 

Todo o conhecimento acumulado servirá para outros projetos a serem realizados por parte do HFACTORS. A trajetória deste projeto tem contribuído para a formação de graduandos, mestrandos, doutorandos e pós-doutores em várias áreas do conhecimento.