Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul

Cursos,Especialização,Extensão,MBA,Idiomas,Educação,Vestibular,Pós-Graduação,Educação

Cursos

Graduação

Pós-Graduação

MBA

Vestibular

Estudo revela opinião dos jovens para a construção do novo currículo do Ensino Médio 

A pesquisa foi realizada pela União Marista do Brasil em parceria com o Observatório Juventudes PUCRS/Rede Marista e o Observatório das Juventudes PUCPR

30/10/2020 - 13h09

Um estudo realizado pela União Marista do Brasil (Umbrasil) em parceria com o Observatório Juventudes PUCRS/Rede Marista e o Observatório das Juventudes PUCPR, revelou a opinião dos jovens brasileiros sobre a nova estruturação do Ensino Médio. Lançado oficialmente na noite da última quinta-feira, dia 29 de outubro, o relatório apresenta dados sobre os aspectos educativos e comportamentais dos estudantes.  

A pesquisa Vamos falar sobre Ensino Médio?, coletou informações de mais de três mil jovens estudantes, de 14 a 17 anos, de diferentes regiões do Brasil que estavam cursando o último período da Educação Básica ente 2018 e 2019. A metodologia de trabalho mista – qualitativa e quantitativa – oportunizou um maior detalhamento sobre diferentes temáticas como: compreensão dos processos de construção da autonomia, protagonismo juvenil, hábitos culturais, aspectos relativos à diversidade, projeto de vida, uso das tecnologias e informação, entre outros. 

Um retrato do jovem atual 

O relatório demonstra o quanto os estudantes valorizam o espaço educativo como um local de partilhas e aprendizagens significativas. Entre as experiências positivas vividas na escola estão: as relações interpessoais, a possibilidade de desenvolver a expressão e o acolhimento dos professores . 

O que a pesquisa tem nos ajudado a enxergar é que estamos formando jovens para um mundo que está em constante transformação”, afirma a supervisora pedagógica da Gerência Educacional do Colégios Maristas​, Camila Fabis. 

Os entrevistados também destacaram o quanto a escola contribui para a construção do projeto de vida. Para 74,8% dos estudantes, o ambiente educativo tem papel fundamental nesse processo. Quando questionados sobre o futuro, os pontos que mais se destacam são o desejo de ingressar no Ensino Superior (32,78%) e trabalhar (19,42%). 

Foto: Divulgação Colégio Marista Champagnat

Ressignificar na proposta curricular 

A proposta principal da pesquisa é trazer elementos de escuta das juventudes para construir nova proposta de Ensino Médio para o Brasil Marista, como explica Camila: elaborar um novo Ensino Médio, implica investir em propostas curriculares inovadoras, com foco no pensamento crítico, na colaboração, na criatividade e na construção de conhecimentos relevantes”, avalia. 

Com o refinamento dos dados, pode-se perceber pontos importantes já vinham sendo diagnosticados por acadêmicos da área pedagógica. “A proposta curricular deve privilegiar espaço para o protagonismo juvenil, para o desenvolvimento da criatividade, da capacidade para resolver problemas complexos e para aprender a pensar. Isso só é possível com um ensino consistente e aprofundado”, comenta Camila.  

Dentre as áreas do conhecimento que mais se destacam na escolha dos jovens, estão Ciências da Natureza e Ciências Humanas, respectivamente. Já pensado em assuntos que eles gostariam de acrescentar no currículo estão: educação financeira, educação e sexualidade e projeto de vida e futuro. 

Estudo completo 

O relatório completo da pesquisa Vamos falar sobre Ensino Médio? está disponível para donwoload gratuito no site da Umbrasil