Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul

Cursos,Especialização,Extensão,MBA,Idiomas,Educação,Vestibular,Pós-Graduação,Educação

Cursos

Graduação

Pós-Graduação

MBA

Vestibular

Docentes da PUCRS integram projeto de atenção à saúde mental por teleatendimento

Iniciativa visa apoiar profissionais de saúde do SUS, oferecendo consultas virtuais com psicólogos

17/06/2020 - 16h51
Saiba como apoiar campanhas solidárias em meio à pandemia - Doações podem ser realizadas diretamente para instituições sociais parceiras

Foto: National Cancer Institute/Unsplash

Profissionais do Sistema Único de Saúde (SUS) que sentem estresse, ansiedade, depressão ou irritabilidade agora poderão contar com apoio psicológico por teleatendimento. O projeto TelePSI é uma iniciativa do Ministério da Saúde em parceria com o Hospital de Clínicas de Porto Alegre e tem expectativa de atender pelo menos 10 mil profissionais da área da saúde. A ação subsidiará o maior projeto de pesquisa desta natureza já realizado no País e um dos maiores do mundo.  

Os professores Christian Kristensen, da Escola de Ciências da Saúde e da Vida, e Lucas Spanemberg, da Escola de Medicina, integram o projeto e estão atendendo de forma virtual os profissionais de saúde. Luis Souza Motta, médico psiquiatra e membro do Serviço de Psiquiatria do Hospital São Lucas da PUCRS, também faz parte do projeto.  

Avaliação online 

As teleconsultas serão feitas por videochamada. No primeiro contato, os casos são avaliados para definir a melhor abordagem e tratamento para os atendimentos. Se identificado algum potencial risco ou sintomas intensos de sofrimento psíquico, os pacientes serão encaminhados para avaliação psiquiátrica.  

Os profissionais de saúde terão à disposição materiais e vídeos produzidos pela equipe, em parceria com diversas instituições da sociedade. Os terapeutas contarão com manuais de modelo de atendimento terapêutico desenhados no projeto, videoaulas e sessões simuladas.  

Apoio necessário 

Kristensen explica que os efeitos adversos à saúde mental dos profissionais que atuam no enfrentamento de pandemias foram bem documentados por conta do surto de SARS-CoV nos anos de 2002 e 2003; e por estudos recentes relacionados à pandemia da Covid-19, publicados neste ano. Problemas relacionados a ansiedade, depressão, reações pós-traumáticas ou mesmo sintomas de exaustão emocional (como caracterizado na síndrome de Burnout) se apresentam de forma frequente nestes profissionais, agravados também pelo distanciamento ou afastamento de seu grupo de apoio.   

“Em nosso País, à medida que aumentam os casos de Covid-19 que necessitam hospitalização, cada vez mais será necessária a atenção à saúde mental dos profissionais que atuam na linha de frente no combate à pandemia”, explica o docente. 

Docentes da PUCRS integram projeto de atenção em saúde mental por teleatendimento - Iniciativa visa apoiar profissionais de saúde do SUS, oferecendo consultas virtuais com psicólogos

Foto: Marcus Aurelius/Pexels

Spanemberg comenta que, mesmo fora do contexto da pandemia, profissionais de saúde já apresentam uma prevalência aumentada destes transtornos, muitas vezes subdiagnosticados e subtratados, com alta prevalência de afastamento laboral, prejuízo na qualidade de vida e aumento do risco de suicídio. O médico conta que as estratégias de telepsicoterapia ajudam os profissionais a lidar com as ansiedades, os conflitos e os dilemas relacionados a esse momento difícil. “Em geral, a maioria dos participantes considera que as intervenções são muito efetivas, com alívio importante dos sintomas”, comenta.  

Sobre o projeto 

O projeto também é um grande estudo que randomiza os participantes em diferentes grupos. Dessa forma é possível validar e comparar os tratamentoscomo o atendimento remoto ainda é uma modalidade relativamente recente.  

A participação dos docentes da PUCRS se iniciou através de um edital para realização de estágio pós-doutoral neste projeto, conciliando as atividades de pesquisa com a atenção à saúde mental pública. O estágio é orientado pelo professor Giovanni Salum.  

A central telefônica para primeiro contato funcionará das 8h às 20h, de segunda a sexta-feira, pelo número 0800 644 6543. Podem acessar o canal profissionais do SUS das 14 categorias de saúde.