Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul

Cursos,Especialização,Extensão,MBA,Idiomas,Educação,Vestibular,Pós-Graduação,Educação

Cursos

Graduação

Pós-Graduação

MBA

Vestibular

Curso de Teologia

1. Dados do Curso
Curso: Teologia Currículo Vigente: 1104
CARGA HORÁRIA 2955
CRÉDITOS 189
DURAÇÃO 8 semestres
TURNO manha
VAGAS Vagas 1° semestre 60
Vagas 2° semestre --
DISCIPLINAS ELETIVAS: total de créditos no curso 120
ATIVIDADES COMPLEMENTARES: total de horas no curso 120
ESTÁGIO: Carga horária total do Estágio 0
ATOS LEGAIS DO CURSO
Ato de aprovação do currículo em vigor (PUCRS) Resolução nº 30 Data 24/09/2015
Ato do último reconhecimento do curso (MEC) Portaria nº 109 D.O.U 26/06/2012
Diretrizes Curriculares Nacionais vigentes D.O.U
2. Perfil do Egresso

Espera-se que o Bacharel em Teologia tenha uma formação sólida no Método de Teologia, a fim de poder receber e interpretar os textos da Tradição Cristã em vista das grandes questões postas pela sociedade e a realidade em que vai atuar. Para tanto, precisa ter um domínio profundo da Bíblia e dos métodos exegéticos de leitura; conhecer a História da Igreja, com seus textos constituintes, nascidos do Magistério ou da Tradição; ser capaz de refletir sistematicamente em diálogo com a Filosofia e com o pensamento contemporâneo os conteúdos centrais como ser humano, Jesus Cristo, Igreja, Deus e Sacramentos; ter condições de comunicar liturgicamente e dominar a legislação e administração da sua Igreja.

O Bacharel deve ser capaz de elaborar os conteúdos de sua fé para interagir com pessoas de sua comunidade e da sociedade em geral, conhecendo suficientemente o universo religioso e confessional para dialogar e cooperar em vista do bem de todas as pessoas. Para tanto, requerem-se algumas competências e habilidades:

  • capacidade para refletir teologicamente sobre problemas pessoais, espirituais e sociais na busca de respostas e convicções;
  • habilidade para a leitura dos textos essenciais da sua fé, com domínio suficiente das línguas correspondentes para sua interpretação adequada;
  • habilidade para lidar com as demais ciências, com os avanços tecnológicos e com os desafios éticos da sociedade como um todo, num espírito de pluralismo religioso e de democracia;
  • habilidade para desenvolver o senso crítico e participar da construção da cidadania no âmbito de sua responsabilidade;
  • habilidade para promover a integração e a promoção de pessoas vulneráveis e de risco para uma sociedade de justiça e paz;
  • competência para lidar com os instrumentos atuais de comunicação, aprendizagem e expressão;
  • capacidade para situar-se frente às diferentes correntes teológicas e de pensamento, numa atitude de respeito e construção conjunta da comunidade humana.Além dessas competências e habilidades gerais, as disciplinas eletivas e as atividades complementares (como também o Estágio Pastoral de 1 ano, em uma paróquia para os alunos que serão ordenados diáconos e presbíteros) são a oportunidade para personalização da formação multi, inter e transdisciplinar, de acordo com as aptidões de cada um e em reforço às habilidades gerais.
3. Forma de Acesso ao Curso

FORMA DE ACESSO AO CURSO

O acesso aos cursos de graduação da Universidade dá-se mediante processo seletivo, com fundamento no Regimento Geral da PUCRS, cabendo à Câmara de Graduação e Pós-Graduação fixar as normas do referido processo.

Os candidatos aos cursos da PUCRS podem valer-se das seguintes modalidades de acesso: Concurso Vestibular, Vestibular Complementar, transferência, ingresso mediante diploma de curso superior ou PROUNI. Existe, também, a possibilidade de ingresso como estudante-convênio, dentro do limite de vagas estabelecido no respectivo convênio. A mudança de curso por reopção do aluno pode ser concedida, na existência de vaga, pelo Diretor da Faculdade a que está vinculado o curso pretendido.

O detalhamento das normas para o Concurso Vestibular é publicado por meio de edital, do qual se destacam os seguintes tópicos:

As inscrições ao Concurso Vestibular são oferecidas a candidatos que tenham concluído o ensino médio ou equivalente, ou a portadores de diploma de conclusão de curso superior oficial ou reconhecido.

O critério que orienta a seleção dos candidatos é a verificação de capacidades e habilidades intelectuais, nos níveis de conhecimento, compreensão, aplicação e análise. A prova de Língua Portuguesa consta de questões objetivas e de uma questão de redação. As demais provas são objetivas, com questões de múltipla escolha sobre conteúdos específicos. Todas as provas visam verificar as capacidades e habilidades intelectuais do candidato, sendo que, a cada candidato, numa dada disciplina, corresponde um escore bruto e um escore padronizado.

Devido à determinação expressa na Portaria MEC nº 391, de 7 de fevereiro de 2002, candidatos que obtiverem grau zero na redação estarão automaticamente eliminados do Concurso Vestibular. Assim sendo, o mínimo que o candidato deve obter para concorrer a uma vaga na Universidade é a nota 1.

Para cada candidato é calculada a média aritmética ponderada dos seus escores padronizados, considerando-se, para isso, os pesos indicados em tabela constante no Manual do Candidato, que variam de acordo com o curso escolhido. A classificação, visando ao preenchimento das vagas de um curso, é baseada na ordem decrescente das médias obtidas pelos candidatos. Se ocorrer algum empate e não houver possibilidade de aproveitar todos os envolvidos, o desempate será efetuado mediante o emprego da média harmônica dos escores padronizados.

Encerrado o prazo estabelecido para as matrículas de 1ª chamada do Concurso Vestibular e constatado o não comparecimento de candidatos classificados, serão chamados outros candidatos relacionados em lista de espera condicionada às vagas existentes, levando-se em conta os mesmos critérios de classificação já expressos.

No caso de existência de vagas remanescentes após concluído todo o processo de matrículas relativo ao Concurso Vestibular, será realizado Vestibular Complementar, independente, constituído de prova única de redação.

O preenchimento das vagas referente ao Programa Universidade para Todos (PROUNI), instituído pela Lei nº 11.096/2005, é feito com base na classificação do ENEM, fornecida pelo Ministério da Educação.

4. Sistema de avaliação do processo de ensino e aprendizagem

De acordo com o Regimento Geral da PUCRS, o sistema de avaliação define-se conforme extrato do artigo descrito abaixo:

Art. 68.  O aproveitamento escolar do aluno em uma disciplina, no semestre, é expresso por um grau de 0 (zero) a 10,0 (dez), com uma casa decimal, denominado G1.
§ 1o  A forma de obtenção do grau G1 é definida no projeto pedagógico do curso e no plano de ensino de cada disciplina.
§ 2o  O grau G1 é expressão da aprendizagem obtida por meio de instrumentos e procedimentos como um conjunto de verificações, exercícios, trabalhos teórico-práticos, projetos e/ou atividades, relatórios, de acordo com as peculiaridades da disciplina.
§ 3o  O docente responsável pela disciplina deve apresentar aos alunos, no primeiro dia de atividades letivas de cada semestre, os critérios e as modalidades de instrumentos de avaliação e a forma de cálculo para obtenção do grau G1, juntamente com o cronograma da disciplina.
§ 4o  Os critérios de avaliação e a forma de cálculo de obtenção do grau G1 não podem ser alterados durante o semestre.

5. Estágio Curricular

O currículo do Curso de Teologia não prevê a disciplina de Estágio. Porém, o currículo prevê a disciplina Seminário: Questões Atuais de Pastoral, com atividades concretas na comunidade, onde os alunos adquirem a capacidade de ir realizando a interação dos conteúdos aprendidos na sala de aula com a realidade das comunidades onde atuam aos finais de semana e no período das férias curriculares, de tal forma que possam produzir conhecimento – ou como se diz na linguagem teológica: fazer Teologia – a fim de não se converterem em pessoas passivas, mas transformadoras, contribuindo com sua identidade cristã e teológica para que haja um verdadeiro crescimento qualitativo das pessoas, enquanto indivíduos, e das comunidades, enquanto relações comunitárias e sociais. Esse aspecto é inovador, apesar de representar um grande desafio para toda a comunidade acadêmica, ou seja, tanto para os professores quanto para os alunos.

6. Curriculo Completo
Nome da Disciplina
Carga Horária
Nível
Hebraico Bíblico
30
1

Disciplina em implantação

Introd. A Sagr. Escritura e Hist. de Israel
60
1

Disciplina em implantação

Metodologia em Teologia
30
1

Disciplina em implantação

Patrologia e Patrística
60
1

Disciplina em implantação

Teologia Fundamental: Epistemologia
60
1

Disciplina em implantação

Teologia Moral Fundamental
60
1

Disciplina em implantação

Atividades Complementares (120 Horas)
120
2

Disciplina em implantação

Disciplina Eletiva
120
2

Disciplina eletiva: o horário da disciplina e o docente que a lecionará, dependera da escolha feita pelo aluno no momento de sua matrícula.

Exegese do At: Pentateuco e Históricos
60
2

Disciplina em implantação

Grego Neotestamentário
30
2

Disciplina em implantação

História da Igreja: Primeiro Milenio
60
2

Disciplina em implantação

Moral da Pessoa
60
2

Disciplina em implantação

Seminário Teologia e Ciência
60
2

Disciplina em implantação

Teologia da Revelação
60
2

Disciplina em implantação

Cristologia
60
3

Disciplina em implantação

Exegese do Antigo Testamento: Profetas
60
3

Disciplina em implantação

Exegese do NT: Evangelhos Sinóticos
60
3

Disciplina em implantação

Hist. da Igreja:De Gregório VII Ao Conc. de Trento
60
3

Disciplina em implantação

Moral Social
60
3

Disciplina em implantação

Seminário: Teologia Espiritual
60
3

Disciplina em implantação

Eclesiologia
60
4

Disciplina em implantação

Exegese do Antigo Test. : Sapienciais
60
4

Disciplina em implantação

Exegese do NT: Atos e Cartas Paulinas
60
4

Disciplina em implantação

Hist. da Igreja: Período Pós-Trento aos Dias Atuais
60
4

Disciplina em implantação

Semin. Ecumenism. e Diál. Inter-Religio.
60
4

Disciplina em implantação

Teologia da Graca
60
4

Disciplina em implantação

Direito Canônico: Introd e Livros 1 e 2
60
5

Disciplina em implantação

Exegese do NT: Evangelho de João e Cartas Joaninas
60
5

Disciplina em implantação

História da Igreja: na América Latina
60
5

Disciplina em implantação

Sacramentos: Introd. e Iniciação Cristã
60
5

Disciplina em implantação

Seminário: Missiologia e Ministérios
60
5

Disciplina em implantação

Teologia Moral: Bioética
60
5

Disciplina em implantação

Antropologia Teologica e Escatologia
60
6

Disciplina em implantação

Direito Canônico: Livros 3 A 7
60
6

Disciplina em implantação

EXEGESE DO NT:AP.,EPÍSTOLAS DEUTEROPAULINAS E CAT.
60
6

Disciplina em implantação

Mariologia
30
6

Disciplina em implantação

Sacramentaria Geral
30
6

Disciplina em implantação

Seminário: Teologia e Linguagem
60
6

Disciplina em implantação

Teologia Trinitaria
60
6

Disciplina em implantação

Trabalho de Conclusão de Curso (T C C)
15
6

Disciplina em implantação

Aconselhamento Pastoral
30
7

Disciplina em implantação

Homilética
30
7

Disciplina em implantação

Liturgia: Fundamentos
60
7

Disciplina em implantação

Pastoral e Comunicação
60
7

Disciplina em implantação

Seminário: Questões Atuais de Pastoral
60
7

Disciplina em implantação

Síntese Teológica
30
7

Disciplina em implantação

Teologia Pastoral
60
7

Disciplina em implantação

Administração Paroquial
60
8

Disciplina em implantação

Catequética
60
8

Disciplina em implantação

Liturgia: Espaço Liturgico e Arte Sacra
60
8

Disciplina em implantação

Metodologia Pastoral
60
8

Disciplina em implantação

Prática Liturgica
60
8

Disciplina em implantação

Dados atualizados até 27/09/2020