Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul

Cursos,Especialização,Extensão,MBA,Idiomas,Educação,Vestibular,Pós-Graduação,Educação

Cursos

Graduação

Pós-Graduação

MBA

Vestibular

Curso de Ciência e Inovação em Alimentos

1. Dados do Curso
Curso: Ciência e Inovação em Alimentos Currículo Vigente: 4316
CARGA HORÁRIA 3405
CRÉDITOS 184
DURAÇÃO 8 Semestres
TURNO
VAGAS Vagas 1° semestre
Vagas 2° semestre
DISCIPLINAS ELETIVAS: total de créditos no curso 180
ATIVIDADES COMPLEMENTARES: total de horas no curso 105
ESTÁGIO: Carga horária total do Estágio 90
ATOS LEGAIS DO CURSO
Ato de aprovação do currículo em vigor (PUCRS) Resolução nº 66 Data 25/11/2015
Ato do último reconhecimento do curso (MEC) D.O.U
Diretrizes Curriculares Nacionais vigentes D.O.U
2. Perfil do Egresso

O egresso do C&IA terá formação com base científica ampla necessária para que o futuro profissional possa atuar nas diversas fases da produção, criação, desenvolvimento e processamento da cadeia de suprimento de alimentos. A expectativa, a partir da proposta pedagógica e do trabalho desenvolvido pelos docentes e graduandos, é de que os egressos apresentem conhecimentos conceituais, procedimentais e atitudinais múltiplos para o desenvolvimento de alimentos, tecnologias e serviços inovadores na área.

Na definição do perfil do profissional egresso do curso C&IA da PUCRS, caracterizam-se três áreas:
1) Área Sociocultural: é a área relacionada ao conhecimento da realidade nos seus aspectos históricos, políticos, econômicos, religiosos, ambientais, sociais e culturais. Relaciona-se com a compreensão do mundo e do contexto em que está inserido o profissional.
2) Área Específica do Conhecimento: é a área relacionada ao conhecimento abordado no curso, suas relações com o meio social e com as demais ciências, que lhe fornecem subsídios teóricos.
3) Área Tecnológica: é a área relacionada ao domínio da aplicação de técnicas científicas no campo da tecnologia.

Cada uma dessas áreas pode abranger, por sua vez, seis dimensões:
a) Cognitiva (aprender a conhecer): refere-se ao domínio dos conhecimentos básicos da área;
b) Metodológica (aprender a fazer): refere-se às formas de utilização do conhecimento;
c) Humana (aprender a ser): refere-se ao desenvolvimento da pessoa, integrando espírito e corpo, inteligência, sensibilidade, sentido estético, responsabilidade pessoal, espiritualidade;
d) Ético-profissional (aprender a conviver com os outros): refere-se à atitude profissional frente à sua área de atuação;
e) Educação continuada (aprender a aprender): refere-se à consciência de que a formação profissional não estará concluída com a formatura no curso.
f) Empreendedorismo e Inovação (aprender a apresentar soluções criativas e viáveis para problemas contemporâneos relacionados à ciência, tecnologia e ao mercado): refere-se à atitude empreendedora e de inovação necessária na área dos alimentos, e que o curso se propõe desenvolver.

Do profissional da Ciência e Inovação em Alimentos esperam-se algumas características que lhe permitam atuar nesse setor, atendendo às necessidades da comunidade do seu entorno e da sociedade em geral. Seguem as características do perfil do egresso do curso.

1. Área Sociocultural

a) Dimensão Cognitiva:
– explica características e tendências do mundo contemporâneo em relação aos alimentos;
– situa a ciência dos alimentos, bem como sua tecnologia, no mundo contemporâneo;
– reflete sobre a realidade local e nacional em relação aos alimentos e seus insumos;
– identifica problemas da comunidade em relação aos alimentos;
– reconhece necessidades da comunidade em relação aos alimentos;
– reconhece situações da comunidade em que a Ciência em Alimentos pode contribuir para a elucidação de aspectos problemáticos;
– fórmula alternativas inovadoras para solução de problemas em relação aos alimentos.

b) Dimensão Metodológica:
– utiliza formas adequadas de coleta de dados para diagnósticos.
– seleciona e utiliza métodos e técnicas adequados às competências a serem desenvolvidas;
– identifica prioridades no planejamento;

c) Dimensão Ético-profissional:
– utiliza sua capacidade e esforço profissional em condutas coerentes de compromisso social frente aos desafios da realidade contemporânea;
– relaciona-se satisfatoriamente com colegas, subordinados e chefes e consegue trabalhar adequadamente em equipe.

d) Dimensão de empreendedorismo e inovação:
– preocupa-se com inovação de processos, insumos e serviços para produção de alimentos adequados à realidade social.

2. Área Específica do Conhecimento

a) Dimensão Cognitiva:
– domina a linguagem da ciência relacionada aos processos industriais e tecnológicos dos alimentos;
– identifica e interpreta processos de produção e de análise relacionados aos alimentos e seus insumos;
– inova, propondo técnicas, processos e serviços relacionados aos alimentos e seus insumos, por meio da pesquisa e do conhecimento de fontes de referência;
– tem consciência da sua incompletude em relação ao domínio do conhecimento;
– atualiza-se em relação às novas descobertas científicas e tecnológicas.

b) Dimensão Metodológica:
– seleciona, executa e avalia processos relacionados aos alimentos e seus insumos.
– aplica o conhecimento na solução de problemas emergentes;
– usa a pesquisa como estratégia de aprendizagem pessoal e institucional;

c) Dimensão Ético-profissional:
– reconhece a importância da investigação científica na produção de conhecimento específico na área de alimentos;
– usa o conhecimento em relação aos alimentos em benefício da comunidade;
– respeita as leis do equilíbrio natural e preserva o ambiente em nome da sustentabilidade;
– respeita as ideias e o posicionamento dos demais colegas não ferindo aspectos éticos;
– é receptivo e crítico frente às novas ideias;
– participa ativamente na valorização de sua profissão.

d) Dimensão da Educação Continuada
– tem consciência da sua incompletude, o que o levará a buscar permanente aperfeiçoamento por meio de leituras, cursos, participação em grupos de estudos e de pesquisas.

e) Dimensão de empreendedorismo e inovação
– preocupa-se com a produção de conhecimento por meio da investigação de novos processos, insumos e serviços em alimentos.

3. Área Tecnológica

a) Dimensão Cognitiva:
– conhece e aplica os princípios que fundamentam os principais métodos e técnicas utilizadas em ciência dos alimentos;
– conhece e aplica os princípios que fundamentam a economia e o mercado na área de alimentos;
– conhece a legislação e várias fontes de normatização específicas da área de alimentos;
– faz transposições dos conhecimentos apropriados de escala de laboratório para escala industrial.

b) Dimensão Metodológica:
– organiza, administra e mantém em funcionamento unidades operacionais nas quais se desenvolvem os processos voltados à produção de alimentos e seus insumos;
– toma decisões adequadas no que diz respeito às medidas de segurança e higiene na produção de alimentos;
– utiliza adequadamente a legislação e a normatização específica da área de alimentos.

c) Dimensão Ético-profissional:
– identifica e responsabiliza-se pelas implicações que sua atividade pode trazer ao meio ambiente e à comunidade.

d) Dimensão da Educação Continuada
– tem consciência da sua incompletude, o que o levará a buscar permanente aperfeiçoamento através de leituras, cursos, participação em grupos de estudos e de pesquisas.

e) Dimensão de empreendedorismo e inovação:
– preocupa-se com a inovação técnica e tecnológica voltada a criação e produção da indústria alimentícia.

3. Forma de Acesso ao Curso

FORMA DE ACESSO AO CURSO

O acesso aos cursos de graduação da Universidade dá-se mediante processo seletivo, com fundamento no Regimento Geral da PUCRS, cabendo à Câmara de Graduação e Pós-Graduação fixar as normas do referido processo.

Os candidatos aos cursos da PUCRS podem valer-se das seguintes modalidades de acesso: Concurso Vestibular, Vestibular Complementar, transferência, ingresso mediante diploma de curso superior ou PROUNI. Existe, também, a possibilidade de ingresso como estudante-convênio, dentro do limite de vagas estabelecido no respectivo convênio. A mudança de curso por reopção do aluno pode ser concedida, na existência de vaga, pelo Diretor da Faculdade a que está vinculado o curso pretendido.

O detalhamento das normas para o Concurso Vestibular é publicado por meio de edital, do qual se destacam os seguintes tópicos:

As inscrições ao Concurso Vestibular são oferecidas a candidatos que tenham concluído o ensino médio ou equivalente, ou a portadores de diploma de conclusão de curso superior oficial ou reconhecido.

O critério que orienta a seleção dos candidatos é a verificação de capacidades e habilidades intelectuais, nos níveis de conhecimento, compreensão, aplicação e análise. A prova de Língua Portuguesa consta de questões objetivas e de uma questão de redação. As demais provas são objetivas, com questões de múltipla escolha sobre conteúdos específicos. Todas as provas visam verificar as capacidades e habilidades intelectuais do candidato, sendo que, a cada candidato, numa dada disciplina, corresponde um escore bruto e um escore padronizado.

Devido à determinação expressa na Portaria MEC nº 391, de 7 de fevereiro de 2002, candidatos que obtiverem grau zero na redação estarão automaticamente eliminados do Concurso Vestibular. Assim sendo, o mínimo que o candidato deve obter para concorrer a uma vaga na Universidade é a nota 1.

Para cada candidato é calculada a média aritmética ponderada dos seus escores padronizados, considerando-se, para isso, os pesos indicados em tabela constante no Manual do Candidato, que variam de acordo com o curso escolhido. A classificação, visando ao preenchimento das vagas de um curso, é baseada na ordem decrescente das médias obtidas pelos candidatos. Se ocorrer algum empate e não houver possibilidade de aproveitar todos os envolvidos, o desempate será efetuado mediante o emprego da média harmônica dos escores padronizados.

Encerrado o prazo estabelecido para as matrículas de 1ª chamada do Concurso Vestibular e constatado o não comparecimento de candidatos classificados, serão chamados outros candidatos relacionados em lista de espera condicionada às vagas existentes, levando-se em conta os mesmos critérios de classificação já expressos.

No caso de existência de vagas remanescentes após concluído todo o processo de matrículas relativo ao Concurso Vestibular, será realizado Vestibular Complementar, independente, constituído de prova única de redação.

O preenchimento das vagas referente ao Programa Universidade para Todos (PROUNI), instituído pela Lei nº 11.096/2005, é feito com base na classificação do ENEM, fornecida pelo Ministério da Educação.

4. Sistema de avaliação do processo de ensino e aprendizagem

De acordo com o Regimento Geral da PUCRS, o sistema de avaliação define-se conforme extrato do artigo descrito abaixo:

Art. 68.  O aproveitamento escolar do aluno em uma disciplina, no semestre, é expresso por um grau de 0 (zero) a 10,0 (dez), com uma casa decimal, denominado G1.
§ 1o  A forma de obtenção do grau G1 é definida no projeto pedagógico do curso e no plano de ensino de cada disciplina.
§ 2o  O grau G1 é expressão da aprendizagem obtida por meio de instrumentos e procedimentos como um conjunto de verificações, exercícios, trabalhos teórico-práticos, projetos e/ou atividades, relatórios, de acordo com as peculiaridades da disciplina.
§ 3o  O docente responsável pela disciplina deve apresentar aos alunos, no primeiro dia de atividades letivas de cada semestre, os critérios e as modalidades de instrumentos de avaliação e a forma de cálculo para obtenção do grau G1, juntamente com o cronograma da disciplina.
§ 4o  Os critérios de avaliação e a forma de cálculo de obtenção do grau G1 não podem ser alterados durante o semestre.

 

5. Estágio Curricular

O Curso de Ciência e Inovação em Alimentos está sendo implantando em 2016/1, o Estágio Curricular acontece no VII Semestre, devido ao fato do curso ser novo as normas regimentais referentes ao Estágio  ainda não foram estabelecidas, o que acontecerá no decorrer do andamento do curso.

6. Curriculo Completo
Nome da Disciplina
Carga Horária
Nível
Criatividade
30
1

Disciplina em implantação

Cálculo I
60
1

Disciplina em implantação

Estudos Rurais
60
1

Disciplina em implantação

Processos Tradicionais na Indústria de Alimentos
60
1

Disciplina em implantação

Projetos de C&T em Alimentos I (90h)
90
1

Disciplina em implantação

Química Aplicada A Alimentos
90
1

Disciplina em implantação

Ciência dos Alimentos
60
2

Disciplina em implantação

Cálculo II
60
2

Disciplina em implantação

Disciplinas Eletivas
180
2

Disciplina em implantação

Estatistica Descritiva
30
2

Disciplina em implantação

Estrutura e Funcionalidades dos Alimentos
90
2

Disciplina em implantação

Física Aplicada A Alimentos
60
2

Disciplina em implantação

Projetos de C&T em Alimentos II (90h)
90
2

Disciplina em implantação

Análise de Alimentos I
90
3

Disciplina em implantação

Fundamentos de Bioquímica e Fisiologia
60
3

Disciplina em implantação

Gastronomia Molecular
60
3

Disciplina em implantação

Nutrição e Metabolismo
60
3

Disciplina em implantação

Projetos de C&T em Alimentos III (90h)
90
3

Disciplina em implantação

Termodinâmica Aplicada A Alimentos
60
3

Disciplina em implantação

Álgebra Matricial
30
3

Disciplina em implantação

Administração de Materiais e Logística
60
4

Disciplina em implantação

Análise Sensorial
30
4

Disciplina em implantação

Análise de Alimentos II
60
4

Disciplina em implantação

Design de Experimentos
30
4

Disciplina em implantação

Formação do Empreendedor
30
4

Disciplina em implantação

Microbiologia Geral e Parasitologia Aplicada
60
4

Disciplina em implantação

Projetos de C&T em Alimentos IV (90h)
90
4

Disciplina em implantação

Tecnologia dos Alimentos
60
4

Disciplina em implantação

Fenômenos de Superfície e Interfaces
60
5

Disciplina em implantação

Gestão da Inovação
30
5

Disciplina em implantação

Microbiologia dos Alimentos
60
5

Disciplina em implantação

Projetos em Empreendedorismo e Inovação em Alimentos I (90h)
90
5

Disciplina em implantação

Tecnologia e Inovação na Ind. de Alimentos de Origem Animal I
60
5

Disciplina em implantação

Tecnologia e Inovação na Indústria de Alimentos de Origem Vegetal I
60
5

Disciplina em implantação

Filosofia e Bioética
60
6

Disciplina em implantação

Proj. de Empr.e Inov. em Alim.II (90h)
90
6

Disciplina em implantação

Propriedade Intelectual
30
6

Disciplina em implantação

Qualidade e Segurança dos Alimentos
60
6

Disciplina em implantação

Reologia dos Alimentos
30
6

Disciplina em implantação

Tecnologia dos Fermentados
60
6

Disciplina em implantação

Tecnologia e Inovação na Industria de Alimentos de Origem Animal II
60
6

Disciplina em implantação

Tecnologia e Inovação na Industria de Alimentos de Origem Vegetal II
60
6

Disciplina em implantação

Biotecnologia dos Alimentos
60
7

Disciplina em implantação

Design de Processos Sustentáveis
60
7

Disciplina em implantação

Epidemiologia e Toxicologia dos Alimentos
30
7

Disciplina em implantação

Estágio Supervisionado (90h)
90
7

Disciplina em implantação

Humanismo e Cultura Religiosa
60
7

Disciplina em implantação

Projetos em Empreendedorismo e Inovação em Alimentos III (90h)
90
7

Disciplina em implantação

Proteção dos Alimentos
60
7

Disciplina em implantação

Atividades Complementares (105 Horas)
105
8

Disciplina em implantação

Economia
60
8

Disciplina em implantação

Projetos em Empreendedorismo e Inovação em Alimentos IV (90h)
90
8

Disciplina em implantação

Seminário Integrador de Inovação em Alimentos (60h)
60
8

Disciplina em implantação

Dados atualizados até 23/09/2020