Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul

Cursos,Especialização,Extensão,MBA,Idiomas,Educação,Vestibular,Pós-Graduação,Educação

Cursos

Graduação

Pós-Graduação

MBA

Vestibular

Apresentação

Crianças, Escola, Lápis, Papel, DesenhoO Centro de Ensino e Pesquisa em Contextos e Processos da Educação Básica (CEB) nasce da necessidade de organizar de forma coordenada um conjunto de iniciativas já existentes, de modo que possamos trabalhar com a referência da Educação Básica como ponto de partida e como horizonte. De acordo com as Diretrizes Curriculares, a Educação Básica compreende etapas (Educação infantil, Ensino Fundamental e Ensino Médio) e modalidades (Educação de Jovens e Adultos, Educação Especial, Educação de Populações Indígenas, Quilombolas e Afrodescendentes, Educação de Crianças e Jovens em situação de Privação de Liberdade, entre outras).

 

O CEB

Seguindo o disposto pela Pró-Reitoria de Pesquisa, Inovação e Desenvolvimento (Propesq), o CEB é um ambiente de integração de atividades de investigação científica que congrega um ou mais Laboratórios e/ou Núcleos e/ou Grupos, com pesquisadores e alunos, para desenvolver projetos de grande porte ou em cooperação com órgãos de governo, empresas públicas e privadas e institutos de pesquisa científica e tecnológica. O Centro de Pesquisa tem uma diretriz temática e assume o papel de posicionar a Universidade como referência na área relacionada. Sua atuação é preferencialmente multidisciplinar, envolvendo pesquisadores de diferentes Unidades Universitárias, como forma de qualificar os projetos pela complementaridade entre as áreas de conhecimento.

Na Escola de Humanidades trabalhamos a formação de professores e demais sujeitos que atuam na Educação Básica. Buscamos a interface de diferentes cursos (Licenciaturas, Lato Sensu e Extensão), projetos, grupos e núcleos que produzem pesquisas direta ou indiretamente voltadas para essa etapa da educação, em relação estreita com as redes de ensino, escolas, ONGs, museus e demais contextos adjacentes a essas etapas e modalidades da Educação.

Do ponto de vista das ações coordenadas pela EH, destacamos o Programa de Iniciação à Docência (Pibid/Capes), que é uma iniciativa para o aperfeiçoamento e a valorização da formação de professores para a educação básica, a participação efetiva na construção da Base Nacional Comum Curricular (BNCC), por iniciativa da Diretoria de Currículos da Secretaria de Educação Básica do Ministério da Educação, a parceria com a Associação Sulriograndense de Formação de Profissionais da Educação (Aesufope), o Museu de Ciências e Tecnologia da PUCRS (MCT), entre outros.

 

Diretrizes Curriculares

Considerando as já mencionadas Diretrizes Curriculares Nacionais para a Educação Básica, percebemos alguns sinais de mudança no papel da escola contemporânea. Além da instrução e da formação, é reforçado o objetivo do ‘cuidado’, o que pode trazer algumas implicações para o debate no interior do currículo. As mesmas DCNEB postulam a necessidade de pensar-se em diferentes formas de organização da escola, tendo em vista a diversificação do perfil dos sujeitos envolvidos nessa realidade.: modelos de gestão, desenhos curriculares, metodologias e estratégias didáticas, todos são elementos que potencialmente se abrem a modificações, experiências e inovações, impulsionando o debate tanto no âmbito do PPGEdu (que é compelido a voltar-se cada vez mais para esse campo), no âmbito da formação continuada, instigando a formulação de novas ofertas no lato-sensu, quanto no âmbito da graduação, onde investimos na formação inicial dos profissionais que vão se dirigir para esse campo.

Nesse sentido, se destaca a singularidade da Escola de Humanidades como locus privilegiado do debate sobre diferentes processos implicados na formação de professores, sua prática e seus fundamentos, com destaque para a atuação nas diferentes etapas e modalidades da educação Básica.

 

Objetivos

  1. Promover ações articuladas entre o Programa de Pós-Graduação em Educação (PPGEdu), o curso de Pedagogia e as ações de pesquisa ligadas à Educação Básica;
  2. Buscar interfaces entre os diferentes núcleos e laboratórios de pesquisa já existentes;
  3. Desenvolver pesquisas individuais e coletivas, em sintonia com temas relacionados à Educação Básica, levando em conta suas etapas e modalidades;
  4. Instituir um espaço de estudos e discussões que articule a ação pedagógica, as intervenções didáticas e a formação;
  5. Proporcionar atividades de pesquisa e formação continuada focados nos processos e contextos da Educação Básica;
  6. Prestar assessorias e consultorias às escolas e demais organismos do setor público e privado com vistas ao desenvolvimento de uma educação de qualidade;
  7. Constituir bases de dados estruturadas e divulgar a produção do conhecimento, favorecendo a discussão entre pesquisadores e estudiosos de diferentes contextos;
  8. Buscar intercâmbios e assessorias com pesquisadores e especialistas brasileiros e estrangeiros.