21/03/2019 - 15h21

PUCRS sedia primeira reunião no Brasil da Comissão Internacional de Eletrotécnica

Evento realizado de 18 a 22/2 debate procedimentos internacionais na realização de ensaios de segurança e eficiência energética em maquinas de lavar roupa

Diretor do Labelo destaca a importância da PUCRS sediar a reunião da IEC/Foto: Bruno Todeschin

Diretor do Labelo destaca a importância da PUCRS sediar a reunião da IEC/Foto: Bruno Todeschin

Pela primeira vez, o Brasil sedia uma reunião da Comissão Internacional de Eletrotécnica (IEC), organização que tem grande relevância na definição de padrões internacionais para equipamentos eletroeletrônicos e tecnologias relacionadas. De 18 a 22 de fevereiro, representantes de diversos países estão na PUCRS para discutir necessidades e requisitos para procedimentos internacionais na realização de ensaios de segurança e eficiência energética em maquinas de lavar roupa.

A PUCRS foi escolhida para sediar o evento, exclusivo para membros da IEC, por meio da fabricante mundial de eletrodomésticos Whirlpool e do Labelo – Laboratórios Especializados em Eletroeletrônica da Universidade. No total, 40 países integram a comissão, como Austrália, China, França, Alemanha, Japão, Coreia do Sul, Rússia, Suíça, Reino Unido e Estados Unidos, entre outros.

Segundo o coordenador de desenvolvimento e qualidade do Labelo, Carlos Bindé, esta é uma oportunidade de apresentar as atividades desenvolvidas nos laboratórios, como fornecedor de serviços, fortalecendo as relações com uma importante organização voltada ao mercado eletroeletrônico mundial. “Os representantes da IEC aqui presentes são diretores de desenvolvimento de produtos de grandes multinacionais e, quando necessitarem realizar testes de produtos para o mercado latino-americano, terão o Labelo como referência de infraestrutura e qualidade”, avalia.

O evento

Professor Stamminger, da Universidade de Bonn, elogia as excelentes instalações do Campus/Foto: Bruno Todeschini

Professor Stamminger, da Universidade de Bonn, elogia as excelentes instalações do Campus/Foto: Bruno Todeschini

Professor Stamminger, da Universidade de Bonn, fala aos participantes do eventoProfessor Stamminger, da Universidade de Bonn, elogia as excelentes instalações do Campus/Foto: Bruno Todeschini
Na abertura, o diretor de sustentabilidade e assuntos regulatórios da Whirlpool, Vanderlei Niehues, destacou a pró-atividade do Labelo em se candidatar para receber o evento e a infraestrutura da PUCRS como fatores decisivos para a sua escolha como sede da primeira reunião da IEC no Brasil. Já o professor Rainer Stamminger, da Universidade de Bonn (Alemanha), destacou as excelentes instalações do Campus. “Viemos de todas as partes do globo e estamos felizes de nos reunirmos no Brasil”, comentou. Durante a passagem pela PUCRS, os participantes poderão conhecer, além das atividades do Labelo, o Tecnopuc e a Rede Inovapuc como ferramentas de inovação e desenvolvimento da indústria.

No primeiro dia, representantes de 33 empresas, além de órgãos regulamentadores na área de cada país, participaram de workshop sobre normatização e de um dos temas mais esperados, o debate sobre as “tiras de sujidade”, que são materiais utilizados para a comprovação da real capacidade de lavagem das máquinas disponíveis no mercado. “A etiqueta de classificação energética informa não apenas o quanto de energia uma máquina consome, mas sua capacidade de limpar. Para que os testes sigam os mesmos padrões mundialmente, a tira de sujidade deve ser homogênea e fabricada igualmente em todos os lugares”, explica o diretor do Labelo, Israel Teixeira. Ao longo da semana, cerca de 25 integrantes da IEC buscarão um consenso a respeito de testes e padrões de máquinas de lavar.

Sobre a IEC

Fundada em 1906, a Comissão Internacional de Eletrotécnica tem uma penetração em cerca de 175 países e edita as normas elétricas para ensaios de segurança elétrica em equipamentos na maior parte do mundo. As normas são elaboradas em consenso com todos os países envolvidos. “Esse comitê é extremamente relevante, pois mostra as tendências nessa área para os próximos anos. Como fazemos parte do sistema mundial de avaliação de conformidade, como um dos principais atores no contexto brasileiro, é de fundamental importância recebermos esta reunião”, finaliza Teixeira.

Compartilhe

Leia Mais Veja todas

Últimas Notícias

Veja todas notícias