18/02/2021 - 11h17

Programa Brasileiro de Etiquetagem e a atuação do LABELO

PBE atesta o desempenho dos produtos considerando atributos de eficiência energética, segurança elétrica, ruído, entre outros.

O Programa Brasileiro de Etiquetagem (PBE), é um programa coordenado pelo Inmetro, pelo qual se atesta o desempenho dos produtos considerando atributos de eficiência energética, segurança elétrica, ruído, entre outros.

A Etiqueta Nacional de Conservação de Energia (ENCE) é um selo de conformidade que demonstra o atendimento do produto aos requisitos estabelecidos pelo PBE, por exemplo, informando o consumo energético ou a classificação quanto ao desempenho.

O LABELO atua no Programa realizando ensaios em vários produtos, entre eles:

Condicionador de Ar

A Eficiência de um condicionador de ar é determinada pela relação entre o consumo de energia e a capacidade de refrigeração do aparelho, reflexo da qualidade e rendimento de componentes, tais como, o compressor do aparelho. Os produtos que apresentam a etiqueta “A” chegam a consumir 50% menos energia em relação aos da categoria “E” de mesma capacidade.

O LABELO participou, junto ao PROCEL/INMETRO, do desenvolvimento, formalização e implementação (principalmente a partir de ensaios de desenvolvimento realizados no LABELO junto aos fabricantes) da nova portaria nº 234 relativas a ensaios de eficiência energética em condicionadores de ar do tipo inverter.

O Laboratório de condicionadores de ar do LABELO realiza, de maneira completa, os ensaios de eficiência e segurança para todos os tipos de condicionadores de ar (exceto o modelo Cassete, onde é realizado apenas segurança elétrica) para modelos até 36.000 BTU/h.

Forno de Micro-ondas

Com a inclusão desses aparelhos no Programa Brasileiro de Etiquetagem (PBE), os fornos de micro-ondas (com ou sem grill) ostentam o consumo de energia elétrica durante o funcionamento e modo espera (standy by), similar ao que acontece em vários produtos da linha branca, como lavadoras de roupa, refrigeradores e condicionadores de ar.

Os testes contemplam: eficiência energética, segurança e compatibilidade eletromagnética. Os requisitos de segurança avaliados contemplam a verificação do limite de temperatura máxima que o aparelho atinge; a simulação de uso para avaliar se desgastes comprometem a segurança; a possibilidade de acesso às partes perigosas; os riscos de incêndio e danos mecânicos durante o funcionamento; e a proteção contra choque elétrico, entre outros.

Refrigeradores, frigobar, combinados Frost Free e congeladores

O LABELO é um dos laboratórios Brasileiros acreditado e designado pela Cgcre a realizar os ensaios de eficiência energética e segurança elétrica. Realiza, por exemplo, ensaios de capacidade de congelamento e retenção de temperatura.

A Eficiência de um refrigerador é determinada pela relação entre o consumo de energia e a capacidade de refrigeração do aparelho, reflexo da qualidade do isolamento térmico e rendimento de componentes, tal como, o compressor do aparelho. Os produtos que apresentam a etiqueta “A” chegam a consumir 50% menos energia em relação aos da categoria “E” de mesmo volume.

A segurança elétrica de refrigeradores é avaliada de acordo com os requisitos das normas descritas no regulamento. Para tal avaliação o laboratório possui modernos equipamentos, todos com rastreabilidade metrológica aos padrões nacionais e internacionais.

Motores

O LABELO participou da Comissão Técnica para a definição da Portaria Inmetro de nº 200, para ensaios em motores elétricos de indução trifásicos, rotor de tipo gaiola de esquilo.

Os ensaios são realizados com dinamômetros e são relativamente rápidos, durando em média 02 (dois) dias úteis por amostra.

Os ensaios elétricos, envolvendo processos automatizados, são realizados para determinação das características de desempenho de motores de indução trifásicos e monofásicos. Também estão associados à verificação de conformidade aos requisitos da norma NBR 7094, dentre outras sob o escopo de acreditação do laboratório, que estabelece:

  • ensaios de rotina;
  • ensaios de tipo;
  • ensaios especiais.

Para que o motor possa vir a ser testado, é necessário que o mesmo venha desacoplado de qualquer sistema e que seu eixo esteja livre.

Televisores

Os ensaios realizados são: eficiência energética, segurança elétrica e compatibilidade eletromagnética (subcontratado junto a seus laboratórios parceiros). Segundo as normas: NBR IEC 60065/2009, CISPR 32:2012 e Portaria Inmetro nº 427, de 10 de setembro de 2014.

Ventiladores

São realizados ensaios completos para os seguintes tipos de ventiladores: teto, mesa, parede, pedestal e coluna.  O ensaio de eficiência em ventiladores de mesa, parede, pedestal e coluna, é realizado em 03 amostras, sendo o resultado final a média dos resultados de cada uma das amostras.

O tempo de duração de um ensaio de segurança de ventiladores é bem parecido a de outros produtos para segurança elétrica (entre 20 e 25 dias úteis), porém os ensaios de eficiência são bastante rápidos, levando mais ou menos um turno por modelo na maior parte dos casos.

Lavadora de roupa

O LABELO tem capacidade de ensaiar todos os tipos de máquinas de lavar roupas de uso doméstico conforme as famílias:

  • Máquinas de lavar roupas lava e seca;
  • Máquinas de lavar roupas automática;
  • Máquinas de lavar roupas semi-automática.

Para os ensaios de eficiência energética, é necessário que o cliente indique os planos de lavagem a serem utilizados durante os ensaios. Nestes testes, utilizamos um insumo importado chamado tira de sujidade, que serve para simular o carregamento das máquinas em seu uso normal.

Aparelho para consumo de água

Estes aparelhos são os famosos bebedouros que encontramos em locais públicos como: escolas, parques, universidades, empresas, entre outros locais. O LABELO realiza ensaios de segurança elétrica e eficiência energética.

Para os ensaios de eficiência, assim como em refrigeradores, é necessário que alguns parâmetros sejam definidos pelo cliente para que o ensaio seja feito com a amostra configurada conforme essas definições.

Lâmpadas LED

A necessidade de iluminação artificial está em todos os contextos, doméstico, indústria e comércio. No intuito de promover segurança e qualidade para o consumidor final, fabricante, importador e mercado como um todo, em 25 de agosto de 2014, foi publicada a Portaria nº 389 do INMETRO que estabelece os Requisitos Técnicos da Qualidade (RTQ) que devem ser atendidos pelas Lâmpadas LED.  Com estes requisitos, foi então publicada em 13 de março de 2015, a Portaria nº 144, definindo os critérios para o Programa de Avaliação da Conformidade para Lâmpadas LED, através da certificação, com foco no desempenho, segurança elétrica e compatibilidade eletromagnética, evidenciados por meio da Etiqueta Nacional de Conservação de Energia – ENCE, atendendo aos requisitos do RTQ ao produto e ao Programa Brasileiro de Etiquetagem – PBE.

Desde então, como produto de certificação compulsória, as lâmpadas LED devem ser testadas tanto na certificação inicial, como nas fases de manutenção desta certificação e desta forma a sociedade e o mercado são protegidos pelo nivelamento mínimo dos produtos. Nestas etapas de testes o LABELO presta o suporte possuindo acreditação e capacidade integral de realizar qualquer dos ensaios necessários para avaliação dos requisitos técnicos.

Luminárias Públicas

A iluminação pública viária impacta na vida e rotina de todos. Aplicada em ruas, avenidas, rodovias, praças, parques e outros, a iluminação pública traz tanto segurança ao caminhar ou conduzir um veículo, quanto, por exemplo, melhor operação de restaurantes, postos e demais negócios com funcionamento noturno. De qualquer modo, além dos pontos positivos, destaca-se o impacto desta operação aos cofres públicos, pela manutenção, instalação, substituição, custo de energia e demais variáveis associadas.

Em vigor desde 15 de fevereiro de 2017, a Portaria n.º 20 do INMETRO define os requisitos técnicos que devem ser atendidos pelas Luminárias para Iluminação Pública Viária, utilizando tanto as tecnologias mais antigas (lâmpadas de descarga), como, principalmente,  a tecnologia LED (já presente e mais difundida nos nossos contextos domésticos e comerciais), visando à eficiência energética e segurança na utilização das mesmas. O atendimento deste programa, atualmente de certificação compulsória, é evidenciado por meio da Etiqueta Nacional de Conservação de Energia – ENCE, atendendo aos requisitos do RTQ ao produto e ao Programa Brasileiro de Etiquetagem – PBE.

Acreditado integralmente nesta Portaria, o LABELO realiza todos os testes aplicáveis à luminárias públicas om processo de certificação e manutenção de certificação, também dispondo de amplo escopo de testes para as mais diversas finalidades, do desenvolvimento aos requisitos específicos de algum mercado ou edital.

Compartilhe

Leia Mais Veja todas

Últimas Notícias

Veja todas notícias