Laboratório de Eletroacústica

Sua finalidade básica é inovar e atender a demanda do mercado brasileiro, buscando auxiliar aos profissionais e empresas que trabalham com a medição de ruído ambiental, ocupacional, automotivo e de maquinários.

Atualmente, todos os profissionais envolvidos na área de segurança do trabalho ou que trabalham com conforto acústico, engenharia de ambientes, etc. possuem um medidor de nível sonoro, analisador, microfone ou um audiodosímetro e, quando necessitam de confiabilidade e rastreabilidade às suas medições, para emitir laudos de medição, buscar soluções de tratamento acústico, ou de caráter preventivo a audição do ser humano, estes profissionais sempre terão questionamentos e dúvidas sobre a validade dos resultados das medições, garantia que somente a calibração e um correto processo de medição poderá proporcionar.

Cabe ressaltar que conforme a norma NBR 10151, que rege a medição de ruído para o conforto da comunidade, os laudos para perícias judiciais e a resolução CONTRAN n° 204/06 (medição do volume e a frequência dos sons produzidos por equipamentos utilizados em veículos) obrigatoriamente devem ser realizados com equipamentos calibrados pelo INMETRO ou por um laboratório da RBC.

O laboratório conta ainda com padrões de excelência e confiabilidade internacional, com um sistema automatizado de calibração (bancada eletroacústica), criando maior agilidade e confiança na calibração. A rastreabilidade deste laboratório é obtida diretamente do Laboratório de Acústica e Vibração do INMETRO.

O laboratório de eletroacústica foi criado em 2004 com o apoio do programa TIB (Tecnologia Industrial Básica) do Fundo Verde e Amarelo, e encontra-se acreditado pela Cgcre desde o início de 2005.

O laboratório de eletroacústica é acreditado a Cgcre e apto a calibrar os seguintes instrumentos:

  • Medidor de nível sonoro (decibelímetro) – calibração de acordo com as normas IEC 60651:1979/AMD1:2001) e IEC 61672-1 (versões 2002 e 2013) e IEC 61672-3 (versões 2006 e 2013)
  • Analisador de oitavas
  • Filtro de oitavas e frações – calibração de acordo com as normas IEC 225:1966 e IEC 61260:1995/AMD1:2001
  • Calibrador de nível sonoro e Pistonphone – calibração de acordo com a norma IEC 60942 (versões 1988, 1997 e 2003)
  • Audiodosímetros – calibração de acordo com a IEC 61252 e ANSI S1.25
  • Microfones – calibração de acordo com a norma IEC 61094-5 (versões 2001 e 2016)
  • Pré-Amplificadores
  • Amplificadores de Áudio*
  • Audiômetros*

* A calibração de amplificadores de áudio e audiômetros é realizada fora da Rede Brasileira de Calibração.

Entrou em vigor no dia 10 de novembro de 2006 a nova resolução n° 204 do CONTRAN de 20 de outubro de 2006, onde é apresentada a nova regulamentação para “o volume e a freqüência dos sons produzidos por equipamentos utilizados em veículos e estabelece metodologia para medição a ser adotada pelas autoridades de trânsito ou seus agentes, a que se refere o art. 228 do Código de Trânsito Brasileiro – CTB”.

Conforme a exigência de calibração dos equipamentos utilizados na medição – segundo a norma o decibelímetro – nosso laboratório de Eletroacústica está apto a realizar este serviço conforme as normas internacionais e a nossa acreditação a Cgcre.

Na íntegra parte da resolução referente a instrumentação.

Art. 3º. A medição da pressão sonora de que trata esta Resolução se fará em via terrestre aberta à circulação e será realizada utilizando o decibelímetro, conforme os seguintes requisitos:
I. Ter seu modelo aprovado pelo Instituto Nacional de Metrologia, Normalização e Qualidade Industrial – INMETRO, atendendo à legislação metrológica em vigor e homologado pelo DENATRAN – Departamento Nacional de Trânsito;
II. Ser aprovado na verificação metrológica realizada pelo INMETRO ou por entidade acreditada a Cgcre;
III. Ser verificado pelo INMETRO ou entidade acreditada pela Cgcre, obrigatoriamente com periodicidade máxima de 12 (doze) meses e, eventualmente, conforme determina a legislação metrológica em vigor;

§ 3º. Até que o INMETRO publique Regulamento Técnico Metrológico sobre o decibelímetro, os certificados de calibração emitidos pelo INMETRO ou pela Rede Brasileira de Calibração são condições suficientes e bastante para validar o seu uso.”

Clique aqui para download da resolução.

Através da nossa equipe especializada disponibilizamos consultoria e treinamento para a qualificação dos profissionais que realizam este tipo de serviço. Além disto podemos auxiliar durante as medições com equipamentos de alta precisão e que atendem as exigências desta resolução e das normas internacionais.