Mérito Cultural 2021 | Alcione

17/11/2021 - 18h46

Terça-feira, dia 14 de dezembro, às 21h, a Universidade homenageia Alcione com o Mérito Cultural. A cantora, compositora e multi-instrumentista brasileira receberá a honraria em uma cerimônia online, com transmissão pelo canal da PUCRS no YouTubeNa ocasião, a artista irá relembrar momentos de sua carreira em conversa com Ricardo Barberena, diretor do Instituto de Cultura, e receberá o título da honraria do reitor Ir. Evilázio Teixeira.  

Uma trajetória cantada em mais de 30 álbuns 

Alcione Dias Nazareth é cantora, compositora e multi-instrumentista brasileira. Ao longo de sua trajetória artística, lançou mais de 30 álbuns de estúdio e nove ao vivo. Nascida em São Luís do Maranhão, formou-se professora primária e, em 1967, mudou-se para o Rio de Janeiro para seguir sua carreira como cantora. A Marrom, apelido que ganhou desde o início de sua trajetória, começou cantando na noite, em boates de Copacabana. Assinou o primeiro contrato profissional com a TV Excelsior, apresentando-se no programa Sendas do Sucesso. Em 1975, lançou seu álbum de estreia A Voz do Samba, com o sucesso Não Deixe o Samba Morrer. Além desse, seus outros maiores discos de sucesso são: Pra que chorar (1977), Alerta geral (1978), Da cor do Brasil (1982), Fogo da vida (1985), Fruto e raiz (1986), Nosso nome: Resistência (1987), Nos bares da vida (2000) e seu último lançamento, Tijolo por Tijolo (2020). Em 1989, a cantora fundou o Clube do Samba ao lado de grandes nomes como Dona Ivone Lara, Martinho da Vila e Clara Nunes. Junto disso, Alcione se tornou membro destacado da Estação Primeira de Mangueira, fundou a Escola de samba mirim da Mangueira e é presidente de honra do Grêmio Recreativo Cultural Mangueira do Amanhã. Em 2018, a Escola Mocidade Alegre homenageou os 70 anos de vida e os 45 anos de carreira de Alcione através do enredo A voz marrom que não deixa o samba morrer. E sua relação com o Carnaval vai além, já tendo interpretado sambas de exaltação às escolas de samba Estação Primeira de Mangueira, Mocidade Independente de Padre Miguel, Imperatriz Leopoldinense, União da Ilha do Governador, Beija-flor de Nilópolis e Portela. Ao longo de sua carreira, Alcione recebeu 25 discos de ouro e sete de platina. Foi laureada com a Ordem do Rio Branco (a mais alta comenda do Brasil) e outros importantes prêmios, como as Medalhas Pedro Ernesto e Tiradentes, a Medalha do Mérito Timbiras (a maior comenda do Estado do Maranhão), a Medalha Daniel De La Touche (concedida pela Câmara Municipal de São Luís) e o Prêmio A Voz da América Latina, concedido pela ONU. Em 2003, ganhou o Grammy Latino na categoria Melhor Álbum de Samba. Recebeu também da Academia Brasileira de Letras, o Prêmio de Melhor Cantora Popular. Alcione acumula incontáveis feitos ao longo de seus mais de 50 anos de carreira e atualmente é uma das maiores intérpretes da música popular brasileira. 

 

Sobre o Mérito Cultural 

A honraria Mérito Cultural PUCRS simboliza o reconhecimento institucional de uma personalidade do meio cultural. A pessoa homenageada é alguém que tenha transformado a sua vida artística numa trajetória de defesa da cultura enquanto instrumento de humanização e educação. Com entrega anual, o Mérito já homenageou a atriz Fernanda Montenegro, a cantora Maria Bethânia e o ator Lima Duarte.  

 

Serviço 

O quê? Mérito Cultural PUCRS – Alcione 

Quando? 14 de dezembro 

Que horas? 21h 

Onde? canal da PUCRS no YouTube 

Compartilhe

Outros eventos Veja todos os eventos

  • Últimos publicados
  • Mais visualizados

Informações do evento

Data
14/12/2021
Local
Canal da PUCRS no YouTube

Próximos eventos