Jean-Marc Broto recebe título de Doutor Honoris Causa da PUCRS

Físico e doutor em Engenharia, o codescobridor da Resistência de Magneto Gigante, recebeu a outorga em cerimônia especial

08/09/2022 - 16h08
honoris causa - jean-marc broto

Jean-Marc Broto, Doctor Honoris Causa da PUCRS / Foto: Giordano Toldo

Referência internacional nas áreas de nanopartículas de metais de transição e nanotubos de carbono, o professor e pesquisador Jean-Marc Broto recebeu nesta quinta-feira, 08/09, o título de Doutor Honoris Causa da PUCRS. A concessão do título foi proposta pela professora Sandra Einloft, decana da Escola Politécnica, e aprovada por unanimidade pelo Conselho Universitário no mês de agosto. O diploma foi entregue pelo reitor da PUCRS, Ir. Evilázio Teixeira. 

Físico e doutor em Engenharia, Broto é codescobridor da Resistência de Magneto Gigante que deu a seu orientador, Albert Fert, o Prêmio Nobel em Física de 2007. O professor assina mais de 180 artigos científicos, com mais de 10 mil citações. Além de pesquisador, tem uma atuação forte em gestão, tendo sido decano da Faculdade de Ciências da Universidade de Toulouse III (2007-2016). Atualmente, é presidente da Conferência Internacional de Decanos de Escolas de Ciências de países de língua francesa e Reitor da Universidade Toulouse III. 

A cerimônia, realizada no Teatro do Prédio 40, reuniu professores/as, estudantes e lideranças acadêmicas. Compuseram a mesa de honra o reitor da PUCRS. Ir. Evilázio Teixeira, vice-reitor, Ir. Manuir Mentges, e a professora Sandra Einloft. Estiveram presentes na homenagem membros do Conselho Universitário, Pró-Reitores, Decanos e Irmãos Maristas. Também compareceram na cerimônia o vice-reitor da Universidade de Toulouse II, François Martin, a professora da Universidade de Antioquia, de Medellín, na Colombia, Jeanete Corredor, e o professor da Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS), Mario Baibich, físico brasileiro que integrou a equipe de Albert Fert no trabalho vencedor do Nobel de Física.  

O quarteto de cordas formado por Márcio Ceconello, Renata Bernardino, Álvaro Aguirre e Tácio Vieira foi responsável pela trilha sonora da cerimônia. 

Universidade científica e integrada com a sociedade 

Em seu discurso como laudatio, o coordenador do Programa de Pós-Graduação em Engenharia e Tecnologia de Materiais da Escola Politécnica, Eduardo Cassel, destacou a trajetória e a importância de Broto para o desenvolvimento da ciência. O professor ainda salientou a visão do homenageado de que é preciso a construção de universidades fortes, científicas e integradas com a sociedade, sendo a pesquisa de alta qualidade um princípio fundamental para esses requisitos. 

“A coragem de investigar o não existente leva a novidades na ciência que terão repercussão no dia a dia da sociedade. Mas, primeiro, é preciso ousar para se chegar a lugares não alcançados antes. Em uma época em que o rigor acadêmico e a inspiração investigativa livre estão em declínio devido a uma lógica de aplicação imediata dos resultados das pesquisas aos desejos do mercado, a trajetória do professor Broto é um exemplo de realização acadêmica e um pouco de luz para reflexão”, ressaltou Cassel.  

O reitor da PUCRS, Ir. Evilázio Teixeira, reforçou a honra da Universidade em ter Jean-Marc Broto na galeria de Doctor Honoris Causa. “Estamos honrados em tê-lo como amigo desta Universidade que passa a ser também a sua casa. Que seu trabalho siga iluminando todos/as aqueles/as que buscam o conhecimento e a sabedoria para que a natureza e a humanidade, por meio das tecnologias, formem um só corpo horizonte da preservação de todas as formas de vida e harmonia para um mundo mais sustentável”. 

Jean-Marc Broto

Foto: Giordano Toldo

Durante a cerimônia, Broto agradeceu a PUCRS pelo título e relembrou o intercâmbio científico e a parceria acadêmica com a professora Sandra Einloft. “Há 10 anos Sandra conheceu para um PhD na Comissão de Energia Atômica, o professor François Martin, que era diretor de um laboratório em Toulouse, e membro da faculdade de ciências da qual eu era reitor. Eles decidiram tentar trabalhar juntos misturando suas pesquisas, que estão longe uma das outra. Esta colaboração contou com a contribuição do então reitor da PUCRS, Joaquim Clotet, e de Elisabeth Soulié, secretária geral do laboratório GET em Toulouse. Aliás, o mundo é pequeno porque Sandra, como eu, teve a chance de trabalhar e pertencer a equipes cujos diretores ganharam prêmios Nobel, um de química, professor Yves Chauvin, e outro de física, professor Albert Fert”, contou. 

O homenageado ainda destacou que a colaboração entre a PUCRS e a universidade francesa na produção de teses e artigos científicos.  

“Esses intercâmbios entre universidades são muito importantes para as políticas internacionais de pesquisa”, afirmou Broto.  

Doctor Honoris Causa 

O título de Doutor Honoris Causa é concedido à personalidade que tenha se distinguido pelo saber ou pela atuação em prol das artes, das ciências, da filosofia, das letras ou do melhor entendimento entre os povos. Trata-se da distinção honorífica de maior reconhecimento acadêmico de uma universidade, outorgado a quem reconhecidamente reúne tantas virtudes.

Confira as imagens da cerimônia


Leia Mais Veja todas