Edital Cultura no Campus traz crianças e adolescentes para dentro da Universidade

Turmas diferentes foram trazidas ao Campus da PUCRS para ouvir sessões de contação de histórias e realizar oficina de criatividade

08/12/2023 - 11h25

Taís Batista na Oficina Contação de histórias: Carolina, uma menina corajosa para o Colégio Marista Champagnat / Foto: Luiza Rabello

Entre os meses de outubro e novembro, dois projetos culturais de estudantes da Universidade trouxeram crianças e adolescentes ao Ateliê PUCRS Cultura. Um deles foi o projeto Contação de histórias: Carolina, uma menina corajosa idealizado pela doutoranda em História Taís Batista; e o outro foi o projeto Oficinas criativas no contraturno escolar, organizado por Ana Carolina Madureira Machado, Andrezza Tartarotti Postay, Lara das Virgens Ribeiro, Liz Ribeiro Diaz e Waleks Rodrigues Santos, sob orientação da professora da Escola de Humanidades Janaína Baladão.  

As iniciativas foram viabilizadas através da primeira edição do Edital Cultura no Campus, que selecionou nove propostas de atividades culturais desenvolvidas por estudantes da PUCRS para compor a agenda da Universidade ao longo do segundo semestre de 2023. Conheça as iniciativas:   

Carolina de Jesus para crianças 

O projeto Contação de histórias: Carolina, uma menina corajosa foi idealizado pela doutoranda do Programa de Pós-Graduação em História (PPGH) da PUCRS Taís Batista promoveu cinco sessões de contação do livro infantil Carolina Maria de Jesus (Mostarda, 2019). Duas escolas foram contempladas pelo projeto, sendo uma delas o Colégio Marista Champagnat, onde aconteceram duas sessões de contação de história no dia 26 de outubro. A outra foi a Escola Municipal de Ensino Fundamental Dolores Alcaraz Caldas, que no dia 9 de outubro, quatro turmas de ensino fundamental e jardim foram contempladas. No dia 17 de novembro, o projeto encerrou com uma sessão aberta ao público.  

O livro contado por Taís Batista fala sobre Carolina Maria de Jesus, uma das maiores escritoras da literatura brasileira. Durante a atividade, os/as alunos/as também tiveram uma experiência sensorial com grãos de café, e com isso os/as estudantes conseguiram mergulhar no universo da história.  

“A presença sensível da contadora Tais garantiu não apenas o envolvimento das crianças durante toda a atividade, mas também permitiu uma vivência com significado, explorando os diferentes sentidos. Tais transformou um texto que poderia ser considerado difícil para nossas crianças (em termos de forma e conteúdo), em um conto mágico sobre coragem e realização de sonhos”, explicam as professoras Bárbara Farina e Alexandra Padilha, que acompanharam as turmas da Escola Dolores Alcaraz Caldas.  

Foto: Luiza Rabello

A atividade buscou proporcionar um momento de integração das crianças com os espaços da Universidade, além de contribuir para estratégias de incentivo à leitura de obras literárias produzidas por mulheres.  

Leia mais: 5 livros para conhecer escritoras negras brasileiras 

Oficinas Criativas no Contraturno Escolar  

Inicialmente, o projeto Oficinas Criativas no Contraturno Escolar foi realizado em três encontros nas dependências da instituição Casa Madre Giovanna, localizada no Campo da Tuca. Os/as participantes, crianças e adolescentes entre 7 e 16 anos, foram convidados a escrever histórias em um formato de livro, utilizando colagens e desenhos para a confecção de suas próprias capas. De relatos de vida a criações ficcionais envolvendo monstros, princesas e inteligência artificial, os trabalhos realizados pela turma partiram de estímulos criativos oferecidos pelos estudantes da PUCRS que organizaram o projeto – graduandos e pós-graduandos na área de Escrita Criativa.   

Para encerrar as atividades, os/as estudantes da Casa Madre Giovanna que já haviam participado das primeiras oficinas, vieram ao campus no dia 28 de novembro. Além de oferecer mais experimentações com escrita, desenho e colagem, o encontro promoveu uma contação de histórias conduzida por João Vitor Klein e uma atividade de percussão corporal com Ana Carolina Machado. Como registro do projeto, alguns dos trabalhos criados no decorrer das oficinas seguem expostos pelas paredes do Ateliê PUCRS Cultura.

Leia também: Professor de Escrita Criativa publica livro sobre o Ernest Hemingway na Feira do Livro de Frankfurt, na Alemanha 


Leia Mais Veja todas