Observatório de Aves

Quem somos

Idealizado pelo Comite de Gestão Ambiental da PUCRS em 2015, o Observatório de Aves se consolida como um programa estruturado em três pilares: pesquisa, educação e conservação ambiental. Com estação no Centro de Pesquisas e Conservação da Natureza Pró-Mata, o programa tem como objetivo principal a realização de pesquisa acadêmica envolvendo a comunidade.

Nossa Missão

Promover a conservação da natureza e seus ecossistemas através da pesquisa com aves, educação e ciência cidadã.

Nossa Visão

Consolidar-se como um programa autossustentável, que promova a conservação do meio ambiente através de pesquisa de longa duração com aves, educação e engajamento da população, atuando no Pró-Mata e campi da PUCRS ou em rede com outros Observatórios Nacionais e Internacionais.

Ave Símbolo

Corocochó, Carpornis cucullata ave típica da floresta atlântica do Sul do Brasil. (Foto: Márcio Repenning).

Corocochó, Carpornis cucullata. (Foto: Márcio Repenning).

 

O Corocochó (Carpornis cucullata) é uma ave endêmica, restrita às porções conservadas da Mata Atlântica, de grande beleza e que pode ser observada por qualquer pessoa na copa das árvores.

Sua presença comove pela beleza, simplicidade do canto (a repetição de seu nome) e características comportamentais únicas. Por se alimentar de frutos é um importante dispersor das sementes, atuando na manutenção da floresta.

 

 


Galeria de Imagens

 

Corocoxó (Carpornis cucullatus), fêmea.
Foto: Acervo Observatório de Aves PUCRS

Arapaçu-de-bico-torto (Campylorhamphus falcularius).
Foto: Acervo Observatório de Aves PUCRS

Saíra-de-sete-cores (Tangara seledon), macho.
Foto: Acervo Observatório de Aves PUCRS

Araponga (Procnias nudicollis), macho.
Foto: Acervo Observatório de Aves PUCRS

Araponga (Procnias nudicollis), macho.
Foto: Acervo Observatório de Aves PUCRS

Maria-preta-de-garganta-vermelha (Knipolegus nigerrimus), fêmea.
Foto: Acervo Observatório de Aves PUCRS

Cabecinha-castanha (Pyrrhocoma ruficeps), macho.
Foto: Acervo Observatório de Aves PUCRS

Sanhaçu-frade (Stephanophorus diadematus).
Foto: Acervo Observatório de Aves PUCRS

Tovaca-de-rabo-vermelho (Chamaeza ruficauda).
Foto: Acervo Observatório de Aves PUCRS

Tangará (Chiroxiphia caudata), macho.
Foto: Acervo Observatório de Aves PUCRS

Tangará (Chiroxiphia caudata), macho.
Foto: Acervo Observatório de Aves PUCRS

Pinto-do-mato (Hylopezus nattereri).
Foto: Acervo Observatório de Aves PUCRS

Estalinho (Phylloscartes difficilis).
Foto: Acervo Observatório de Aves PUCRS

Saíra-preciosa (Tangara preciosa), asa aberta do macho.
Foto: Acervo Observatório de Aves PUCRS

Saíra-de-sete-cores (Tangara seledon), asa aberta do macho.
Foto: Acervo Observatório de Aves PUCRS

Beija-flor-de-fronte-violeta (Thalurania glaucopis), fêmea.
Foto: Acervo Observatório de Aves PUCRS