Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul

Cursos,Especialização,Extensão,MBA,Idiomas,Educação,Vestibular,Pós-Graduação,Educação

Cursos

Graduação

Pós-Graduação

MBA

Vestibular

Estudantes da Informática vencem competição nacional

Hackathon Globo ocorreu no último final de semana

17/05/2017 - 08h30
Hackathon Globo

Fabio e Bruno ao centro
Foto: Helton Simões Gomes/G1

Os estudantes da Faculdade de Informática Bruno Bulso e Fabio Barboza, que também são empresários da Kobe, startup instalada no coworking da Incubadora Raiar da PUCRS, integram a equipe vencedora do Hackathon Globo, uma das maiores maratonas hackers do Brasil. O objetivo da disputa é propor uma solução inovadora para produção e distribuição de conteúdo para a Globo em suas diferentes plataformas (G1, GShow, Globo Esporte e Globo Play). Os alunos eram os únicos gaúchos da competição, que contava com participantes de todo país.

A terceira edição do evento, que ocorre anualmente, teve mais de dois mil inscritos e a seleção foi dividida em várias etapas. Após análises de capacitação profissional, experiência em eventos semelhantes e uma  entrevista via telefone, 51 pessoas foram escolhidas. Os integrantes foram divididos em treze equipes e contaram com suporte de um time multidisciplinar de mentores da Globo e ex-hackathoners. “A gente falava a nossa ideia e era direcionado para conversar com pessoas que eram especialistas naquela área’’, explica Barboza.

Após 33 horas de confinamento na casa do reality show Big Brother Brasil, o grupo criou o aplicativo Globo Memes. O app possibilita que usuários, através de tecnologia chroma key (técnica de efeito visual onde imagens são sobrepostas através do anulamento de uma cor padrão), se insiram em cenas de produções da Globo. Segundo o empresário, o Globo Memes possui aplicabilidade em todas as plataformas da emissora. Também fizeram parte da equipe Bruno Faganello e Jean Marinho. Os quatro vencedores ganharam uma viagem de três dias para o Vale do Silício, que ocorrerá entre outubro e novembro desse ano.

Barboza frisou a importância da competição para estabelecer conexões com hackathoners e profissionais da área. “Foi uma experiência única. O contato com técnicos e a convivência com os engenheiros da Globo proporcionaram uma troca muito legal’’ conclui.

Compartilhe

Outras notícias Ver todas

  • Últimas publicadas
  • Mais lidas