22/10/2020 - 10h05

Protetores faciais produzidos no Tecnopuc em parceria com Projeto GRU são entregues nas áreas de saúde da PUCRS

Mais de 5.700 protetores faciais já foram entregues para o Hospital São Lucas da PUCRS (HSL) e para áreas de pesquisas em saúde da Universidade. Somente nesta última semana foram entregues 1.500 protetores faciais para a o HSL e área de pesquisa em saúde da PUCRS. A doação veio de uma parceria entre o Parque Científico e Tecnológico da PUCRS (Tecnopuc) com o Projeto GRU e empresas do grupo. Este esforço de atender as demandas da área de saúde e social da Universidade e ajudar entidades parceiras da área de saúde, hospitais e clinicas de atendimento infantil e de idosos integra a ação de abertura dos Laboratórios do Tecnopuc, como Tecnopuc Fablab, Tecnopuc Usalab e Tecnopuc Crialab, com o Centro de Apoio ao Desenvolvimento Científico e Tecnológico da PUCRS (Ideia). Para participar, é necessário preencher o formulário disponível neste link: bit.ly/labs_tecnopuc. No total, já foram entregues mais de 17.500 protetores faciais, contribuindo para o enfrentamento da pandemia que atinge a todos, em especial para a proteção dos profissionais da área de saúde e da assistência social.

Alexandre de Moura Duarte, coordenador do Projeto GRU, conta que a interação foi solicitada pelo Superintendente de Inovação e Desenvolvimento da PUCRS, Jorge Audy. “E então eu fiz a ponte com os fabricantes. A Controil – RANDON teve pronta disponibilidade para atender”, explica. Sobre a ação, ele diz que se sente honrado por trabalhar nesse projeto: “Em março, numa sexta-feira, quando nosso país se fechou, fui para casa como todos brasileiros e olhei minha família sem saber ao certo o que nos esperava. Na segunda-feira, respondi ao pedido de ajuda de desenvolvimento de um protetor facial em São Paulo e, em menos de 24 horas, reunÍ as empresas à uma iniciativa que os makers haviam iniciado. Em 5 dias iniciamos o try-out da ferramenta e a produção em larga escala de 600 peças por dia. Trabalhamos em uma média de 12 a 18 horas diárias nos 3 meses. Fomos unidos por um propósito único de juntar forças para munirmos nossos “heróis” da linha de frente. Sem ter diferenças, houve uma integração total em torno do propósito. Toda interação foi feita virtualmente, poucos se conheciam, e foi unindo as pessoas da minha rede que formamos esse grande time”, acrescenta Duarte.

O coordenador do Projeto GRU ainda afirma que o time trabalha de diferentes estados com competências variadas, e cada um assumiu seu papel naturalmente. O único trabalho como coordenador, segundo ele, foi alinhar as informações e dar cadência as demandas. O GRU chegou a 11 estados. No RS, foram produzidos mais de 550.000 protetores faciais, e juntando as iniciativas de outros estados, 770.000 protetores faciais. “Sinto orgulho de ter conhecido todas essas pessoas que fizeram isso acontecer, mostraram uma qualidade humana fantástica contra o efeito inexorável da Covid-19”, finaliza.

Saulo Bornhost, diretor técnico do HSL, destaca: “Essa aproximação do Tecnopuc e do Hospital São Lucas da PUCRS tem auxiliado na proteção das equipes de saúde, como por exemplo com a produção de máscaras proteção, que desde o início da pandemia estão sendo fundamentais. É a união do ecossistema da PUCRS mostrando seu potencial e atuando em conjunto”. Izadora Silveira, Gerente de Captação de Recursos e Projetos, ainda comenta: “Mais uma vez, nos unimos pela solidariedade! São momentos de dificuldade que nos unem em torno de um objetivo comum. E são gestos como esses de pessoas engajadas em fazer o bem, com atitudes nobres, que devem ser reconhecidos por todos”.

Solimar Amaro, Relações Institucionais da Universidade e responsável pelas entregas dos protetores faciais, reforça a gratidão de representar a Universidade na entrega dos materiais. “Nosso Hospital São Lucas está empenhado em fazer o melhor para todos, com uma equipe de guerreiros que não mede esforços para combater o avanço da pandemia!”, salienta Amaro.

Jorge Audy, Superintendente de Inovação e Desenvolvimento da PUCRS, reforça: “seguimos estabelecendo parcerias visando nos permitir, como Universidade e ecossistema de inovação, atender parte das muitas demandas que temos recebido desde março deste ano. A parceria com o Projeto GRU e com a RANDON foi fundamental para viabilizar o atendimento destas demandas. Os Coordenadores do Projeto GRU, Alexandre Duarte e Carla ten Caten, têm sido parceiros maravilhosos, ajudando nos momentos mais críticos de demandas emergenciais para a área de saúde, tanto na parte assistencial como de pesquisa”. 

Laboratórios do Tecnopuc

Segundo Flavia Fiorin, executiva do Tecnopuc e responsável pela gestão das demandas dos laboratórios, com estes protetores faciais já são mais de 17.500 mil doações realizadas, entre produção própria no Tecnopuc Fablab e doações do Projeto GRU e parceiros. De acordo com Flavia, até o momento foram mais de 190 demandas da sociedade inscritas, cerca de 130 instituições atendidas. “São solicitações de mais de 30 mil protetores faciais, além de 16 solicitações de apoio ao desenvolvimento de produtos. Estamos atendendo diversas instituições das áreas sociais e da saúde, como Hospital São Lucas da PUCRS, Hospital de Pronto Socorro, residenciais geriátricos, entre outros”, conta.

Compartilhe

Leia Mais Veja todas

Últimas Notícias

Veja todas notícias