01/07/2015 - 10h51 - Por: Redação Tecnopuc

Tecnopuc promove intercâmbio empreendedor

Ação faz parte de programa da EBN

Durante três meses, Harry Aslam estará trabalhando e trocando experiências com as mais de 120 organizações instaladas no Parque Científico e Tecnológico da PUCRS (Tecnopuc). O projeto que o trouxe para o Brasil, o Connect, funciona como um intercâmbio empreendedor e visa ampliar e estimular o desenvolvimento do empreendedorismo. O Connect é uma realização da European Business and Innovation Centre Network (EBN) e da Comissão Europeia. No Brasil, a responsável por articular a realização do programa é a Anprotec.

Aslam veio da Escócia, onde trabalha na indústria da moda, articulando o controle e desenvolvimento dos padrões de bem-estar dos trabalhadores e desempenho ambiental das fábricas de vestuário. A empresa do escocês já tem negócios firmados na Ásia, Norte da África e Europa, mas a América do Sul ainda não fazia parte de sua cartilha de parceiros. Com a vinda para o Brasil, o jovem empresário de 27 anos pretende conhecer a cultura do País para prospectar futuras alianças. “O ecossistema daqui é muito interessante e a cultura de negócios é bastante diferente”, observa.

Durante o primeiro mês no Brasil, Aslam buscou explorar os processos do mercado, através de encontros com empresários e visitas a algumas empresas. Para ele, a experiência de explorar as novas tendências e novidades da moda local despertaram novas ideias de negócios. “Trabalhar no Tecnopuc me permite explorar e desenvolver oportunidades de network pessoalmente e conhecer um mercado com características bem específicas”, disse. Os meses seguintes foram dedicados a criação de um novo modelo para o seu negócio, adaptado com os conhecimentos obtidos durante o intercâmbio.
O Connect e o Tecnopuc
O Connect seleciona jovens empreendedores para emergirem no mercado brasileiro. Eles são recebidos por empresários que atuam como mentores, auxiliando os intercambistas a fortalecer suas competências, além de compartilhar experiências e ideias de negócios. O programa está alinhado à atuação do Tecnopuc, que estimula a Internacionalização, promovendo sinergias econômicas, políticas e culturais entre diferentes países. A Anprotec (Associação Nacional de Entidades Promotoras de Empreendimentos Inovadores) é parceira da EBN e apoiadora do Connect na ligação entre Brasil e a Europa. O Tecnopuc faz parte da rede de mais de 300 ambientes de inovação associados na Anprotec no Brasil.

Focado em contribuir para a formação de organizações com um olhar global, o Tecnopuc conta com programa de softlanding, facilitando o acesso de empresas parceiras a países de interesse. Da mesma forma, empresas estrangeiras têm apoio para ingressar no mercado brasileiro, contando com consultoria comercial, jurídica e operacional, como o aluguel de salas, contatos com instituições de interesse, entre outros aspectos que facilitem a entrada no País. Essa aproximação não beneficia apenas as empresas interessadas em se estabelecer fora do Brasil, mas também as que desejam conexões internacionais, mesmo permanecendo por aqui. Atualmente o Tecnopuc possui parcerias de internacionalização com mais de 150 ambientes de inovação espalhados pelo mundo. Além disso, abriga empresas de porte mundial e recebe eventos internacionais.

Compartilhe

Leia Mais Veja todas