22/07/2021 - 16h08

5 atitudes para agir de forma ética com o meio ambiente

Curso de extensão gratuito promovido pela PUCRS propõe pensar os desafios ecológicos sob a perspectiva interdisciplinar

meio ambiente, natureza

Curso online e gratuito promovido pela PUCRS propõe pensar as questões ecológicas de forma interdisciplinar / Foto: Unsplash

A restauração e conservação do meio ambiente depende da adoção de medidas não só na dimensão ambiental, mas também as dimensões política, econômica e financeira, envolvendo a sociedade como um todo. Todos e todas somos responsáveis pela adesão de atitudes éticas que contribuam com a preservação da natureza e da vida. 

Publicado em fevereiro deste ano pelo Programa das Nações Unidas para o Ambiente, o relatório Fazer as Pazes com a Natureza destaca o vínculo entre os desafios ecológicos, sociais e de desenvolvimento humano e apresenta um guia de base científica para a sociedade enfrentar, de forma integrada, as crises interligadas do nosso tempo: crise climática, crise ecossistêmica, excesso de produção e de consumo, desperdício de recursos e excesso de desperdício, poluição, pobreza e desigualdade.  

Ou seja, precisamos pensar cada vez mais de forma interdisciplinar as alternativas para contribuirmos para a sustentabilidade frente às crises. Coordenador do curso gratuito Questões ecológicas em perspectiva interdisciplinar, que está com inscrições abertas, o professor Nuno Castanheira elencou cinco atitudes que cada um de nós pode adotar para promover uma transformação social e de conservação da natureza. Confira: 

1. Repensar escolhas e participar de ações de preservação 

Faça escolhas amigas do clima, principalmente no que diz respeito ao consumo, e procure se informar sobre as emissões de carbono de cada decisão e atividade. Envolva-se nas ações locais e nacionais de conservação e recuperação de ecossistemas, em redes de governança e em campanhas de conscientização. Participe de ações comunitárias de limpeza de espaços públicos. Recicle e descarte corretamente os seus resíduos.  

2. Apoiar a sustentabilidade dentro dos negócios  

Incentive o comércio justo e empresas, produtos e serviços sustentáveis. Apoie projetos e negócios que promovam o cumprimento dos Objetivos de Desenvolvimento Sustentável no Brasil e no mundo. Opte por não incentivar indústrias, produtos e serviços insustentáveis e que geram impactos negativos para o meio ambiente, como, por exemplo, aqueles que utilizam combustíveis fósseis. 

3. Ter uma alimentação saudável (para você e para o meio ambiente) 

Opte por uma dieta saudável e sustentável, contribuindo para a redução dos impactos ambientais na produção de alimentos (por exemplo, reduza o consumo de carne, principalmente bovina). Reduza o desperdício e consuma alimentos produzidos de forma sustentável. Valorize a produção local e orgânica. 

4. Cuidar das águas 

Reduza o desperdício, recolha água das chuvas e reutilize a água residual, como por exemplo da máquina de lavar, para fins como descarga de banheiros, lavagem de pisos, entre outros. Além disso, apoie sistemas locais de produção e distribuição limpa e segura de água. 

5. Reduzir o consumo de energia 

Reduza o consumo energético e escolha energia limpa sempre que possível. A geração energia possui diversos impactos ambientais, por isso, reduzir o consumo é fundamental para diminuição da agressão a natureza. 

Leia também: 5 formas de melhorar a eficiência energética em empresas e indústrias 

Sobre o curso 

Ao longo das aulas, que acontecem de 4 de agosto a 3 de novembro, sempre às quartas-feiras, o curso gratuito  Questões ecológicas em perspectiva interdisciplinar irá analisar e propor alternativas para os desafios urgentes e difíceis que forçam a uma reconfiguração dos referenciais da existência humana. A capacitação é online e está com inscrições abertas. 

Saiba mais e inscreva-se

Compartilhe

Leia Mais Veja todas

Últimas Notícias

Veja todas notícias