Linhas e estruturas de pesquisa

ÁREA DE CONCENTRAÇÃO

Sinais , Sistemas e Tecnologia da Informação
Nome Descrição
Engenharia Biomédica A Engenharia Biomédica combina princípios e conceitos das ciências exatas e das ciências da saúde, de forma multi e interdisciplinar, com vistas ao desenvolvimento de soluções inovadoras para a monitorização, a prevenção, o estudo da fisiologia, o apoio ao diagnóstico, o manejo e a terapia de condições clínicas e doenças crônicas e agudas. A linha de pesquisa em Engenharia Biomédica envolve estudos sobre a aplicação de sistemas de engenharia (modelamento fisiológico, simulação e controle) na análise de problemas biológicos; a detecção, a medição e o monitoramento de sinais fisiológicos (biosensores, instrumentação e imageamento biomédico); o apoio ao diagnóstico baseado em técnicas de processamento de sinais e imagens médicas; o desenvolvimento de procedimentos e dispositivos terapêuticos, farmacêuticos e de reabilitação; a concepção de dispositivos para substituição, manutenção ou aumento de determinadas funções orgânicas (órgãos artificiais); a análise computacional de dados clínicos (informática médica, banco de dados e técnicas de inteligência artificial); a criação de novos produtos biológicos e instrumentos de diagnóstico para análises de produtos sanguíneos; o desenvolvimento e a implementação de novos sistemas de telemetria para monitoração de pacientes.
Sistemas de Computação, Controle e Automação Esta Linha de Pesquisa dedica-se ao projeto de sistemas integrados com ênfase no desenvolvimento de metodologias de teste e de tolerância a falhas capazes de garantir a robustez dos mesmos. Em especial, a Linha de Sistemas de Computação baseia-se no desenvolvimento de sistemas integrados através do uso de hardware reconfigurável (Field Programmable Gate Array - FPGA), bem como de ASICs (Application Specific Integrated Circuits) e COTS (Components of the Shelf). Além disso, aborda pontos relacionados à otimização de Circuitos Integrados (Cls), tais como Low Power-, Aging- e Temperature-Aware Design e ao desenvolvimento de ferramentas de Electronic Design Automation (EDA). A Linha dedica-se também a desenvolver técnicas em hardware e software para o projeto de Systems-on-Chip (SoC) robustos à Interferência Eletromagnética (Electromagnetic Interference - EMI) e radiação ionizante. Recentemente, a Linha tem enfocado o estudo de tecnologias emergentes, tais como o grafeno, para o projeto de CIs. A partir de janeiro de 2020, esta Linha também passa a realizar pesquisa básica e aplicada nas áreas de sistemas de controle e automação, incluindo também a preocupação de aumento da robustez e confiabilidades destes sistemas, visando aplicações críticas, como por exemplo o setor de prospecção e produção de petróleo e gás (sistemas de monitoramento e controle em linhas de gasodutos e oleodutos, dentre outros). São estudadas as diversas etapas no projeto de sistemas de controle, desde a modelagem e identificação de sistemas, à análise e projeto de controladores visando o desempenho seguro e eficiente das mais variadas aplicações. Os principais tópicos de pesquisa incluem: desenvolvimento de controladores avançados voltados ao desempenho e robustez, à modelagem e identificação de sistemas complexos e à análise de sistemas não-lineares. Notadamente, esta Linha também possui aplicação imediata na indústria aeroespacial (sistemas de navegação autônoma - UAVs) e automobilística (veículos inteligentes), dentre outras.

ESTRUTURAS DE PESQUISA

Grupos de Pesquisa
Laboratórios de Pesquisa
Nome Coordenador
Laboratório de Avaliação e Pesquisa em Atividade Física (LAPAFI) RAFAEL REIMANN BAPTISTA
Laboratório de Computação em Imagens Médicas (MEDICOM) ANA MARIA MARQUES DA SILVA
Laboratório de Excelência em Eletrônica, Automação e Sistemas Embarcados de Alta Confiabilidade (LEASE) FABIAN LUIS VARGAS
Laboratório de Sistemas Autônomos - LSA RAFAEL FRAGA GARIBOTTI
Núcleos de Pesquisa
Nome Coordenador
Não existe conteúdo cadastrado
Centros de Pesquisa
Nome Coordenador
Não existe conteúdo cadastrado