Grupo de Pesquisa em Diagnóstico por Imagem

O grupo de pesquisa em Diagnóstico por Imagem tem por finalidade precípua divulgar o conhecimento científico na área de radiologia, discutir os avanços pertinentes a cada especialidade, desenvolver atividades de caráter didático-pedagógico, técnico-científico e de interação com a comunidade acadêmica e com a sociedade. Além disso, visa estabelecer a cooperação mútua com centros nacionais e internacionais, tendo como princípios a ética e o compromisso social.

As atividades são desenvolvidas em uma dinâmica de interdependência e complementariedade, buscando qualidade na produção do conhecimento. Entre as principais atividades, destacam-se o aprofundamento dos estudos relacionados aos métodos de imagens nas mais diversas especialidades médicas.

COORDENADOR

Bruno Hochhegger
Professor da Escola de Medicina e do Programa de Pós-Graduação em Medicina e Ciências da Saúde, Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul (PUCRS)

EQUIPE

  • Gabriele Carra Forte – coordenadora adjunta
  • Rubens Gabriel Feijó Andrade – coordenador adjunto
  • Fernando Gazzoni – Professor da Escola de Medicina PUCRS
  • Ricardo Soder – Professor da Escola de Medicina PUCRS
  • Angela Agostini, Luis Carlos Anflor Júnior, Luciano Urnauer – doutorandos
  • João Schambeck, Luana Gonçalves, Tiago Holz – mestrandos
  • Amanda Giongo – bolsista de IC

   

LINHAS DE PESQUISA

  • Neuroimagem nas demências

A demência é uma doença neurodegenerativa heterogênea, cuja etiologia resulta de uma complexa interação entre fatores ambientais e genéticos. O diagnóstico é feito clinicamente com o auxílio de modalidades de teste, incluindo neuroimagem. A geração de imagens de pacientes com declínio cognitivo tem clara utilidade não apenas para diagnósticos de exclusão, mas também para o diagnóstico diferencial de distúrbios neurodegenerativos com base em padrões específicos de atrofia, progressão patológica ao longo do tempo e até alterações fisiológicas.

  • Diagnóstico por imagem e sistema musculoesquelético

As doenças envolvendo o sistema musculoesquelético cursam com diferentes alterações fisiológicas e funcionais. Para tanto, a identificação das alterações morfológicas ou de propriedades elásticas dos tecidos moles com o uso dos métodos de imagem tem se tornado um importante e crescente foco de pesquisa, visando obter uma avaliação mais precisa do grau de dano e do enrijecimento dos tecidos.

  • Rastreamento de câncer de mama

O Instituto Nacional do Câncer estima que para próximo biênio ocorrência seja de quase 60 mil novos casos de câncer de mama no Brasil. A realização de exames complementares para o rastreio do câncer de mama em mulheres com mamas densas já é uma realidade; contudo, selecionar o método mais adequado e com menor impacto econômico ainda é motivo de discussões.

  • Detecção precoce e rastreamento de neoplasia do trato gastrintestinal             

O câncer é a segunda causa de mortes no mundo. No entanto, quando identificado em seus estágios iniciais é mais responsivo ao tratamento, resultando em uma maior taxa de sobrevivência, e menor morbidade e custo de tratamento. O papel dos exames de imagem para a detecção precoce e o estadiamento das neoplasias do trato gastrintestinal tem sido bastante discutido na literatura científica.

  • Inteligência artificial em radiologia

A inteligência artificial em radiologia tem surgido da necessidade de resolver o problema de relatórios em atraso e a falta de radiologistas em ambientes longínquos e de difícil acesso. Se esse sistema puder ser aplicado nesses locais de baixo recurso como uma ferramenta de rastreamento de doenças, os benefícios para os resultados de saúde da população em todo o mundo podem ser extremamente significativos.

  

PRINCIPAIS PROJETOS

  • Métodos de imagem no rastreio de neoplasia do trato gastrintestinal
    Caracterizar o perfil imaginológico dos pacientes submetidos a exames de imagem para rastreamento de câncer do trato gastrintestinal
  • Desempenho diagnóstico da elastografia para avaliação de lesões musculoesqueléticas
    Avaliar o desempenho diagnóstico da elastografia por ressonância magnética nas lesões musculoesqueléticas
  • Papel da inteligência artificial na interpretação dos achados imaginológicos
    Avaliar a acurácia da classificação automatizada dos achados de imagens utilizando algoritmo de aprendizado de alta sensibilidade
  • Correlação clínica e de métodos de imagem para diagnóstico precoce de demências
    Avaliar a demência sob a perspectiva de diferentes métodos e escalas de imagem a fim de propor uma abordagem sistemática para o diagnóstico.
  • Aspectos radiológicos e fisiopatológicos das doenças torácicas
    Avaliar a correlação entre os padrões tomográficos e as alterações clínicas e patológicas das doenças torácicas.

 

PRINCIPAIS ARTIGOS PUBLICADOS

Link dos principais artigos publicados:

Bone mineral density in cystic fibrosis patients using low-dose chest computed tomography: a pilot study

PET-CT has low specificity for mediastinal staging of non-small-cell lung cancer in an endemic area for tuberculosis: a diagnostic test study

Fluorine 18-FDG PET/CT and Diffusion-weighted MRI for Malignant versus Benign Pulmonary Lesions: A Meta-Analysis.

Magnetic resonance imaging of interstitial lung diseases: A state-of-the-art review.

 

CONTATO

[email protected]