Ir Para o Conteúdo Principal Página Principal Página de Acessibilidade Página de Contato Página da PUCRS
  • A- | A | A+
  • Versão Monocromática:

    Ativar | Desativar
Ativar | Desativar

Neste ano, o seminário homenageará a intelectual e ativista negra brasileira, Lélia Gonzalez, falecida no dia 10 de julho de 1994. Assim como diria Katiúscia Ribeiro “ancestralidade é mais que uma reflexão, ancestralidade é um princípio filosófico que rompe os muros da academia”. E não há melhor forma de apresentar o trabalho acadêmico de Lélia do que através de construções de aprendizados onde os conhecimentos científicos se encontrem com os saberes da sociedade. Filósofa, antropóloga, professora, militante do movimento negro e feminista afro-latina-americana, Gonzalez é considerada uma das mais proeminentes intelectuais brasileiras do século XX. Tão múltipla quanto engajada, seus textos evidenciam reivindicações por uma América Latina democrática e igualitária. Porém seu pensamento ainda é pouco explorado na academia. Sua trajetória profissional ganhou destaque internacional a partir de 2015, quando Jules Falquet e Azadeh Kian traduziram a pesquisadora para o francês e apresentaram o caráter descolonizante de seus estudos, centralizando a importância histórica das minorias de poder latinas nas sociedades contemporâneas. Outro motivo para sua homenagem, em um evento que trata das Ciências Criminais e da Literatura, dá-se devido a sua perspicácia de transitar entre o Direito, a Filosofia, as Ciências Sociais e a Psicanálise em prol de uma organização coletiva crítica a razão ocidental. Na atualidade, seu nome é referência para diversos movimentos sociais e influentes pesquisadoras acadêmicas como Angela Davis, Patricia Hill Collins, Carla Akotirene, Djamila Ribeiro, entre tantas outras. Pioneira na pesquisa acadêmica sobre racismo e sexismo no Brasil e importante liderança dos movimentos negro e feminista nos anos 70 e 80, Lélia Gonzalez é uma intérprete do Brasil e uma importante ponte entre a academia e a população brasileira para que possamos, de forma ativa, diminuir preconceitos e valorizar as capacidades, qualidades e potências humanas

  • Refletir sobre as Ciências Criminais e os múltiplos silenciamentos sociais sob o espectro da literatura.
  • Proporcionar um diálogo e debate plural entre conferencistas nacionais com vasta experiência na produção interdisciplinar de Direito e Literatura.

Pesquisadores, professores e alunos dos mais variados Programas de Graduação e Pós-Graduação em Direito, Letras e áreas afins de diferentes Universidades, especialmente aqueles vinculados a grupos de pesquisa, estudo ou linhas de pesquisa que possuam estreita relação com as temáticas transdisciplinares.

4º Seminário Internacional de Ciências Criminais e Literatura: pensar o Direito a partir do Outro – homenagem a Lélia Gonzales  será realizado nos dias 10, 11 e 12 de julho de 2024, na modalidade online, na plataforma Zoom.

Mais próximo ao evento, os dados de acesso serão enviados aos inscritos.

Coordenação

  • Profª Dra. Clarice Beatriz da Costa Söhngen
  • Prof. Dr. Nereu José Giacomolli

 

Comissão Organizadora

  • Aline Santos Barbosa
  • Catarina Almeida Santos Costa
  • Felipe Araújo Chersoni
  • Gabriel Salazar Curty
  • Miguel Souza
  • Magda de Araújo Prates
  • Luísa Giuliani Bernsts
  • Danielle Máio da Silva
  • Lane Alves
  • Luã Jung
  • Taísa Gabriela Soares
  • Yasmin Cordeiro
  • Eduarda Botelho Garcia
  • Ivana Oliveira Giovanaz
  • Renata Guadagnin
  • Anna Frighetto
  • Marcelli Cipriani
  • Rosália Maria Carvalho Mourão
  • Anderson Jankus de Souza

 

Comissão Científica

  • Profª Dra. Clarice Beatriz da Costa Söhngen – Pontifica Universidade Católica do Rio Grande do Sul (PUCRS)
  • Prof º Dr. Nereu José Giacomolli – Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul (PUCRS)
  • Profº Dr. Rodrigo Ghiringhelli de Azevedo – Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul (PUCRS)
  • Profº Dr. José Carlos Moreira da Silva Filho – Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul (PUCRS)
  • Prof º Dr. Augusto Jobim do Amaral – Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul (PUCRS)
  • Prof º Dr. Ricardo Jacobsen Gloeckner – Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul (PUCRS)
  • Prof º Dr. Jayme Weingartner Neto – Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul (PUCRS)

10/07

Horário Atividade
18h30 às 19h

Abertura: Mesa institucional

Draiton Gonzaga de Souza (Decano da Escola de Humanidades da PUCRS)

Ir. Sandro Andre Bobrzyk (Decano da Escola de Direito da PUCRS)

Carlos Eduardo Lobo e Silva (Pró-Reitor de Pesquisa e Pós-Graduação da PUCRS)

Andreia Gonçalves Bandeira (Decana da Escola de Ciências da Saúde e da Vida da PUCRS)

Mediação: Clarice Beatriz da Costa Sohngen (Coordenadora de Desenvolvimento Acadêmico da PUCRS / Coordenadora do Grupo de Pesquisa Gestão Integrada da Segurança Pública-CNPq)

19h às 21h Conferência de abertura

Catarina de Almeida Santos (UNB)

Mediação: Nythamar H. F. de Oliveira Jr. (Coordenador do PPG-Filosofia / Coordenador do Grupo de Pesquisa em Neurofilosofia, InsCer / Coordenador da Rede de Inteligência Artificial Ética e Segura, RAIES / Coordenador RAIP, CNPq / Editor-chefe da revista Veritas)

 

11/07

Horário Atividade
13h30 às 18h Apresentação de Trabalhos GTS
18h30 às 20h

Mesa 1: A importância das narrativas para a compreensão do Outro

Mesa que discutirá as formas de representação do Outro na criminologia e na Literatura a partir do pensar e produzir lógico-filosófico ocidental

Felipe Ramon Navarro Martinez (Professor Associado da Universidade de Málaga. Advogado)

Regina Kohlrausch (Coordenadora de Educação Continuada da Escola de Humanidades da PUCRS e Coordenadora do PPGL da PUCRS)

Leticia do Nascimento (Educadora social e comunitária / Fundadora do Coletivo Mães da Periferia)

Mediação: Aline Santos Barbosa (Mestranda PPG-FIL / Pesquisadora RAIES / Coordenadora GT-Negritudes / Coordenadora NEABI, PUCRS)

20h às 22h

Mesa 2: O Outro do Outro: escrevivências dos feminismos

Mesa que fará uma exposição da hermenêutica do Outro através do princípio da reciprocidade (Simone de Beauvoir) e abordará a representação da mulher negra como o Outro do Outro, devido a opressões raciais e sexuais sofridas (Lélia Gonzalez).

Barbara Sordi (professora Universidad de Sevilla)

Philippe Oliveira de Almeida (Doutor e mestre em Direito (UFMG). Professor do Programa de Pós-Graduação em Direito da UFRJ)

Ananda Marques (Doutoranda em Ciência Política na Universidade de Brasília. Mestra em Ciência Política pela Universidade Federal do Piauí e licenciada em Ciências Sociais pela mesma instituição. Atualmente é assessora do Ministério da Saúde)

Mediação: Luísa Giuliani Bernsts (Doutoranda e mestre em Direito Público pela UNISINOS. Bolsista CAPES/PROEX. Professora de Direito na São Judas Tadeu).

 

12/07

Horário Atividade
13h30 às 18h Apresentação de Trabalhos GTS
18h30 às 20h Mesa 3: O eu a partir do Outro

Mesa que tratará da construção da identidade do Eu individual em relação com a exterioridade a nós mesmos, o Outro.

Jayme Weingartner Neto (PUCRS)

Paulo Ferrareze Filho Doutor em Direito (UFSC). Mestre em Hermenêutica Jurídica (UNISINOS/RS). Professor colaborador do Departamento de Psicologia Social da USP.

Fábio Caprio (PUCRS)

Mediação: Luã Nogueira Jung (Unesa-RJ)

20h às 22h Conferência de encerramento: “Escravidão como sintoma, escravidão como metáfora” desde uma abordagem da escrita.

Ricardo Timm (PUCRS)
Mediação: Renata Guadagnin

 

Carga horária (total do evento/atividade): 20 horas.

Certificado: Será fornecido certificado a todos os que tiverem, no mínimo, 75% de frequência. O registro da presença será feito em todos os encontros das conferências e mesas redondas com um link a ser disponibilizado para assinatura no chat do Zoom.

Categoria Valor
Alunos PUCRS (Graduação) R$ 50,00
Alunos PUCRS (Lato Sensu E Stricto Sensu) R$ 50,00
Alumni PUCRS R$ 60,00
Alunos Externos R$ 80,00
Público Geral R$ 100,00

INSCREVA-SE AQUI

IMPORTANTE: É de responsabilidade do(a) participante, no momento da inscrição, que insira os dados de trabalho (título, autor e todos os coautores, se houver). Caso contrário, não será possível emitir o certificado de “trabalho apresentado”.

Tópicos Datas
Publicação do Edital de Trabalho 29/04
Prazo Final para Submissões de Resumos expandidos 26/05
Divulgação dos Trabalhos aprovados (site do evento) 05/06
Prazo de Inscrição prioritária de participantes com trabalhos aprovados 05/06 a 12/06
Liberação do link de inscrições para todos os públicos 12/06 a 09/07
Envio dos Trabalhos Científicos completos (pós-evento) 29/09

Número máximo de trabalhos por inscrição:

Será admitida a submissão, exclusivamente, de um trabalho por pessoa no evento, independentemente da condição de autoria ou coautoria.

Número máximo de autores:

  • Serão admitidos trabalhos com, no máximo, 02 (dois) autores(as);
  • Serão admitidos 03 (três) autores(as) quando 01 (um/a) deles(as) for o(a) orientador(a) do trabalho, devendo na nota de rodapé o(a) orientador(a) ser identificado como tal.

Precisa constar Orientador?

Consultar o edital

 

Áreas temáticas:

1. Psicanálise – O Outro na psicanálise
2. Interseccionalidade – Pensar o futuro do Direito a partir da interseccionalidade raça-classe-gênero
3. Democracia – “Democracia racial” no Brasil?: Perspectivas críticas do mito nacional
4. Racismo – Desafios jurídicos na construção de um futuro antirracista
5. Direito e Literatura – Ficções do Direito na Literatura
6. Ciências Criminais – As Ciências Criminais do futuro que queremos
7. Direito e Arte – A reinvenção do Direito a partir da Arte
8. Pretuguês/Linguagem – Pretuguês: a linguagem que articula a cultura
9. Educação antirracista – Caminhos para a Transformação: estratégias educacionais antirracistas na interface entre Direito e Literatura
10. Feminismo negro – Narrativas de Resistência: feminismo negro e a (re)construção das Ciências Criminais

Os resumos deverão obedecer aos critérios do edital

 

IMPORTANTE:

É fundamental, no momento da inscrição, que o(a) participante preencha os campos obrigatórios (título, autor, coautores e indicar o orientador). Caso contrário, não será possível emitir o “certificado de trabalho” pós-evento. O link será enviado pela Comissão Organizadora em breve.

 

Acesse aqui a relação de perguntas frequentes.

Mídias Sociais

icone do instagram

Compartilhar