Sinval Freitas de Medina

(Porto Alegre, RS, 1943)

É escritor e foi jornalista e professor. Foi professor/pesquisador da Escola de Comunicações e Artes da USP, tendo sido pioneiro na implantação do Curso de Editoração. Cassado pelo governo militar em 1975, passou a dedicar-se ao jornalismo, trabalhando em empresas jornalísticas como Diários Associados, Editora Abril e Editora Azul.

Seu primeiro livro publicado foi Dicionário da História da Civilização (1969). Mas sua estreia na literatura se deu com o romance Liberdade condicional (1980). Recebeu o Prêmio Zaffari & Bourbon de Literatura em 1999 pelo romance Tratado da altura das estrelas. Além de diversos livros crianças e jovens, ainda publicou os romances Cara, Coroa, Coragem, Memorial de Santa Cruz, O Herdeiro das Sombras, A Faca e o Mandarim, A Batalha de Porto Alegre, O Corcunda de Bizâncio e O Mistério da Estrada de Petrópolis.

Em seu acervo no Delfos, é possível encontrar fotografias, manuscritos, livros, recortes de jornais, documentos oficiais e documentos pessoais.