O Hospital São Lucas da PUCRS conta com uma comissão multidisciplinar responsável pela adoção de medidas preventivas ao novo coronavírus (COVID-19). Diante de um cenário de constante mudanças, nossas ações e protocolos são revisados diariamente seguindo as recomendações dos principais órgãos de saúde nacionais e regionais, para os atendimentos de casos suspeitos de COVID-19. Acompanhe neste espaço todas as orientações e informações oficiais do Hospital.

 

Boletins DiáriosVeja todas os boletins

 



 

Medidas adotadas

 
Todas as medidas adotadas pelo HSL têm como objetivo reduzir o número de pessoas circulando no ambiente hospitalar e focar os esforços das nossas equipes nos atendimentos prioritários neste cenário de epidemia. Saiba mais:

Cancelamento de exames e consultas

Para evitar possíveis contágios, todas as consultas ambulatoriais estão suspensas até o momento. As novas datas serão avisadas aos pacientes por mensagem de SMS. Em caso de dúvidas, entre em contato pelo do telefone (51) 3320-3000.

Suspensão de visitas a pacientes internados

Para proteção dos pacientes que estão internados as visitas estão suspensas por tempo indeterminado. Da mesma forma, não será permitida a circulação de crianças que não estiverem em atendimento no hospital. Para os pacientes internados, será permitido a permanência de apenas um acompanhante.

Alteração no acesso ao hospital

Como medida para restringir o fluxo de pessoas e evitar contágios, os pacientes que precisarem vir até o HSL deverão acessá-lo pela entrada do andar térreo ou pela emergência. As demais entradas estarão isoladas para entrada de público externo.

 

Perguntas frequentes sobre o coronavírus

O Hospital São Lucas, assim como os demais estabelecimentos da área da saúde, está com todos os seus esforços direcionados para as ações preventivas ao coronavírus (COVID-19).
Listamos aqui algumas perguntas importantes que você deve saber sobre como o Hospital está trabalhando e que medidas você deve tomar em caso de suspeitar de infecção por COVID-19.

Estou com sintomas de gripe. Devo procurar o hospital para saber se estou com coronavírus?

É aconselhado procurar o hospital aqueles pacientes que estejam com sintomas agudos como febre, tosse constante e falta de ar. Se você estiver com sintomas leves ligue para Vigilância em Saúde para receber orientações. Porto Alegre: 156. Região Metropolitana e Interior: 150;

Gostaria de fazer o teste para saber se estou com COVID-19 como devo proceder?

O teste de COVID-19 está sendo realizado somente em pacientes que receberem prescrição médica de acordo com os seus sintomas. Nesse caso, o exame não é indicado para pessoas assintomáticas.

Tenho exames e consultas agendados no Hospital São Lucas elas estão mantidas?

Todas as consultas e exames eletivos estão sendo remarcados para evitar uma grande circulação de pessoas no ambiente hospitalar. Em caso de dúvidas, entre em contato conosco através do telefone (51) 3320-3000 e confirme a situação do seu atendimento.

Os pacientes com outras doenças estão sendo atendidos no mesmo ambiente dos suspeitos de COVID-19?

Não. O protocolo de atendimento do Hospital São Lucas prevê salas de atendimentos separadas para pacientes suspeitos de infecção por COVID-19 seguindo as normas de segurança da Vigilância Sanitária.

Tenho um familiar ou amigo internado no hospital, posso visitá-lo?

Para proteção dos pacientes que estão internados as visitas estão suspensas, bem como, não será permitida a circulação de crianças que não estiverem em atendimento no Hospital. Para os pacientes internados, será permitido a permanência de apenas 1 acompanhante.

Devo usar máscaras para me proteger?

As pessoas sem sintomas respiratórios, como tosse, não precisam usar máscara. A Organização Mundial da Saúde (OMS) orienta o uso de máscaras apenas para as pessoas que estão apresentando sintomas ou para os profissionais da saúde que estão realizando tratamento com esses pacientes. A OMS recomenda o uso racional da máscara para evitar o desperdício desses equipamentos de proteção individual.

Lembre-se sempre de manter os cuidados básicos para prevenção do coronavírus:

• Lave bem as mãos com água e sabão. Esse é o modo mais indicado para higienização. Como segunda opção utilize o álcool gel 70%;
• Evite contato próximo com pessoas doentes;
• Se estiver com sintomas de gripe fique em casa. Manter o isolamento social é indispensável para que o vírus não seja transmitido para outras pessoas;
• Cubra a boca e o nariz ao tossir ou espirrar com um lenço de papel;
• Limpe e desinfete objetos e superfícies tocados com frequência;
• Evite locais com aglomeração de pessoas. Nesse momento de elevação do número de casos no Brasil o ideal é que a circulação fora do ambiente residencial seja feita somente em casos extremamente essenciais.

Com a colaboração de todos conseguiremos passar por esse momento delicado e difícil para toda a saúde mundial. Contamos com você!


Como posso me proteger?

 

Lave as mãos com frequência, com água e sabão, ou higienize com álcool em gel 70%.

Evite tocar olhos, nariz e boca com as mãos não lavadas. Ao tocar, lave sempre as mãos com água e sabão.

Ao tossir ou espirrar, cubra nariz e boca com lenço ou com o braço, e não com as mãos.

Não compartilhe objetos de uso pessoal, como talheres, toalhas, pratos e copos.

Se estiver doente, evite contato físico com outras pessoas e fique em casa até melhorar.

Evite aglomerações e mantenha os ambientes ventilados.

 

Como o coronavírus (Covid-19) é transmitido?

A transmissão acontece de uma pessoa doente para outra ou por contato próximo (cerca de 2 metros), por meio de:

 

Gotículas de saliva

Espirro

Tosse

Catarro

Toque ou aperto de mãos

Objetos ou superfícies contaminadas

Quais são os principais sintomas?

O coronavírus (Covid-19) é similar a uma gripe. Geralmente é uma doença leve a moderada, mas alguns casos podem ficar graves. Os sintomas mais comuns são:

FebreTosseDificuldade para respirar

<!– 

Classificação dos sintomas COVID-19, resfriado e gripe

SINTOMAS COVID-19 RESFRIADO GRIPE
Febre Comum Raro Comum
Tosse Comum, em geral seca Às vezes, de forma suave Comum, em geral seca
Fadiga Comum Às vezes Comum
Dificuldade para respirar Às vezes Não Às vezes
Dor de cabeça Menos comum Raro Comum
Dor no corpo Menos comum Às vezes, de forma suave Comum
Dor de garganta Menos comum Comum Às vezes
Calafrios Menos comum Raro Comum
Coriza ou nariz escorrendo Às vezes Comum Às vezes
Espirros Às vezes Comum Às vezes

Fonte: Rosana Richtmann, infectologista da Maternidade Pro Matre Paulista (SP)–>

 

Atendimento geral

(51) 3320.3000
[email protected]