Tecnopuc é selecionado para participar do Ideaz

Iniciativa tem como objetivo apoiar projetos inovadores em fase inicial de todo o País

31/03/2021 - 12h13
Educação impulsiona Porto Alegre como uma das melhores cidades para empreender no País

Espaço de coworking do Tecnopuc / Foto: Camila Cunha

Parque Científico e Tecnológico da PUCRS (Tecnopuc), por meio do Tecnopuc Startups, foi selecionado para participar do primeiro ciclo do Programa Ideaz, que tem como objetivo apoiar a estruturação e o desenvolvimento de projetos inovadores e em fase inicial de todas as regiões do País. Promovendo conexões com incubadoras e aceleradoras ligadas ao programa, a iniciativa é desenvolvida pelo Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas (Sebrae), pela Associação Nacional de Entidades Promotoras de Empreendimentos Inovadores (Anprotec) e pela Secretaria Especial de Produtividade, Emprego e Competitividade do Ministério da Economia (Sepec/ME). 

Entre os dias 2 e 10 março, o programa avaliou 60 inscrições de aceleradoras e incubadoras de todo Brasil. Destas, 15 foram aprovadas para participar do primeiro ciclo do Ideaz, sendo dez incubadoras e cinco aceleradoras. As selecionadas nesta primeira etapa vão atender a projetos de forma virtual e gratuita durante dez semanas. Durante esse período, os projetos receberão mentorias, consultorias, suporte tecnológico, auxílio para a formalização do empreendimento e qualificação dos participantes.   

Programa conta com etapa de capacitação 

Passada a fase de seleção, as equipes de cada incubadora e aceleradora estão passando por um momento de capacitação. “Nas duas próximas semanas, teremos em torno de 20 a 25 horas de capacitação para que consigamos estar plenamente alinhados com a metodologia do programa. Assim, no momento em que os empreendedores forem distribuídos pelos ecossistemas de inovação, poderemos atender de forma uniforme todos esses negócios”, explica o analista de projetos do Tecnopuc Startups, Eduardo Nunes. 

Para ele, esse momento de capacitação do programa está sendo uma oportunidade de conhecer e trocar ideias com outros ecossistemas de inovação. “É muito legal porque os ecossistemas que são referências em desenvolvimento de negócios no Brasil estão todos diretamente conectados pelas pessoas que atuam dia a dia no desenvolvimento destes negócios. A troca tem sido muito rica”, explica. Nunes acredita que a formação também agregará aos programas de desenvolvimento de negócios promovidos pelo Tecnopuc. 

Por fim, Leandro Pompermaier, líder do Tecnopuc Startups, destaca: “Trabalharemos com o foco de que o Tecnopuc é capaz de ajudar e desenvolver negócios inovadores em qualquer lugar do mundo, em um modelo de entrega de valor, conexão e muito foco em negócios”.