Startup do Tecnopuc é escolhida para participar de programa voltado a mulheres

Tummi é uma empresa que busca auxiliar pacientes com câncer em seu tratamento

11/06/2021 - 17h00
Tummi foi selecionada para participar de iniciativa voltada a mulheres

Foto: Pexels

Tummi, startup que integra o ecossistema do Parque Científico e Tecnológico da PUCRS (Tecnopuce o Health Plus Inovation, está entre as selecionadas para participar do Programa Mulheres InovadorasRealizada pelo Finep e pelo Ministério da Ciência, Tecnologia e Inovações, a iniciativa tem como objetivo auxiliar no crescimento de startups lideradas por mulheres e contribuir para o aumento da representatividade feminina no empreendedorismo. 

O Programa selecionou 30 empresas de todas as regiões do País. A startup criou um aplicativo voltado a pacientes com câncer, que registra e organiza os eventos do dia a dia do paciente e disponibiliza relatórios em tempo real a clínicas e médicos. 

A startup Tummique foi uma das escolhidas, é liderada por Alessandra Morelle, médica oncologista e doutora em clínica médica pela PUCRS. O nosso objetivo é evoluir. Ter insights dos avaliadores, adquirir novos conhecimentos que são fundamentais para o sucesso de uma startup. Estamos muito felizes com essa oportunidade e por ser um programa focado em mulheres. Sabemos que, em geral, quando mulheres participam de programas que são mistos elas tendem a participar menos, muitas vezes por timidez, por falta de oportunidade de ser escutada. Então é muito gratificante ter a chance de discutir com outras mulheres, de conhecer outros projetos de empreendedoras, de trocar experiências, de se sentir escutada e acolhida”, conta a líder da startup 

“Precisamos nos ajudar e esse programa vem para isso. Esse mundo dos negócios, tecnologias e inovação ainda é muito masculino. As mulheres recebem menos investimentos quando são líderes de startups e isso precisa mudar” 

Iniciativa do Tecnopuc também é voltada a mulheres empreendedoras 

Assim como o programa que selecionou a Tummi, o Women on the Road, iniciativa do Tecnopuc que conta com o apoio do Banco Regional de Desenvolvimento do Extremo Sul (BRDE), também visa colaborar para a mudança dessa realidade, promovendo o desenvolvimento de startups em estágio inicial, fundadas ou cofundadas por mulheres e provocando conexões que gerem oportunidades de negócio entre empreendedoras do ecossistema. 

No ano passado as startups brasileiras tiveram um recorde no valor de investimentos. De acordo com o Female Founders Report 2021, estudo realizado pela Distrito, Endeavor e B2Mamy, somente 0,4% do total captado foi destinado a startups fundadas apenas por mulheres. Além disso, o mesmo estudo aponta que 9,8% das startups sãlideradas por mulheres, e muitos desses negócios não ultrapassam o estágio inicial por encontrarem dificuldades no processo de validação.