PUCRS tem representação renovada no Conselho Diretor do FNDTC 

Jorge Audy assume segundo mandato como membro do Fundo Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico do Ministério da Ciência, Tecnologia e Inovações 

06/04/2021 - 17h50
jorge audy

Foto: Camila Cunha

O superintendente de Inovação e Desenvolvimento da Universidade e do Tecnopuc, Jorge Audy, foi indicado pela Confederação Nacional da Indústria (CNI) para assumir segundo mandato no Conselho Diretor do Fundo Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (FNDCT) do Ministério da Ciência, Tecnologia e Inovações (MCTIC). Como representante, é responsável, junto ao Conselho, pela definição das políticas, diretrizes e normas para a aplicação correta dos recursos do FNDCT.

Segundo Audy, a representação indica um reconhecimento às ações que os ecossistemas de inovação e empreendedorismo desempenham no processo de desenvolvimento social e econômico do País. Seja no âmbito regional, pela atuação da Rede Gaúcha de Ambientes de Inovação (Reginp), seja no âmbito nacional, pela atuação da Anprotec.

O Conselho Diretor é presidido pelo ministro de Ciência e Tecnologia em exercício e conta com a participação de membros dos Ministérios da Educação; do Desenvolvimento, Indústria e Comércio; do Planejamento, Desenvolvimento e Gestão; da Defesa e da Fazenda. Além disso, participam também representantes das agências Capes, Finep e CNPq; dos trabalhadores das áreas de ciência e tecnologia; das comunidades empresarial, científica e tecnológica; da Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária (Embrapa) e do Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES).

Portas abertas para o desenvolvimento acadêmico e profissional 

Audy ressalta ainda que a representação é, também, o reconhecimento da importância da educação e da inovação na formação acadêmica e profissional no século XXI. A conexão do segmento empresarial e acadêmico, em especial pela área de inovação tecnológica, é uma marca das sociedades que melhor se posicionam hoje nos rankings de desenvolvimento econômico, social e de inovação no mundo.

Em termos locais, os ambientes de inovação e empreendedorismo geram simultaneamente oportunidades de desenvolvimento acadêmico e profissional aos jovens talentos em formação na Universidade. “O Tecnopuc, por exemplo, enquanto parte do ecossistema de inovação da PUCRS, oferece oportunidades para o desenvolvimento acadêmico e profissional de nossos pesquisadores e estudantes, seja na atuação direta nas empresas, via projetos de pesquisa e inovação ou na inserção em projetos locais de desenvolvimento social e econômico, como o Pacto Alegre ou o INOVA RS”, afirma.

Leia também: Interessados em participar do Programa de Modelagem de Negócios do Tecnopuc podem se inscrever até 14 de abril

Sobre Jorge Audy 

Tem ampla experiência em Gestão de Ciência, Tecnologia e Inovação (C,T&I), Ambientes e Ecossistemas de Inovação (Parques Científicos e Tecnológicos) e Interação Universidade, Empresa e Governo. É cofundador do Parque Científico e Tecnológico da PUCRS e ex-presidente da Associação Internacional de Parques Científicos e Tecnológicos e Áreas de Inovação (IASP LA) e da ANPTOTEC.

Audy coordena a Comissão Nacional de Acompanhamento do Plano Nacional de Pós-Graduação, e é membro de diversos conselhos, como o Conselho de Administração da Embrapii (MCTI) e do Conselho Deliberativo Nacional do Sebrae.

Como autor, tem extensa produção bibliográfica, englobando livros, artigos, capítulos de livros e matérias em jornais e revistas. Reconhecido por sua atuação, em 2018 recebeu a Medalha Nacional do Mérito Científico, na classe de Comendador, da Presidência da República Federativa do Brasil e o Título de Cidadão Emérito de Porto Alegre.

Leia também: Educação impulsiona Porto Alegre como uma das melhores cidades para empreender no País