Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul

Cursos,Especialização,Extensão,MBA,Idiomas,Educação,Vestibular,Pós-Graduação,Educação

Cursos

Graduação

Pós-Graduação

MBA

Vestibular

Programa Rocket é lançado em modelo online com novidades

Projeto liderado pelo Idear presta suporte aos alunos interessados por inovação e empreendedorismo

13/05/2020 - 17h19
inovação, empreendedorismo, online, computador

Foto: Unsplash

Em sua terceira edição, o Programa de Empreendedorismo Rocket, do Idear, lançou sua versão na modalidade online, em parceria com a WTF! School, e com apoio do Sebrae. Assim, projetos que obtiveram destaque no ano de 2019 no Torneio Empreendedor e nas Maratonas de Inovação da PUCRS seguem recebendo suporte e orientações. Ambas são realizadas com a ajuda das sete Escolas da PUCRS e o Tecnopuc, com o objetivo de capacitar pessoas e desenvolver projetos.

O conceito do Rocket está fundamentado em estruturar novos negócios através do propósito de cada indivíduo, pensando em gerar impacto social. Para esta edição, o programa foi reformulado e conta com diferentes etapas de desenvolvimento, divididas em módulos. Na primeira parte, é realizado o Design Thinking, Canvas e consultorias agendadas com a mentoria da WTF! School. Na segunda, serão trabalhados aspectos práticos de modelagem de negócios envolvendo produto viável mínimo (MVP), técnicas de apresentação para investidores e Pitch (uma apresentação breve).

 

Novas ideias e formas diferentes de aprender

Para Luana Silva, estudante de Psicologia e integrante de uma das equipes destaque da Maratona de Inovação das Escolas de Ciências da Saúde e da Vida e de Humanidades, o programa está sendo um aprendizado diferente. “Sinto que é uma ótima oportunidade para repensar o produto, coisas que, antes do Rocket, nós não tínhamos parado para pensar”, comenta. Atualmente, a aluna conta com o apoio da colega Laura Brito, estudante de Pedagogia.

Juntas, elas pretendem desenvolver uma camiseta específica para pessoas com autismo, levando em consideração a sensibilidade específica que esse público possui em relação aos tecidos. Hoje, o projeto leva o nome de Sensory-ou.

Para outros estudantes, o processo é um pouco diferente. É o caso de Evellinne Riva, aluna da Escola de Medicina e integrante do projeto InflaHeatlh, que já está pensando na etapa de prototipagem. “Nós sabemos o que é preciso para trabalhar com o projeto, já sabemos como desenvolver”, comenta. Atualmente, existem outros cinco integrantes no grupo: Carolina Knijnik, Gabriela Massoni, Renata Amaral, Alessandro Borges e Roger Fonseca.

Junto com Evellinne, eles(as) foram destaque na Maratona de Inovação das Escolas de Medicina, de Negócios e Politécnica do ano passado. A solução proposta pelo grupo visa facilitar a circulação sanguínea de pacientes acamados através de mecanismos alternativos. No momento, esse processo em hospitais exige um grande esforço físico por parte de enfermeiros para que isso aconteça.

“Projetos de pessoas que iniciam apenas com uma forte vontade de fazer a diferença no mundo têm a possibilidade de ganhar corpo e embasamento para seguirem etapas futuras. O Rocket tem como objetivo ser o início de uma trajetória voltada para a inovação e o empreendedorismo”, comenta a professora Gabriela Kurtz, do curso de Publicidade e Propaganda, da Escola de Comunicação, Artes e Design – Famecos, integrante da equipe do Idear e responsável pelo Projeto Rocket 2020, em parceria com a professora Roberta Motta, do curso Psicologia, da Escola de Ciências da Saúde e da Vida.

 

Quem está fazendo o Rocket?

Parceira nesta edição, a WTF! School busca desenvolver pessoas e acredita no protagonismo como força motriz. De acordo com Felipe Menezes, engenheiro e idealizador da empresa, a iniciativa tem o objetivo de olhar para o futuro, mas tendo em perspectiva o contexto atual. Seguindo essa linha e em consonância com a necessidade do distanciamento por conta da Covid-19, o conteúdo programático do Rocket foi pensado para o contexto digital. “Quando apresentamos o planejamento do Rocket, nós pensamos muito no cenário online de mentorias e sobre qual é o contexto em que estamos inseridos. Isso influenciou bastante na escolha de conteúdos que estão presentes em cada módulo”, destaca.

Para a jornalista e sócia de Felipe na WTF! School, Roberta Ramos, é necessário olhar para outros aspectos, que nem sempre são levados em consideração. “Muitas vezes, quando falamos em educação holística, as pessoas entendem como algo místico, mas na verdade estamos falando sobre unidade, sobre olhar para todos os aspectos que são relevantes”, comenta. Nesse sentido, Roberta ainda fala sobre a importância de entender as organizações exponenciais, um modelo de negócios que está baseado em novos valores e propostas – não necessariamente em tecnologia. Para essas organizações, o valor agregado está na inovação de produto ou processo.

O Projeto Rocket vai até o dia 20 de junho, data da conclusão do segundo módulo. Vale lembrar que essa é uma oportunidade exclusiva para pessoas que participaram do Torneio Empreendedor e das Maratonas de Inovação de 2019 e que foram destaque com seus projetos. Quer saber como participar? Esses dois eventos também vão ocorrer em 2020. Para acompanhar as notícias sobre abertura de inscrições, siga o Idear no Facebook e acompanhe o site: idear.pucrs.br.