Mestrado e doutorado: saiba como se organizar para incluir uma pós-graduação na rotina

Professores da PUCRS dão algumas dicas de como se planejar para iniciar um curso stricto sensu

21/05/2021 - 08h30

É importante se planejar antes de iniciar uma pós-graduação stricto sensu / Foto: Vlada Karpovich/Pexels

Profissionais de diferentes áreas têm buscado cada vez mais por cursos de mestrado e doutorado para evoluírem na carreira. Ao contrário do que se pensava há pouco tempo, a pós-graduação stricto sensu não é algo exclusivo para quem deseja se dedicar à área acadêmica, mas também é uma oportunidade de adquirir conhecimentos para se destacar no mercado de trabalho.

Antes de iniciar um curso de mestrado ou doutorado, é preciso haver planejamento. Entender quanto tempo é necessário dedicar às aulas e aos momentos de estudo, avaliar em qual área deseja se qualificar e compreender o retorno que esse investimento irá trazer no futuro são alguns passos importantes nesse momento.

Pensando nisso, os professores Rafael Reimann Baptista, dos programas de pós-graduação (PPGs) em Gerontologia Biomédica e Odontologia; e Luiz Gustavo Leão Fernandes, coordenador de programas stricto sensu da Pró-Reitoria de Pesquisa e Pós-Graduação (Propesq) e docente do PPG em Ciência da Computação, destacam alguns pontos para se prestar atenção na hora de planejar os estudos.

Escolha um curso que faça sentido para você

Antes de mais nada, é importante escolher um curso de mestrado ou doutorado que esteja alinhado a sua expectativa, seja ela aplicar os aprendizados da pós-graduação na sua atuação profissional ou ampliar conhecimentos em uma área diferente da qual você se graduou. A Universidade está com diversas opções com inscrições abertas até 18 de junho, disponíveis no site Estude na PUCRS, em Cursos > Mestrado e doutorado. Mais informações sobre cada um deles estão disponíveis nas páginas dos PPGs.

Leia também: É possível realizar mestrado ou doutorado em área diferente da graduação?

Defina a linha de pesquisa e o professor ou professora que irá orientar o trabalho

Para escolher a linha de pesquisa, entenda qual das oferecidas pelo PPG do seu interesse mais se relaciona com o tema que deseja estudar. Tendo tomado essa decisão, é importante se certificar de que o professor ou professora por quem deseja ser orientado trabalha dentro de um escopo interessante para sua área de atuação. “Se possível, verifique se a metodologia utilizada por ele ou por ela é compatível com sua maneira de pesquisar, bem como se as expectativas estão alinhadas ao seu momento atual de vida”, indica o professor Baptista.

Quando esses elementos se encaixam, a relação entre aluno e orientador torna-se prazerosa e produtiva para ambos.

Leia também: 

Entenda o quanto você precisará se dedicar

Além do período das aulas, é importante ter em mente que é preciso reservar um tempo para ir além do que é dito pelos professores, realizar os trabalhos das disciplinas e, é claro, para produzir a dissertação, no caso do mestrado, ou a tese, para o doutorado. É importante entender que, conforme o vínculo que o estudante tem com o curso (pagante, bolsista parcial ou bolsista integral), a exigência no que diz respeito à produção de artigos e à presença em eventos pode variar.

“As mudanças no dia a dia de quem ingressa na pós stricto sensu podem ser maiores ou menores. Porém, é válido manter em mente que essas alterações são apenas durante o período do curso e irão proporcionar aprendizado e crescimento, bem como uma qualificação do currículo e aumento da rede de contatos”, destaca Baptista.

Um bom passo inicial para começar a se planejar é conferir os horários das disciplinas que deseja cursar, avaliando quais ajustes serão necessários na rotina. As grades de horários dos cursos estão disponíveis na página de cada PPG.

Estabeleça uma rotina de estudos

Ter definidos dias e horários para estudar é algo que facilita na organização e no gerenciamento do tempo. Algumas ferramentas podem contribuir para isso, como o Trello, para fazer gestão de tarefas e projetos; Doodle para marcar reuniões e orientações; e gerenciadores de referências, como Mendeley e Endnote, que facilitam na hora de aplicar as normas de citações e referências nos trabalhos e para organizar os artigos que serão utilizados na dissertação ou tese

Estabelecer reuniões periódicas com o orientador ou a orientadora, com prazos de entrega possíveis e bem definidos é essencial para que os alunos consigam encaixar um mestrado ou doutorado na rotina – especialmente aqueles que já estão inseridos no mercado de trabalho.

Lembre-se do retorno que essa formação irá trazer

Manter o foco no seu objetivo com essa pós-graduação e pensar nos retornos que alcançá-lo irá trazer pode ser um motivador na hora de se planejar para encaixar um mestrado ou doutorado na rotina. Lembre-se que a realização de um curso stricto sensu, seja mestrado ou doutorado, irá proporcionar um conhecimento mais aprofundado do domínio que você escolheu pesquisar, além de uma maior autonomia e visão mais abrangente.

“Dependendo do seu objetivo, você ainda terá acesso a diversas oportunidades que certamente irão se apresentar durante seu curso, tais como formação de redes de contatos, participação em eventos, acesso ao ecossistema de inovação e empreendedorismo, publicações, acesso a laboratórios de excelência, inserção internacional, entre outras”, destaca o professor Fernandes. 

Conheça os cursos e inscreva-se


Leia Mais Veja todas