Era hiperconectada propõe a busca por soluções nas áreas de educação e comunicação

Maratona de Inovação estimula estudantes a refletir e desenvolver soluções

19/07/2021 - 17h55

sociedade híbrida e hiperconectada, MIP 2021, Maratona de Inovação PUCRSAo mesmo tempo em que cria oportunidades, a hiperconexão da sociedade acentua a desigualdade no acesso à informação e à educação. Durante a pandemia provocada pela Covid-19, esse abismo social foi ampliado, gerando consequências no presente e no futuro, principalmente para a nova geração. 

De acordo com um relatório divulgado em dezembro de 2020 pelo Fundo das Nações Unidas para a Infância (Unicef) e pela União Internacional de Telecomunicações, dois terços das crianças e adolescentes em idade escolar no mundo não possuem acesso à internet em casa. Com a ampliação do ensino remoto devido à pandemia, os dados se tornam ainda mais alarmantes, representando cerca de 1,3 bilhão de meninas e meninos de três a 17 anos com dificuldades para manter os estudos. 

Somente no Brasil, a ausência de conexão afeta quase 5 milhões de crianças e adolescentes, segundo a pesquisa TIC Kids Online 2019. Em uma sociedade híbrida e hiperconectada, a falta de acesso à internet também pode significar menores chances de acesso a oportunidades. No entanto, o impacto não se restringe ao desenvolvimento individual de crianças e adolescentes. Quando a educação de uma geração é comprometida, toda sociedade é afetada. 

Para estimular alunos e alunas a se tornarem protagonistas na construção de soluções para o presente e o futuro na nova era, a  Maratona de Inovação PUCRS (MIP) propõe a reflexão sobre os desafios da hiperconexão e da sociedade híbrida em diferentes áreas. 

Promovida pelas sete Escolas da Universidade, pelo Parque Científico e Tecnológico da PUCRS (Tecnopuc) e pelo Laboratório Interdisciplinar de Inovação e Empreendedorismo (Idear), a MIP acontece entre os dias 23 de agosto e 2 de setembro, de forma online. 

O desafio social da hiperinformação 

Se por um lado milhões de crianças e adolescentes são prejudicados pela falta de acesso à internet, por outro lado uma grande parcela da população é inundada por informações a cada segundo. Nesse cenário, a ausência de curadoria dos conteúdos e a expansão a desinformação também se tornam desafios.  

Porém, a transformação digital, por meio da aplicação de tecnologias de forma escalável e disruptiva, também pode ser um caminho para que essa mudança seja pautada pela sustentabilidade, diversidade e equidade. Ou seja, diante dos desafios do mundo complexo, podemos ser protagonistas na criação de soluções de impacto social positivo. 

Em uma sociedade de hiperinformação, a comunicação possui um papel fundamental para dar sentido as interações em diferentes contextos. Com transformações cada vez mais velozes, a inovação dentro da comunicação é primordial para que esse papel seja cumprido”, aponta o professor Eduardo Pellanda, Agente de Inovação da Escola de Comunicação, Artes e Design – Famecos.  

O professor também ressalta que pensar a comunicação é essencial para o desenvolvimento de novos negócios em todas as áreas. “A multidisciplinariedade é um dos pontos mais ricos que podemos ter em times de trabalho. Quando temos apenas uma forma de visão, teremos sempre a mesma solução. A comunicação, como área, conecta esses diferentes pontos de vista e as informações que estão ao redor”. 

Prepare-se para a nova era 

Acompanhe as redes sociais da PUCRS, do Tecnopuc, do Idear e das Escolas para ficar por dentro de todos os conteúdos sobre a MIP 2021.