Maio evidencia o compromisso com o enfrentamento à violência sexual infantojuvenil

Dia Nacional de Combate ao Abuso e à Exploração Sexual de Crianças e Adolescentes pauta campanha institucional da Rede Marista

11/05/2021 - 10h27

Campanha tem como foco o enfrentamento à violência sexual infantojuvenilO dia 18 de maio é marcado pela Lei Federal nº 9.970/2000 como o Dia Nacional de Combate ao Abuso e à Exploração Sexual de Crianças e Adolescentes, que completa 21 anos de mobilização. Anualmente, diferentes iniciativas são realizadas pelo Comitê Nacional de Enfrentamento à Violência Sexual contra Crianças e Adolescentes, que é a instância com representantes da sociedade e do governo que, entre outras atividades, monitoram a implementação do Plano Nacional de Enfrentamento à Violência Sexual Infanto-Juvenil.

Para além das ações realizadas em maio, a campanha Faça Bonito – Proteja nossas Crianças e Adolescentes é permanente e pode ser acompanhada nas redes sociais (@dia18demaio, no Instagram), e @facabonito, no Facebook) e no site facabonito.org.

Para este ano, estão previstas ações do Comitê Estadual de Enfrentamento à Violência Sexual contra Crianças e Adolescentes (CEEVSCA-RS), que conta com representantes institucionais, com o apoio do Conselho Estatual dos Direitos da Criança e do Adolescente CEDICA-RS, que igualmente possui atuação de colaboradores maristas. Elas podem ser acompanhadas na fanpage da Secretaria de Justiça, Cidadania e Direitos Humanos do RS no Facebook.

Atentos a esse compromisso, a Rede Marista une esforços com a campanha Diálogo para o enfrentamento à violência sexual infantojuvenil, defendendo a promoção e o direto à vida em todas as fases.

Proteção da vida e das infâncias

Buscando participar da construção de uma sociedade mais justa e fraterna, nós, maristas, investimos na consolidação de políticas institucionais de promoção, proteção integral e defesa das crianças, inspirada nos princípios de nosso fundador, Marcelino Champagnat. Assim, de forma pioneira, desde 2012, contamos com o trabalho da Assessoria de Proteção à Criança e ao Adolescente.

Esse é o órgão responsável pela execução das políticas de proteção da instituição e tem como objetivo promover os direitos da criança, por meio de ações de formação e conscientização, como: palestras, oficinas, eventos, participação em reunião da rede de proteção à Criança e ao Adolescente e visitas aos órgãos públicos vinculados aos órgãos legais de proteção.

Práticas de formação e conscientização

Em maio acontece a 2ª Conferência Marista sobre o assuntoPara potencializar o olhar sobre a temática, alguns conteúdos estão sendo abordados no portal e compartilhados com colaboradores e colaboradoras dos Colégios, das Unidades Sociais, da PUCRS, do Hospital São Lucas da PUCRS (HSL) e do Instituto do Cérebro do Rio Grande do Sul (InsCer). Um desses materiais é uma cartilha com perguntas e respostas, que está disponível gratuitamente para download.

Durante o mês de maio, ocorre também a 2ª Conferência Marista sobre Enfrentamento à Violência Sexual Infantojuvenil. Neste ano, ela será voltada a gestores e educadores convidados, no dia 28/5, mediante inscrição prévia.

A Rede Marista possui ainda o Programa Nossos Valores que privilegia, entre outros temas relevantes, a proteção e defesa dos direitos das crianças e dos adolescentes de nossas unidades.

Abaixo, destacamos orientações relevantes para todos os cidadãos, independentemente da área de atuação:

Como denunciar?

Qualquer suspeita de violência sexual deve ser denunciada. Conheça alguns caminhos:

  • Disque 100 (canal disponível para todo o Brasil);
  • Procure a Delegacia de Polícia Especializada ou Comum;
  • Procure o Conselho Tutelar, ou os Centros de Referência Especializado de Assistência Social (Creas) da sua região;
  • Você também pode ligar diretamente para a Polícia (190), ou buscar auxílio junto ao Ministério Público.

Para saber mais sobre o enfrentamento à violência sexual infantojuvenil

Para aprofundar o conhecimento sobre o tema, indicamos ainda o Guia de Referência: Construindo uma Cultura de Prevenção à Violência Sexual – 4ª EDIÇÃO, produzido pela Childhood Brasil (Instituto WCF-Brasil) e disponível online.