Jeferson Tenório, doutorando em Letras da PUCRS, é o patrono da 66ª Feira do Livro de Porto Alegre

Conhecido pela qualidade de suas obras literárias, o escritor e pesquisador dará espaço para histórias reais no evento

01/10/2020 - 11h15
Jeferson Tenório, doutorando em Letras da PUCRS, é o patrono da 66ª Feira do Livro de Porto Alegre

Jeferson Tenório / Foto: Carlos Macedo

Em edição histórica, o novo posicionamento da Câmara Rio-grandense do Livro promete que a 66ª Feira do Livro de Porto Alegre sinaliza o quanto a Literatura pode contribuir para um mundo melhor. Professor, escritor, romancista, pesquisador: conheça Jeferson Tenório, o novo patrono de um dos mais importantes eventos culturais do Brasil e doutorando do Programa de Pós-Graduação em Letras da Escola de Humanidades da PUCRS. 

Além de lançar a primeira edição totalmente online, a Feira do Livro terá o patrono mais jovem de sua história. Aos 43 anos, Tenório carrega o peso da representatividade ao se tornar o primeiro negro a ocupar a posição. Segundo a organização do evento, o reconhecimento “é mérito da habilidade narrativa do escritor, que conduz o leitor por uma prosa densa e rápida, tocando em um tema tão urgente por meio da sensibilidade que a literatura permite”.

O autor conta que, sempre que inicia um livro, sua minha primeira preocupação é contar uma história: “Os temas e as discussões são desdobramentos das minhas intenções estéticas. Quando o público leitor reconhece ali aspectos que dizem respeito às suas realidades, creio que literatura atingiu seu objetivo, que é do tocar as pessoas pela palavra”.

Um caminho sem volta

“Chegamos a um limite da falta de representatividade oriunda do racismo estrutural que impede pessoas negras de ocuparem espaços de poder e de prestígio social. Creio que o próximo passo é o de naturalizar as pessoas negras nesses espaços, até chegarmos a um estágio de não precisaremos mais dizer que o ‘primeiro negro’ conseguiu algo importante”, reforça Tenório sobre a sua expectativa de não se tornar uma exceção.

O papel da pesquisa 

O trabalho acadêmico de Jeferson apresenta aspectos identitários da literatura contemporânea e discute fatores como pós-modernidade, nação, raça e cosmopolitismo: 

“A tese tem como intuito principal pesquisar as representações da figura paterna nas literaturas luso-africanas, de modo a estabelecer comparações epistemológicas entre a representação ocidental e africana. Nesse sentido, o trabalho apresentará um diálogo psicanalítico, filosófico e literário a partir de um recorte temporal das obras publicadas a partir dos anos dois mil”.

PPG em Letras da PUCRS obteve o nível máximo de excelência, com conceito 7 pela Capes, e está com inscrições abertas até 30 de outubro, neste link. 

Trajetória do autor 

Jeferson Tenório, doutorando em Letras da PUCRS, é o patrono da 66ª Feira do Livro de Porto Alegre

Jeferson Tenório / Foto: Carlos Macedo

Com apenas 13 anos o carioca Jeferson Tenório mudou-se para Porto Alegre. Fez sua graduação e mestrado na UFRGS, com uma dissertação sobre o moçambicano Mia Couto. Atualmente, é doutorando em Letras na PUCRS e professor de português e literatura na rede pública de ensino de Porto Alegre. 

Além do recém-lançado O Avesso da Pele (Companhia das Letras), Tenório também escreveu Estela Sem Deus (Zouk, 2018) e O Beijo na Parede (Sulina, 2013). Tem textos adaptados para o teatro e contos traduzidos para outros idiomas. 

Foi o escritor anfitrião da FestiPoa Literária de 2019 e já conquistou diversos prêmios de literatura, como: Menção honrosa no 19º Concurso de contos Paulo Leminski, pela Universidade Estadual do Oeste do Paraná; 15º Concurso Poemas no ônibus e 3º Concurso Poemas no trem, da Prefeitura de Porto Alegre; além do prêmio de Livro do Ano, pela Associação Gaúcha de Escritores. 

A Feira do Livro 

Da capital gaúcha para o Brasil e todos os lugares, a proposta deste ano é ter uma curadoria que promova debates sobre temas essenciais. Em um ano de incertezas, a aliança com o digital possibilita novos diálogos e modelos.  

Inaugurada em 1955 e promovida pela Câmara Rio-grandense do Livro, em 2006 a Feira do Livro recebeu a medalha da Ordem do Mérito Cultural, concedida pela Presidência da República, que a reconheceu como um dos mais importantes eventos culturais do Brasil. 

Confira a programação virtual, que acontecerá de 30 de outubro a 15 de novembro, aqui. 

Comece o seu mestrado ou doutorado em 2021!