Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul

Cursos,Especialização,Extensão,MBA,Idiomas,Educação,Vestibular,Pós-Graduação,Educação

Cursos

Graduação

Pós-Graduação

MBA

Vestibular

Escola de Negócios realiza ações para empresas e instituições durante a Covid-19

Alunos e professores participam de diversas atividades para contribuir para que muitos empreendimentos se mantenham ativos

19/06/2020 - 17h33
Criatividade, inovação,Programa StartupRS

Foto: Pixabay

Em um momento de muitas incertezas no mundo, a pandemia forçou a mudanças e a adaptações em vários sentidos, tanto no pessoal como no profissional. O isolamento social, necessário neste momento, trouxe consequências econômicas globais muito sérias. As empresas estão enfrentando muitos desafios e dificuldades para se manterem vivas, buscando modos de se reinventar e sobreviverem a esta crise.

Segundo dados do Sebrae, o coronavírus mudou o funcionamento de 5,3 milhões de pequenas empresas no Brasil, o que equivale a 31% do total. Outras 10,1 milhões, ou 58,9%, interromperam as atividades temporariamente. Além disso, 77,7% das pequenas e médias Empresas tiveram impacto negativo em suas receitas com a pandemia, conforme aponta a pesquisa Panorama PMEs, feita em parceria por Resultados DigitaisEndeavor Brasil e PEGN.

Diante deste cenário, a Escola de Negócios promoveu algumas iniciativas desde o início da quarentena para auxiliar empresas e instituições a buscarem caminhos para superarem essas dificuldades momentâneas. Conheça algumas dessas ações:

Instituições sem fins lucrativos

Coordenado pelo professor da Escola Luis Humberto Villwock, o movimento Brothers in Arms – Voluntários contra a Covid-19 – é constituído por mulheres e homens imbuídos do sentimento de ajudar a sociedade gaúcha neste momento tão delicado. Diariamente, os voluntários do Brothers in Arms elaboram boletins atualizados com as carências e demandas de Equipamentos de Proteção Individual (EPIs) dos hospitais e unidades de saúde de Porto Alegre e do Estado do Rio Grande do Sul.

Em paralelo a esta atividade, os voluntários do Movimento junto com entidades filantrópicas, universidades e empresas atua também em outras frentes como: compra de materiais de EPIs, coleta e entrega de doações de equipamentos de proteção às unidades de saúde, manutenção de respiradores inoperantes, Impressão 3D de peças para protetores faciais, entre outras ações.

Comitê Científico e Grupo de Trabalho

O Comitê Científico do Governo do Estado, para o acompanhamento multidisciplinar do combate à Pandemia, conta com a participação do professor Ely de Mattos. Este grupo multidisciplinar presta aconselhamento ao Governo do RS, que foca desde questões médicas até orientações gerais. Dentro deste Comitê, existe o Grupo de Trabalho Políticas Sociais e Educação que inclui os professores Ely de Mattos e Izete Bagolin, que trabalham de forma mais concentrada nestes temas, atendendo demandas pontuais como análise de dados ou proposição de ações.

Revista PUCRS, estudante, revista 186,fones de ouvido, notebook, jovem

Foto: Bruno Todeschini

Ajuda a empresas via service learning

A professora da Escola de Negócios e coordenadora do Laboratório Interdisciplinar de Empreendedorismo e Inovação da PUCRS (Idear), Naira Libermann, criou o desafio aos estudantes de ajudar pequenas empresas a rever seus empreendimentos para se adaptarem às mudanças ocorridas devido à pandemia. Atualmente, são 29 estudantes na disciplina de Planejamento de Negócios, trabalhando com seis pequenas empresas, utilizando a metodologia service learning, nas seguintes atividades empresariais: ótica, agência de comunicação, área de entretenimento e na área de alimentação.

Diversos pequenos negócios precisam de orientação para esse momento, tais como: rever custos, organizar a empresa, buscar fontes alternativas de receitas e formas inovadoras de operar. O auxílio dos estudantes é bem-vindo nesse momento.

Nesta disciplina de Planejamento de Negócios é ensinado previamente os estudantes de como se portar perante eventos adversos e, em contrapartida, estão auxiliando pequenas empresas na “saúde” de sua gestão. Desta maneira, os alunos irão aprender o real sentido do que seja empatia e entendimento de solução de problemas complexos e competências fundamentais para este milênio.

Help desk de empresas

Empresas de pequeno a grande porte tem buscado atendimentos sobre renegociação e análise de fluxo de caixa para sobreviver em tempos de pandemia por meio de orientações da Escola de Negócios. Com a coordenação do professor Gustavo de Moraes e envolvimento voluntario de alunos de graduação e mestrado e ex-alunos, esses suportes técnicos foram realizados a empresas de vários segmentos: alimentação, educação, vestuário e transportadoras. “Nesse atendimentos, destacam-se duas empresas do setor de jogos educativos, que resolveram pela fusão mantendo a produção e até pensando em uma nova linha de produtos unindo o expertise de ambas”, destaca o professor.

Esse serviço de help desk tem como premissa estudar reposicionamento da linha de produtos, canais de comercialização, renegociação dos contratos com fornecedores e renegociação de contratos de imóveis.

Atendimento aos associados de sindicato mobiliário

O Sindicato das Indústrias do Mobiliário de Bento Gonçalves vem ofertando aos associados uma assessoria gratuita para ajudar a enxergar oportunidades, discutir estratégias e levantar informações. São encontros à distância, conduzidos pela professora da Escola de Negócios, Ana Cristina Schneider, e pelo economista Eduardo Santarossa, que também trabalha junto a equipe. Nestes atendimentos já realizados, as empresas pudem tirar dúvidas sobre a percepção sobre mercado e retomada, a eleição de canais de distribuição e as alternativas de e-commerce nacional e internacional.

Hub de conteúdos de experiências do consumidor

O Laboratório de Experiências do Consumidor (Labex) lançou o Hub de Conteúdos para apoiar o varejo e a sociedade no período durante e pós crise da pandemia. Essa iniciativa é composta de um portal de conteúdo, um espaço para análise de experts e um estudo de mercado. O tripé é baseado na análise de fatores sociais, individuais/humanos e econômicos, que impactam o varejo e a sociedade.

A pesquisa tem como objetivo analisar os impactos no comportamento de consumo decorrentes da pandemia do coronavírus, considerando as dimensões “individual”, “social” e “econômica”, no curto, médio e longo prazos.

Busca de estudantes voluntários para programa SOS-PME

A Escola de Negócios busca alunos voluntários para o programa SOS-PME da UFRGS. A força-tarefa nasceu a partir do cenário econômico que reflete os impactos da Covid-19, com fechamento do comércio, economia em lockdown, e empresas buscando alternativas para enfrentar as consequências disso. Até o momento, 125 empresas estão inscritas, 227 voluntários envolvidos na iniciativa e 70 empresas atendidas. A média de atendimento para cada empresa é de duas semanas.

A ação conta com professores da Escola de Administração da UFRGS, com o apoio do Centro de Estudos e Pesquisas em Administração (CEPA) e do Parque Científico e Tecnológico Zenit da UFRGS. A PUCRS se organiza para tornar-se um hub da ação, por meio da Escola de Negócios e do Parque Científico e Tecnológico (Tecnopuc).

Live de Negócios

Com o intuito de trazer conteúdo com temas que orientam empresas a agirem, principalmente neste momento de pandemia, desde o dia 3 de abril, a Escola transmite a Live de Negócios. Toda sexta-feira, às 18h30, um convidado diferente com a participação de professores da casa conversa temáticas da atualidade, trazendo e debatendo dicas e orientações que auxiliem nossos alunos, empresários e comunidade em geral. A live é transmitida por meio do Facebook da Escola de Negócios da PUCRS.

Conversa de Fundamento discute atualidades de forma descontraídaPodcast Conversa de Fundamento

O podcast Conversa de Fundamento nasceu da ideia de levar até os ouvintes os debates sobre o que existe de mais moderno e instigante no mundo da economia e dos negócios. Lançado em 2019, os temas dos episódios do podcast da Escola de Negócios dialogam com outras áreas do conhecimento, como cultura, inovação, comportamento e outros. Os bate-papos, conduzidos pelo professor Ely de Mattos, contam a presença dos docentes Lelis Balestrin Espartel, Stefania Almeida e Osmar de Souza.

Desde o início da pandemia, os episódios envolveram temas diversos relacionados a crise e à situação atual como investimentos, auxílio a empresas, gestão de trabalho e vida privada, etc. Todas as quintas-feiras, o público pode ouvir um assunto novo, nas principais plataformas de streaming, como: Spotify, Deezer, Apple Podcast e Soundcloud. As sugestões de tema podem ser enviadas pelo Facebook da Escola de Negócios.