Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul

Cursos,Especialização,Extensão,MBA,Idiomas,Educação,Vestibular,Pós-Graduação,Educação

Cursos

Graduação

Pós-Graduação

MBA

Vestibular

Disciplina em inglês possibilita aprendizado e prática do idioma

Empreendedorismo Digital é ministrada pelo professor Rafael Chanin

Por: Redação Ascom

27/09/2016 - 10h13
Disciplina em inglês - Fundamentals of Digital Entrepreneurship

Foto: Bruno Todeschini – Ascom/PUCRS

O Brasil está em 41º lugar em conhecimento de inglês. Este dado é da quinta edição do Índice de Proficiência em Inglês, realizado pelo grupo de educação internacional EF Education First, divulgado em 2015. Com o objetivo de instigar os alunos a pensar e falar em outro idioma, a Faculdade de Informática da PUCRS oferece a disciplina eletiva Fundamentals of Digital Entrepreneurship (Empreendedorismo Digital). O propósito das aulas ministradas em inglês é fazer com que os alunos aprendam a validar uma ideia de modelo de negócio. Segundo o professor da disciplina, Rafael Chanin, por ser em inglês, além de treinarem outra língua, os participantes aprendem sobre empreendedorismo digital. “O aluno ganha em todos os sentidos”, acredita o professor.

No início da disciplina são explicados conceitos básicos, como empreendedorismo, modelo de negócios e startup. Depois, a turma faz um exercício de brainstorming, quando todos os alunos devem pensar em diversas ideias que podem gerar empresas e realizam a prática do método Canvas (ferramenta estratégica com o objetivo de auxiliar os empreendedores a elaborarem seus modelos de negócio). Os estudantes aprendem ainda o que é pitch, que significa expressar um plano da melhor forma possível e clara em um curto espaço de tempo para apresentar a possíveis investidores. Também é proposto na disciplina que os alunos exercitem o chamado Customer Development (desenvolvimento com os clientes), em que os participantes têm que conversar com diversas pessoas para perceber se o modelo de negócio que estão planejando é válido ou não. Para o professor, o que importa é que os alunos pratiquem todos os processos. “Se existisse receita de sucesso, não existiria aula. As ideias podem dar certo ou errado e isso é um aprendizado”, esclarece Chanin.

Gabriel Soares, aluno do segundo semestre do curso de Ciência da Computação, estuda inglês desde pequeno e afirma que a disciplina é uma forma de praticar o idioma. Ele conta que o professor separa a turma em grupos para que cada equipe pense em uma iniciativa que possa virar um negócio. Carlos Cevenin, também do segundo semestre de Ciência da Computação, destaca que uma das ideias da turma foi um aplicativo para adolescentes de Ensino Médio que centralizasse informações sobre opções de cursos de vestibular. Outra proposta pensada foi um aplicativo que unisse informações de preços de produtos para que os consumidores pudessem examinar melhor suas escolhas. As aulas ocorrem todas as segundas-feiras, das 14h às 17h30min. Por ser uma disciplina eletiva, alunos de qualquer curso de Graduação da Universidade podem se matricular.