Dia Nacional do Voluntariado: Qual a nossa (co)responsabilidade?

Voluntariado da Rede Marista proporciona o convívio com realidades distintas, formação e acompanhamento

28/08/2020 - 08h30

Dia Nacional do Voluntariado: Qual a nossa (co)responsabilidade? - Voluntariado da Rede Marista proporciona o convívio com realidades distintas, formação e acompanhamentoCom cerca de 700 voluntários e voluntárias, a Rede Marista oportuniza iniciativas e experiências transformadoras nos âmbitos pessoal e social através de programas específicos. E em homenagem ao Dia Nacional do Voluntariado, o Centro de Pastoral e Solidariedade da PUCRS preparou a live Cultura da Solidariedade: qual a nossa (co)responsabilidade?, que será transmitida pelo Facebook da Pastoral no dia 28 de agosto, das 18h às 19h. Participarão do encontro Natália Wingen, mestranda em Ecologia; Gustavo Balbinot, mestre em Educação; e Irmã Telma Lage, missionária. 

Tempos de mudanças e desafios   

Manter os/as estudantes motivados/as a participar de ações extraclasses como os grupos de voluntariado marista é uma das pautas dialogadas atualmente. Diante da realidade de incertezas e adaptações da rotina pessoal e escolar, fortalecer o compromisso com a Cultura da Solidariedade tem sido um dos desafios do voluntariado Marista. No Colégio Marista Graças , em Viamão (RS), o programa segue ativo neste período de isolamento social. Os/as 30 estudantes que compõem o grupo se encontram de maneira online, todas as sextas-feiras à tarde e, juntos/as, já planejaram diversas ações solidárias como doações de alimentos para instituições de caridade e para a população indígena. Saiba mais aqui. 

Saiba mais sobre quem participará da live 

  • Natália Wingen: bacharel em Ciências Sociais e mestranda em Ecologia e Evolução da Biodiversidade pela PUCRS. Voluntária no Abrigo João Paulo II, atuando com atividades de reforço escolar, pelo projeto de voluntariado da Universidade. 
  • Gustavo Balbinot: mestre em educação, atua como assessor de Vida Consagrada e Laicato na área de espiritualidade e patrimônio marista. Cantor e compositor, com experiências de solidariedade em Angola e Ceará. 
  • Irmã Telma Lage: religiosa missionária de Nossa Senhora das Dores, advogada, coordenadora do Centro de Migrações e Direitos Humanos da Diocese de Roraima (CMDH). 

Para mais informações e em caso de dúvidas, entre em contato pelo e-mail: [email protected]. 

Educação, cultura e solidariedade 

O espírito do Voluntariado Marista está em sintonia com uma sociedade diferente, que caminha para ser um espaço em que se vive e se constrói a Cultura da Solidariedade. Quem atua como voluntário/a é convidado/a a vislumbrar que as realidades de injustiça, que ferem a vida no planeta, podem ser diferentes, podem ser melhores, podem ser um espaço vital harmônico, de bem viver e de cuidado com a casa comum.