Centro de Estudos Europeus e Alemães divulga ações para 2018

Reunião do Conselho Superior ocorreu na Reitoria da Universidade

16/03/2018 - 16h42
cdea,centro de estudos europeus e alemães,reitor,evilázio teixeira,draiton gonzaga,rui oppermann,jane tutikian,claudia lima marques,stefan traumann,martina schulze

Foto: Nicole Flores

Prestes a completar um ano de atividades, em abril, o Centro de Estudos Europeus e Alemães (CDEA), sediado na PUCRS e UFRGS, teve suas atividades para 2018 apresentadas na Reitoria da Universidade. O Conselho Superior (Beirat), formado pelos diretores do CDEA, Claudia Lima Marques e Draiton de Souza, o Reitor Ir. Evilázio Teixeira, o reitor e a vice-reitora da UFRGS Rui Oppermann e Jane Tutikian, o cônsul-geral da Alemanha Stefan Traumann, a diretora do Serviço Alemão de Intercâmbio Acadêmico no Brasil (DAAD) Martina Schulze,  esteve reunido, no dia 14 de março. Na oportunidade, quando houve a exposição dos resultados obtidos ao longo de 2017, a aprovação do Estatuto do CDEA e a definição do tema central deste ano: o 70º aniversário da Declaração Universal dos Direitos Humanos, adotada pela Organização das Nações Unidas em 1948.

Oportunidades no exterior

A programação de 2018 inclui eventos com pesquisadores estrangeiros em Porto Alegre, principalmente no segundo semestre. Habitualmente, o Centro divulga editais para viagem de professores e alunos de pós-graduação, das duas universidades parceiras, para outros 20 centros interdisciplinares de Estudos Europeus e Alemães no mundo.

Primeiro ano ativo

Entre as iniciativas em 2017, ocorreram visitas de docentes brasileiros às sedes dos CDEA em Israel e nos EUA, encontro com ex-bolsistas e eventos relativos aos 500 da Reforma Protestante, como o Simpósio Internacional Reforma e Modernidade. Também foi recebida na sede local, para estágio de um ano, a estudante alemã Lea Fischer, graduanda em Economia na Universidade de Bremen (Alemanha), atualmente aluna na Escola de Negócios da PUCRS. Da PUCRS, sete alunos de pós-graduação, dentre mestrandos e doutorandos, e três professores-pesquisadores foram contemplados pelos editais de 2017.

O CDEA também promoveu diversas atividades ao longo do ano:

  • Congresso Acadêmico Comemorativo da Inauguração do CDEA;
  • 11 edições da Conferência do Centro de Estudos Europeus e Alemães;
  •  Simpósio Brasil-Alemanha de Desenvolvimento Sustentável;
  • 14º Seminário de Direitos Fundamentais;
  • Simpósio Reforma e Modernidade – História e Presente – O significado de Lutero para a América Latina moderna;
  • 1ª Jornada Interdisciplinar CDEA: globalização, desenvolvimento sustentável e diversidade cultural;
  • Pós-evento da Inauguração PUCRS e UFRGS sobre “Heidegger, Holderlin e a Tecnologia”;
  • Apresentação do Programa “German Chancellor Fellowship for prospective leaders from Brazil”;
  • Reunião de professores de Direito do Consumidor do Brasil, durante a IACL;
  • Palestra do Prof. Thierry Bourgoignie no PPGD PUCRS sobre publicidade infantil;

Sobre o CDEA

O CDEA é um centro científico de ensino, pesquisa e informação, fomentado pelo DAAD com verba do Ministério das Relações Exteriores alemão, sediado na PUCRS e na UFRGS. Trata-se de um projeto de 5 anos, que visa fomentar uma nova geração de cientistas e pesquisadores brasileiros em estudos interdisciplinares sobre temas atuais da Europa e Alemanha úteis ao contexto brasileiro e latino-americano.