A solidariedade nunca envelhece: saiba como ajudar a comunidade

Professor do Instituto de Geriatria e Gerontologia arrecada doações beneficentes com a venda de livro

06/07/2020 - 09h22
A solidariedade nunca envelhece: saiba como ajudar a comunidade - Professor do Instituto de Geriatria e Gerontologia arrecada doações beneficentes com a venda de livro

Foto: Matthias Zomer/Pexels

Envelhecer é o ciclo natural da vida. Em meio à pandemia da Covid-19, um dos principais grupos de risco da doença são as pessoas com mais de 60 anos. Além do trabalho de campo realizado por profissionais da área da saúde, que lidam diretamente com quem mais precisa de ajuda – os pacientes -, também existem outras formas de ajudar. Pensando nisso, o professor Newton Luiz Terra, da Escola de Medicina e do Instituto de Geriatria e Gerontologia (IGG) da PUCRS, escreveu o livro Só é velho quem quer. Os valores arrecadados com as vendas da obra serão destinados às instituições beneficentes que cuidam de pessoas idosas. 

“Aproveitei a quarentena para escrever um pequeno livro com o objetivo de auxiliar a comunidade a envelhecer melhor. Existem diferentes formas de ajudar nesse período”. 

No Rio Grande do Sul, são raras as instituições de longa permanência para pessoas idosas mantidas pelo Estado. Em sua grande maioria são particulares, conta Terra. Duas delas, bem conhecidas em Porto Alegre, receberão as doações dos recursos obtidos com o livro: o Asilo Padre Cacique e a Sociedade Porto-alegrense de Apoio aos Necessitados (Spaan). Além das duas instituições, a Associação dos portadores de Ataxias também será contemplada. Todas elas contam com o auxílio da comunidade para oferecerem seus serviços. 

A elaboração da obra tem a pretensão de chamar a atenção da comunidade para a importância de apoiar instituições como essas. “Meu gesto é mais simbólico, principalmente em função da pandemia. Não gostaria de ver essas pessoas sem assistência”, destaca. 

Todo mundo pode ajudar 

Essas iniciativas, além do simbólico auxílio financeiro, também necessitam de alimentos, medicamentos, roupas, material de limpeza e de higiene, entre outros. O livro pode ser adquirido nas três instituições que receberão as doações e em breve a EdiPUCRS irá disponibilizá-lo em outras plataformas. 

Como envelhecer bem 

A solidariedade nunca envelhece: saiba como ajudar a comunidade - Professor do Instituto de Geriatria e Gerontologia arrecada doações beneficentes com a venda de livroO objetivo do livro é sugerir uma série de condutas que, se adotadas, podem contribuir para um envelhecimento saudável, com independência e qualidade de vida. “Não apresento soluções mirabolantes, nem fórmulas complicadas, tampouco receitas de poções mágicas e elixires para uma vida longa. São orientações que contribuem para que os indivíduos tenham sucesso no seu processo de envelhecimento”, conta Terra. 

No livro há um capítulo sobre Geriatria Preventiva e Preditiva que ressalta a importância de se iniciarem os cuidados de ordem preventiva o mais precocemente possível. É um costume que deve começar preferencialmente na infância, inclusive. 

Outras formas de ajudar a comunidade 

A Liga de Pediatria da Escola de Medicina tem realizado ações para levar esperança a quem mais precisa nesse período de distanciamento social. Recentemente, o grupo realizou a doação de alimentos, produtos de higiene e roupas à Kinder. E, seguindo nesse espírito solidário, você ainda pode colaborar com duas iniciativas apoiadas pela Universidade: a Campanha do Agasalho, que segue até esta sexta-feira, e a Ação Comunidades, da Rede Marista. Ambas contam com pontos de coleta na PUCRS, respeitando os protocolos de prevenção à Covid-19.