13/07/2020 - 11h22

Panvel lança laboratório de inovação e programa de conexão com startups

Iniciativa visa identificar soluções para facilitar a jornada de compra do cliente

CARD-001-Tecnopuc-Lançamento_v1-Insta-Face-WhatsO forte investimento em tecnologia nos últimos anos levou a Panvel a relançar, em 2020, o seu próprio laboratório de inovação. O Panvellabs tem como desafio principal desenvolver soluções voltadas a otimizar a jornada e a experiência de compras do cliente nos ambientes físico e digital da rede. Entre suas primeiras ações nesta retomada, a estrutura apresenta o Programa de Conexão com Startups. A iniciativa visa realizar conexões em um ecossistema de inovação, captando parcerias a fim de identificar ou co-criar soluções voltadas às demandas de negócio da rede.

O processo de captação iniciou no dia 8/7, com a abertura dos registros através do site www.panvel.com/panvellabs, que traz todas as informações do programa. Startups de todo Brasil podem inscrever suas soluções, com prazo até o mês de agosto.

Nesta primeira edição do Conexão com Startups, a temática será Personalização e Recomendação de Produtos para o cliente dentro do conceito Omnichannel (múltiplos canais). Para participarem, as startups devem apresentar soluções já oferecidas no mercado e compatíveis para serem “plugadas” à plataforma Omnipharma, software criado pela Panvel como base para seu chassi de serviços. Desta forma, a ferramenta poderá utilizar ao máximo a estrutura de dados já existente, sem a necessidade de criar uma nova plataforma, gerando mais economia e acelerando a conexão entre a empresa e as startups.

O programa é uma iniciativa de Inovação Aberta (Open Innovation), através do qual a Panvel apresenta ao mercado necessidades pontuais em formatos de temáticas para que, assim, as startups possam inscrever suas soluções. “Abrimos nossas portas para olhar o segmento de startups e entender como ele pode nos ajudar a atender melhor os nossos clientes”, comenta o presidente do Grupo Dimed, Julio Mottin Neto. A Panvel já teve experiências semelhantes, como a que originou o chatbot para atendimento do cliente em seus canais digitais – site, app e redes sociais. Trata-se de um robô que assiste, por exemplo, a busca por produtos e direciona o consumidor para finalização da compra. Outra solução advinda de parceria com startups foram os lockers, armários inteligentes para resgate de compras sem a necessidade de entrar em lojas. Atualmente, a rede conta com mais de 20 unidades deste dispositivo.

Após a seleção e avaliação das startups inscritas, prevista para ocorrer no mês de agosto, haverá um Pitch Day, dia dedicado à dinâmica para as startups apresentarem as suas soluções. Conforme o gerente de TI do Grupo Dimed, Alexandre Arnold, não haverá limite de quantas soluções poderão ser escolhidas. O programa é Equity Free, ou seja, com foco em estabelecer parcerias comerciais com as startups selecionadas. “Além de atendermos nossa demanda, promovendo esse intercâmbio de conhecimento, as startups terão a oportunidade de firmar negócio com uma grande marca, como a Panvel. Isso agrega valor às soluções desenvolvidas para estas empresas conquistarem novas parcerias no mercado”.

Ainda sobre o Panvellabs

Entre os projetos pioneiros no segmento farmacêutico nacional, o Panvellabs surgiu em 2016 para apresentar ao negócio e a própria área de TI oportunidades de novas tecnologias, ferramentas e processos. Este ano, também com o apoio de startups, o laboratório implementou a Prescrição Eletrônica. A ferramenta permite aos clientes apresentar suas receitas de modo digital, e em formato eletrônico, facilitando a vida dos clientes durante o período de pandemia.

Compartilhe

Leia Mais Veja todas

Últimas Notícias

Veja todas notícias