03/09/2019 - 16h41

Tecnopuc conquista nível 2 do Cerne

A certificação é uma iniciativa da Anprotec em parceria com o Sebrae

global-tecnopuc-camila-cunha-site

O Parque Científico e Tecnológico da PUCRS (Tecnopuc) atingiu o nível 2 do Centro de Referência para Apoio a Novos Empreendimentos (Cerne). O propósito da plataforma é promover uma melhoria nos resultados das incubadoras de diferentes setores de atuação. Para isso, são determinadas boas práticas em processos-chave, que estão associados a níveis de maturidade (Cerne 1, 2, 3 e 4). A certificação é uma iniciativa da Associação Nacional de Entidades Promotoras de Empreendimentos Inovadores (Anprotec) em parceria com o Serviço de Apoio às Micro e Pequenas Empresas (Sebrae). Para o diretor do Tecnopuc, Rafael Prikladnicki, “o Cerne 2 traz à tona a gestão focada em resultados e qualifica os processos que adotamos no desenvolvimento das startups do Parque. É sem dúvida um grande reconhecimento, pois certifica aquilo que já fazemos diariamente”.

Em 2016, o Tecnopuc foi certificado como Cerne 1, que avalia o processo de desenvolvimento das startups no ecossistema, da graduação até a seleção. No nível 2, além de toda a preparação do ambiente para o desenvolvimento da startup, se tem a preocupação de expandir esses serviços para a comunidade externa, junto com uma gestão integrada. De acordo com o líder do Tecnopuc Startups, Leandro Pompermaier, um processo de certificação como o Cerne traz confiança no trabalho realizado no Parque. “Analisar boas práticas, ajustar nossos processos e capacitar nossa equipe só gera benefícios para todos os envolvidos, principalmente para as startups”, avalia Leandro.

Kellen Fraga, que também integra o time do Tecnopuc Startups, destaca que a forma de organização do Parque foi muito importante para a conquista do nível 2 da certificação. “A nossa atuação em rede favoreceu as ações que essa certificação visa avaliar. Além disso, esse modelo de atuação permite que o empreendimento que entra no Tecnopuc se desenvolva e cresça com o apoio e suporte dos nossos serviços e operações. Ao mesmo tempo, ele tem a possibilidade de articular com os demais atores do ecossistema e da Universidade”, conclui.

Compartilhe

Leia Mais Veja todas

Últimas Notícias

Veja todas notícias