03/09/2019 - 15h00

Entrevista especial com Felipe Menezes, fundador da WTF! School

Felipe ministrará uma palestra aberta ao público durante o Startup Garagem

Felipe Menezes-02As palestras abertas ao público durante o Startup Garagem seguem a todo vapor. A próxima será com o fundador da WTF! School, Felipe Menezes, na próxima segunda-feira, 9 de setembro, às 14h, na ATL House (Av. Ipiranga, 6681). Ele falará sobre Tendências Tecnológicas. Para realizar a inscrição, clique aqui. Conversamos com o Felipe para adiantar um pouco que vai rolar no dia 9. Confere na entrevista abaixo!

No site da WTF! School, tu diz que “Acredita que pode mudar o mundo através da educação”. Como a sociedade pode te ajudar nessa?

Nós podemos sim mudar o mundo através da educação. É aquele clichê: conhecimento é algo que ninguém tira de nós. E num mundo de mudanças tão aceleradas, aprender sempre é essencial. Educação é um processo contínuo e como se fala hoje “life long learning”. E eu acho que a sociedade pode ajudar estando de coração aberto e entendendo que precisa aprender a vida inteira, o tempo todo, e principalmente desaprender conceitos antigos que não fazem mais sentido e aprender conceitos novos.

O que os empreendedores podem esperar da tua palestra no Garagem?

Vou falar bastante do que está acontecendo no mundo, mas não simplesmente largar vários fatos e eventos tecnológicos, e sim conectar qual a relação que existe com o avanço tecnológico, com a mudança no formato de economia que temos hoje, com o nosso comportamento, e também na forma de criar e organizar as empresas. O que tá rolando e como podemos pensar isso para o futuro, essa é a provocação.

Quais 5 dicas tu daria para um empreendedor que quer ser protagonista da transformação?

  • Ter bem claro o propósito do negócio. E não deixar que ele seja abafado pela grana. Toda e qualquer empresa hoje tem que ter um propósito claro, tem que resolver alguma dor do mundo.
  • Entender e considerar sempre esse mundo digital no negócio, Não dá para pensar em algo que não considere isso.
  • Trabalhar de forma colaborativa. Entender que nem sempre terei a melhor solução dentro de casa. Buscar soluções fora, entender como outras pessoas e empresas podem ajudar o teu negócio no sentido de troca.
  • Ser aberto. Se construímos boas soluções e bons negócios, temos que compartilhar isso, para que outras empresas façam o mesmo.
  • Ser consciente. Temos que entender qual é o impacto que a nossa empresa está gerando no planeta, tanto no sentido sustentável, quanto social, econômico, e entender que a empresa hoje tem um papel sistêmico nesse contexto, e considerar isso é essencial.

Na bio do site do WTF! School, tu diz que montou uma startup e quebrou algumas. Qual a importância de passar por esse processo no amadurecimento de um empreendedor?

É um processo que todo mundo passa, e é super importante. Aprendemos com os erros, como muito se fala, e aprendemos a não cometemos novamente. O grande segredo é experimentar rápido, testar rápido, para gastar menos e evitar que esses erros façam a empresa quebrar. Mas aprendemos quebrando mesmo.

A partir de qual inquietação surgiu a WTF! School?

Surgiu a partir de duas inquietações: uma de entender que o mundo está se transformando e que as pessoas precisam entender isso e se enxergar como parte desse sistema, então a WTF é um espaço para que as pessoas aprendam e se sintam dentro desse contexto. E a outa inquietação vai muito na lógica de que os métodos de ensino estão demorando muito para se adaptarem a essa nova época. Somos uma alternativa a outros meios de aprendizagem que não os formais, que normalmente é o que se busca.

Compartilhe

Leia Mais Veja todas

Últimas Notícias

Veja todas notícias