22/07/2019 - 17h03

Entrevista especial com a Dobra, empresa que abre o Startup Garagem

Palestra ocorre no dia 19 de agosto e será aberta ao público

foto-topo-1024x614Quem abre a sétima edição do Startup Garagem é a Dobra: empresa que produz carteiras de papel e outros objetos como sacolas e porta-cartões. Por buscar inspiração em conceitos como a lógica da abundância, evolução exponencial da tecnologia, capitalismo consciente, economia colaborativa e movimento maker, a Dobra é conhecida por seus valores e missões. A palestra, que ocorre no dia 19 de agosto, será ministrada por um dos fundadores, Guilherme Massena e Eduardo Seelig. O bate-papo será na ATL House, às 14h.

A produção da empresa é 100% local e artesanal, com mão de obra valorizada. Além disso, a Dobra produz sob demanda, especialmente para cada cliente. Dessa forma, desafia os padrões da indústria da moda, como o hiperconsumismo, a produção em massa e a redução de custos a qualquer preço.

Para adiantar um pouco do que rolará no dia 19, Massena conversou conosco e contou um pouco mais sobre a empresa. Confira abaixo!

maxresdefault

Guilherme Massena

  • Como surgiu a Dobra?

Em março de 2016, após ter sido um projeto de faculdade em 2013, através da oportunidade de produzir e vender carteiras de papel. Na verdade, muito mais do que isso, surgiu da oportunidade de usar isso como uma ferramenta para transformarmos tudo aquilo que nos incomodava! A Dobra foi fundada por mim (Gui), pelo meu irmão (Guto) e pelo meu primo (Dudu). Hoje somos 20 pessoas e já vendemos mais de 100 mil produtos para o Brasil inteiro.

  • Qual foi a inspiração?

A inspiração veio tanto da família – que já é empreendedora – quanto de outras “personalidades” do cenário empreendedor, tais como: rony meisler, e a reserva, tiago mattos, e a perestroika/aerolito, daniel mattos, da smile flame, tallis gomes, da singu e easy taxi e por aí vai! a lista ficaria bem extensa se a gente citasse todos, até por que temos muitos amigos que nos inspiram diariamente! já o negócio em si teve muita inspiração nas empresas já citadas e também na Vandal, Zappos e outras empresas que inovaram/inovam em seus mercados, mas sempre com um viés de impacto positivo e foco no cliente.

  • Como é o dia a dia na Dobra?

O dia a dia aqui é super corrido, mas ao mesmo tempo leve. Não trabalhamos com horários, mas sim com entregas, e isso faz com que a galera possa dosar o seu trabalho de acordo com as suas entregas. Não temos diferenças hierárquicas e nem salariais (todos ganham o mesmo valor no final do mês, seja fundador ou o último a ter entrado). Tudo que acontece aqui na Dobra está nesse link aqui, ó: dobra.cc/cultura – tenho certeza que vocês gostarão muito de conhecer um pouco mais sobre a gente e sobre o nosso chefe Batman.

IMG_0650

  • O que tu diria para quem quer empreender e gerar impacto social, mas tem medo de arriscar?

Se tem a vontade de empreender e causar impacto social, já é um grande passo! O que eu diria para essa galera é que procurem alguém(ns) pra viver esse sonho, colocá-lo em prática juntos e validar cada hipótese que tiver! Vai, tenta, erra, aprende, acerta, tenta de novo, erra de novo, aprende de novo, erra de novo, enfim, valide hipóteses! Começa pequeninho, faz o mínimo possível para validar a ideia, mas começa!

  • Por onde é possível começar?

De diversas formas. Dá pra começar numa conversa num bar, compartilhando a ideia, evoluindo a ideia e chamando gente pra fazer acontecer contigo!

Compartilhe

Leia Mais Veja todas