13/06/2019 - 14h45

Startup Garagem premia OvinoPro em tarde de pitches e talks

sitetecnopucpitchday

Fotos: Bruno Todeschini/Ascom PUCRS

Na última quarta-feira, 12 de junho, a tarde de Dia dos Namorados foi especial para empreendedores do Startup Garagem: eles participaram do Pitch Day, evento de encerramento do Programa de Modelagem de Negócios do Tecnopuc Startups. As atrações envolveram pitches, conversas, palestras e música, em uma tarde aberta ao público que movimentou a ATL House, no Campus da PUCRS.

Durante o Programa, 11 negócios foram desenvolvidos. Os membros das equipes apresentaram seus projetos em pitches de 3 minutos e foram avaliados por uma banca. Para saber um pouco mais sobre cada um, clique aqui. Antes do anúncio do vencedor, a Agência Experimental de Engenharia de Software (AGES) do curso de Engenharia de Software da Escola Politécnica da PUCRS premiou a equipe do FoodCraft com um semestre de desenvolvimento de um protótipo do aplicativo da startup.

Quem venceu o Startup Garagem foi o OvinoPro, dos empreendedores Adriano Pereira de Freitas e Marcelo Gomes Macedo. Eles criaram uma solução mobile para que produtores de ovinos possam realizar o controle nutricional e sanitário de seu rebanho. Através desse software, o produtor ainda conta com relatórios que apoiarão na hora da tomada de decisões baseadas em dados. Dessa forma, o produto reduz as perdas e aumenta a produtividade do rebanho.

ovinoprositeProduto voltado a produtores de ovinos

Freitas conta que a ideia já existia antes do Startup Garagem: “em conversas com produtores, percebemos a dificuldade de ter esse controle nutricional e sanitário. Começamos a pesquisar e tivemos a ideia de criar um software para isso”. A partir desse momento, a dupla realizou diversas conexões, entrevistou associações pelo Brasil e conversou com produtores na Expointer 2018, buscando um número alto de feedbacks.

Depois de reunir esses materiais, Freitas viu no Startup Garagem uma boa oportunidade para desenvolver o negócio. “Foram dois meses intensos, de bastante aprendizagem. Mudamos pontos do projeto e começamos a trabalhar a parte do marketing. Foi durante o Garagem que conseguimos nossos primeiros clientes”, explica. O empreendedor destaca que as mentorias foram fundamentais para isso. Uma das aulas abordou landing pages, páginas para divulgação de um produto. Foi com a produção dessa página que o OvinoPro atingiu 50 interessados. Desse grupo, saíram os primeiros clientes. “Nesses 50, capturamos gente de todo o Brasil. O grande ganho com o Programa foram as mentorias”.

O OvinoPro recebeu como prêmio um fast pass, ou seja, uma “passagem direta” para Programa de Pré-Startups, dois ingressos cortesia para o evento Gramado Summit e uma consultoria de 8 horas sobre internacionalização com o professor da Escola de Negócios, Marcio Moreno.

retrancamaristaEmpreendendo desde cedo

Também participaram do Pitch Day alunos do colégio Marista Aparecida, de Bento Gonçalves. Eles venceram o Incubando Ideias de 2018, jornada empreendedora que envolve equipes mistas do Ensino Fundamental, Médio e Superior, de instituições públicas e privadas. As equipes são desafiadas a pensar em problemas de relevância social e a projetar, documentar e desenvolver iniciativas que respeitem os três eixos da sustentabilidade – econômico, social e ambiental – para empreender melhorando o espaço em que vivem. Essa jornada faz parte do Festival Marista de Robótica.

Como prêmio, o grupo recebeu uma incubação no Parque Científico e Tecnológico da PUCRS (Tecnopuc). A vinda para o evento foi o início dessa incubação, que se desenvolverá no segundo semestre. A equipe tem 9 estudantes do 1º ao 3º ano do Ensino Médio. O grupo desenvolveu uma solução para infecção hospitalar: por meio de portas inteligentes, um sistema identifica se a pessoa que entra no quarto do hospital higienizou as mãos com álcool gel. O nome do negócio é Clean Open. Para o integrante Pedro Mattia Lunelli, de 15 anos, participar do Pitch Day é uma experiência ótima para que a equipe tenha uma ideia de como funciona o universo empreendedor e cada membro consiga escolher o que quer para o seu futuro. “Estamos bem animados com a incubação aqui no Tecnopuc. Eu adoro vir para a PUCRS. Essa relação próxima da Rede Marista com a Universidade proporciona a nós, estudantes, a descoberta e exploração de novos ambientes, como o Living 360º e a ATL House, por exemplo”, destaca o estudante.

A professora e mentora do grupo, Mayara Zanotto, diz que “é uma experiência incrível para os estudantes estarem em contato com a PUCRS. Antes do Incubando Ideias, tudo era muito novo para eles”.  O professor da Escola Politécnica e integrante do Tecnopuc Startups, Rafael Chanin, acredita que a aproximação com os colégios é positiva para os dois lados: “os alunos têm a oportunidade de experimentar a vida real, e nós conseguimos estar próximos do que é novo e inspirador, que é o que essa gurizada traz”.

Compartilhe

Leia Mais Veja todas

Últimas Notícias

Veja todas notícias