13/05/2019 - 17h12

Jomon cresce mais de 20% ao ano desde 2016

Com certificação da Anvisa, empresa entra no segmento odontológico em 2019

A Jomon, empresa instalada no Tecnopuc, cresceu mais de 20% por ano desde 2016 explorando um mercado ainda incipiente no Brasil: a cerâmica técnica, material que substitui o aço. Entre as vantagens do produto, que é utilizado na indústria, estão a resistência a altas temperaturas, ao desgaste e a abrasão.

Para continuar crescendo, a Jomon aumentou sua área de atuação e agora produz zircônia para o mercado da saúde, mais especificamente para o setor odontológico. A zircônia é uma cerâmica técnica utilizada em próteses dentárias e é um produto de referência mundial em procedimentos odontológicos. Recentemente, a empresa recebeu certificação da Anvisa para iniciar a produção do material. Com isso, terá um aumento de 50% no faturamento em 2019. Segundo Luis Filipe Rebelo, um dos sócios, o crescimento será controlado. “Como é um mercado pouco explorado Brasil, poderíamos ter um aumento de 100%, mas optamos por controlar nesse momento”, explica. De acordo com o sócio, esse crescimento também gerará empregos, pois o quadro de funcionários aumentará ainda neste ano.

Rebelo explica a opção da Jomon por estar no Tecnopuc: o ecossistema de inovação e a estrutura. “Nós utilizamos os laboratórios e temos parcerias tecnológicas, o que facilita na testagem de produtos e no controle de qualidade”, diz.

Além disso, a Jomon integra um projeto da PUC-RJ com a Petrobrás, e está com um produto em teste nos Estados Unidos.

Compartilhe

Leia Mais Veja todas

Últimas Notícias

Veja todas notícias