04/02/2019 - 08h00

Força da pesquisa é destacada em ranking internacional

Indicadores demonstram contribuição da Universidade na disseminação de novos conhecimentos

Foto: Gilson Oliveira – Arquivo PUCRS

Foto: Gilson Oliveira – Arquivo PUCRS

Recentemente a PUCRS figurou na mais nova edição do Times Higher Education (THE) Emerging Economies University Rankings 2019 como a melhor instituição privada do sul do Brasil e a segunda melhor universidade privada do Brasil entre os países emergentes. Dentre os quesitos em que se destacou estão Citações (citations), ocupando o primeiro lugar entre as instituições de ensino superior privadas brasileiras. Isso demonstra a influência da pesquisa de qualidade realizada na Universidade e o seu papel em disseminar novos conhecimentos e ideias.

“A PUCRS teve um crescimento muito significativo referente às citações. É um importante reconhecimento, pois através deste indicador são identificadas as pesquisas que se destacaram e que foram compartilhadas, demonstrando a contribuição da PUCRS, através de seus pesquisadores, para a disseminação de novos conhecimentos nas diversas áreas”, aponta a diretora de pesquisa, Fernanda Morrone.

Foram mais de 65 milhões de citações examinadas pelo ranking para 14 milhões de artigos de diferentes publicações no período de cinco anos. As citações demonstram o quanto cada universidade contribuiu para a soma do conhecimento humano, informando as pesquisas que se destacaram, que foram utilizadas por outros estudiosos e compartilhadas pela comunidade acadêmica mundial.

Transferência de Conhecimento

Outro ponto em que a PUCRS obteve destaque é referente à Transferência de Conhecimento (industry income), ocupando a segunda posição entre instituições privadas e federais do Brasil. A categoria se baseia na capacidade das universidades em ajudar a indústria com inovações, invenções e consultoria. O ranking observa o incentivo que as instituições recebem de indústrias para realizar suas pesquisas e a capacidade de atrair financiamento no mercado comercial.

“Esta posição é de extrema relevância, pois mostra o resultado de mais de duas décadas de trabalho contínuo da PUCRS em estabelecer um ecossistema de inovação de classe mundial na Universidade. Diversas ações contribuem para este resultado que muito nos orgulha, fruto da cooperação com diversas empresas e entidades empresarias, muitas delas localizadas no Parque Científico e Tecnológico da PUCRS (Tecnopuc)”, avalia o superintendente de Inovação e Desenvolvimento da PUCRS, Jorge Audy .

Audy destaca o Parque como a ação mais visível junto à sociedade e o trabalho desenvolvido durante mais de uma década na área de transferência de tecnologia, além do Tecnopuc Startups, laboratórios de apoio, como Fablab, Usalab e Crialab, bem como áreas de cooperação estratégicas na dimensão acadêmica. “Também são muito importantes as ações e projetos que a Universidade é parceira junto ao poder público e as entidades empresariais, como a Aliança e o Pacto da Inovação de Porto Alegre mais recentemente. Devemos reconhecer de forma especial a competência dos nossos pesquisadores e técnicos-administrativos, que geram as pesquisas e o conhecimento que é transferido para a sociedade por meio dos projetos de PD&I e startups geradas no nosso ecossistema de inovação”, finaliza.

No ranking, 442 universidades de 43 países figuram na lista. O Brasil é o país latino-americano mais representado – e o terceiro mais representado na tabela – com 36 instituições.

Compartilhe

Leia Mais Veja todas

Últimas Notícias

Veja todas notícias