02/10/2018 - 15h51

Oracle inaugura operação no Tecnopuc

2018_10_01 - SITE - Inauguração Oracle-7702

Na manhã desta segunda-feira, dia 1º de outubro, a Oracle do Brasil inaugurou o seu escritório local e passa a operar em uma nova estrutura localizada dentro do Parque Científico e Tecnológico da PUCRS (Tecnopuc) no Rio Grande do Sul. A multinacional está no segundo andar do Condomínio de Empresas Inovapucrs, espaço sem paredes e próximo a estudantes e pesquisadores ligados à tecnologia e inovação. A intenção é aproximar a Oracle de outras empresas do setor, principalmente startups, estimulando o intercâmbio constante de conhecimento e interação no maior polo de criação tecnológica do Sul do País.

A criação do espaço, além de modernizar o ambiente de trabalho dos colaboradores e aprimorar o atendimento aos clientes da empresa, incentiva a inovação com a aproximação da Oracle com estudantes, pesquisadores e especialistas por meio da troca experiências e conhecimento. Participaram da inauguração do escritório Rodrigo Galvão, presidente da empresa; o reitor da PUCRS, Ir. Evilázio Teixeira; vice-reitor, Jaderson Costa da Costa; o superintendente de Inovação e Desenvolvimento da Universidade, Jorge Audy; o diretor do Tecnopuc, Rafael Prikladnicki, e autoridades locais.

Apresentação oficial

O Laboratório de Criatividade do Tecnopuc, o CriaLab, foi o local escolhido para a apresentação oficial. “Temos como missão habilitar a transformação do mundo por meio da nossa tecnologia e dos nossos clientes. Hoje isso é possível com o investimento e a participação ativa da empresa nos ecossistemas de educação, empreendedorismo e inovação. O Tecnopuc representa tudo isso em um só lugar e, por esse motivo, estamos aqui. Essa é a cara da Oracle”, destaca o presidente da Oracle do Brasil.

O reitor da PUCRS enfatizou que, no ano que celebra 70 anos, contar a atuação e a presença da Oracle, que aposta no empreendedorismo por meio dos novos talentos e startups, valoriza ainda mais a trajetória da Universidade. “Acredito que haverá uma aproximação com as demais empresas do Parque, como também com nossos acadêmicos, professores e pesquisadores, o que permitirá aliar estudos, pesquisas e novas ideias, uma necessidade de mundo cada vez mais complexo. Serão criadas soluções transformadoras que impactam no desenvolvimento social, ambiental, científico, tecnologia, cultural e econômico”, complementa.

Para Audy, a presença da Oracle no Tecnopuc qualifica ainda mais o ecossistema de inovação do Parque, ampliando as possibilidades de sinergia com os demais parceiros instalados no local e os parceiros no âmbito da Aliança da Inovação de Porto Alegre.

Prikladnicki acrescentou que a Oracle representa o trabalho contínuo de desenvolvimento do ambiente, com empresas de todos os tamanhos. “É uma multinacional que chega para valorizar ainda mais nossos 15 anos de atuação em prol do empreendedorismo e da inovação, e que vai gerar inúmeras oportunidades para nossos alunos e para todo o nosso ecossistema de forma ampla”, projeta.

Palestra Futuro do Trabalho

Na sequência da cerimônia, o presidente da Oracle do Brasil realizou a sua palestra Futuro do Trabalho. De forma descontraída promoveu um bate-papo com alunos da PUCRS. Galvão iniciou falando da sua trajetória profissional, lembrando que começou na empresa com 19 anos de idade. Ele recordou que viu a vaga no mural da faculdade onde ele cursava administração, na PUC-SP, na qual tinha uma folha de papel que constava apenas o nome da Oracle e um contato do RH. O executivo mandou um currículo por e-mail, mesmo sem saber qual era a vaga. Desde que entrou na Oracle, em 2001, eram 500 colaboradores no país; atualmente, são duas mil pessoas aproximadamente.

O presidente da Oracle do Brasil reforçou que, no mercado de trabalho, existem dificuldades em qualquer área de atuação. “Você escolhe o que quer fazer e vai atrás dos objetivos. Eu fui fazendo as minhas escolhas. Ninguém está 100% preparado para o próximo passo. O melhor profissional não é somente aquele que está melhor preparado, mas sim que também se adapta às transformações. É preciso entender o que é uma tendência e saber lidar com isso”, recomenda.

Foto: Bruno Todeschini - ASCOM/PUCRS

Foto: Bruno Todeschini - ASCOM/PUCRS

Foto: Bruno Todeschini - ASCOM/PUCRS

Foto: Bruno Todeschini - ASCOM/PUCRS

Foto: Bruno Todeschini - ASCOM/PUCRS

Foto: Bruno Todeschini - ASCOM/PUCRS

Foto: Bruno Todeschini - ASCOM/PUCRS

Foto: Bruno Todeschini - ASCOM/PUCRS

Foto: Bruno Todeschini - ASCOM/PUCRS

Compartilhe

Leia Mais Veja todas