17/04/2020 - 16h49

Para assistir: filmes e séries sobre assuntos estudados na Escola Politécnica

Professores indicam produções audiovisuais relacionados a alguns dos temas sobre os quais dão aula

dicas,para assistir,filmes,séries,audiovisual,professores,escola politécnica,informática,arquiterura e urbanismo,engenharia,ciências aeronáuticas,química

Foto: Pixabay

Assistir a filmes e séries é um dos passatempos favoritos de muitas pessoas, e que está conquistando ainda mais público nesse período de quarentena. As produções audiovisuais exploram os mais diversos assuntos, e vários deles se relacionam ao que é estudado nUniversidade. Por isso, vamos começar a reunir algumas sugestões de professores das Escolas da PUCRS. Nesta primeira edição, os filmes e séries serão relacionados aos cursos da Escola Politécnica.

Prepare a pipoca e confira:

 

dicas,para assistir,filmes,séries,audiovisual,professores,escola politécnica,informática,arquiterura e urbanismo,engenharia,ciências aeronáuticas,química1. Black Mirror (2011-), criada por Charlie Brooker 

“A série apresenta um futuro próximo, ou presente alternativo, em que tecnologias de ponta (como inteligência artificial, robótica, realidade virtual, realidade aumentada, holografia, gagdets e wearablescibersegurança) influenciam o cotidiano e trazem consequências às relações humanas. Cada episódio nos faz refletir sobre os impactos positivos e negativos que a tecnologia pode ter na sociedade”. 

A série, que conquistou seis Emmys, é uma indicação do professor Marcelo Hideki Yamagutidecano associado da Escola Politécnica e professor da área de Informática. 

 

dicas,para assistir,filmes,séries,audiovisual,professores,escola politécnica,informática,arquiterura e urbanismo,engenharia,ciências aeronáuticas,química2. O Homem ao Lado (2009), de Gastón Duprat, Mariano Cohn 

“O filme tem como pano de fundo a famosa Casa Curutchet (na cidade de La Plata, próximo à Buenos Aires), única obra construída de Le Corbusier na América do Sul. A trama envolve uma relação conflituosa entre vizinhos de diferentes classes sociais, questionando algumas diretrizes urbanísticas. A casa é mostrada em detalhes”. 

O filme argentino é indicado pelo professor Daniel Pitta Fischmann, de Arquitetura e Urbanismo.

 

dicas,para assistir,filmes,séries,audiovisual,professores,escola politécnica,informática,arquiterura e urbanismo,engenharia,ciências aeronáuticas,química3. Megaconstruções (2003-), de Alan Lindgren, Ed Fields, Megan Reilly  

A série apresenta os desafios enfrentados pela engenharia civil em seus projetos. Mostrando a evolução do homem nas técnicas de construção de edificações, que, apesar de ser voltado para a construção civil e arquitetura, serve como exemplo para todas as engenharias”. 

A série americana, cujo nome original é Extreme Enginnering, é uma indicação do professor Anderson Terroso, da Engenharia. 

 

dicas,para assistir,filmes,séries,audiovisual,professores,escola politécnica,informática,arquiterura e urbanismo,engenharia,ciências aeronáuticas,química4. Apollo 13 (1995), de Ron Howard 

“Há 50 anos, um quase desastre a caminho da lua se tornou o que a NASA considera um de seus maiores sucessos. A história do resgate dos astronautas que ficaram praticamente à deriva no espaço após uma explosão traz reflexões importantes sobre trabalho em equipe, tomada de decisão e coesão multidisciplinar para resolver problemas inesperados de grande complexidade. Pra quem curtir, existe ainda uma série (Da Terra para a Lua, dos mesmos produtores) que expande sobre as demais missões do programa espacial”. 

Indicada ao Oscar de Melhor Filme, essa é uma sugestão do professor de Ciências Aeronáuticas, Lucas Fogaça.

 

dicas,para assistir,filmes,séries,audiovisual,professores,escola politécnica,informática,arquiterura e urbanismo,engenharia,ciências aeronáuticas,química5. Erin Brockovich – uma mulher de talento (2000), de Steven Soderbergh 

“Conta a história real de Erin Brockovich, que buscava uma oportunidade em um escritório de advocacia e acaba por descobrir uma fonte de contaminação na água que abastecia uma cidade na Califórnia. Ela, então, consegue rastrear a contaminação química, encontrar a causa e acaba por mobilizar a comunidade toda em um processo de mais de 300 milhões de dólares”. 

O filme, que rendeu o Oscar de Melhor Atriz a Julia Roberts, é indicado pelo professor de Química Marcus Seferin.

Compartilhe

Leia Mais Veja todas

Últimas Notícias

Veja todas notícias