Histórico

A Escola de Ciências da Saúde e da Vida nasce da união de doze cursos da área, aliando a tradição às novas tendências do mercado. A graduação em Odontologia e a pós em Psicologia surgiram em 1953, quando a Universidade funcionava no Colégio Marista Rosário, na Praça Dom Sebastião. O curso mais recente, Biomedicina, é de 2017, contando com a infraestrutura laboratorial e de pesquisa da PUCRS.

Odontologia inaugura Cidade Universitária

A criação do curso de Odontologia foi motivada pela Associação dos Antigos Alunos de Odontologia da Universidade do Rio Grande do Sul devido à alta demanda de profissionais. Desde o seu início, a Faculdade promoveu aulas de aperfeiçoamento para professores e alunos, trazendo do Cone Sul especialistas de renome internacional.

Foi a primeira a se mudar para a Cidade Universitária, na Avenida Ipiranga. O lançamento da pedra fundamental do prédio ocorreu no dia 9 de março de 1957. Depois de três anos, estava pronto o edifício com os laboratórios de Anatomia e Fisiologia.

O Programa de Pós-Graduação foi criado em 1969, constituindo-se em um dos três primeiros da Universidade. Compreende sete áreas de concentração com 11 linhas de pesquisa distribuídas entre nove grupos.

O curso de graduação é desenvolvido em cinco anos alicerçados no conhecimento e evidências científicas, na prática clínica odontológica e fundamentado em princípios morais e éticos. O currículo inclui as seguintes áreas do conhecimento: patologia oral, materiais dentários, diagnóstico oral, radiologia, odontologia em saúde coletiva, próteses (incluindo próteses total e parcial, coroas unitárias, próteses fixas e prótese sobre implantes), dentística restauradora, oclusão, endodontia, ortodontia, periodontia, cirurgia bucomaxilofacial, odontopediatria e clínica odontológica integral.

Ciências Biológicas acompanha o desenvolvimento da ciência

O Curso de Ciências Biológicas da Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul (PUCRS) iniciou no ano de 1942 com o nome de História Natural e vigorou até 1973. Em outubro de 1998, o então Instituto de Biociências passou a denominar-se Faculdade de Biociências, sendo esta responsável pelo curso de Licenciatura Plena de Ciências Biológicas.

Em 2004, após um processo de reestruturação curricular, entrou em vigor o curso de Ciências Biológicas – Bacharelado mantendo-se também, a Licenciatura Plena em Biologia reformatada. Outras reformulações curriculares ocorreram em 2005, 2011 e 2016, com o objetivo de modernizar o Curso e atender necessidades impostas pelo mercado de trabalho. Em 2019, os Cursos de Ciências Biológicas, Licenciatura e Bacharelado, passaram a fazer parte da Escola de Ciências da Saúde e da Vida.

O Curso de Bacharelado em Ciências Biológicas tem como objetivo formar profissionais Biólogos com conhecimentos especializados e com habilidades para atuar em diversos segmentos da sociedade nas áreas de Meio Ambiente, Biodiversidade, Saúde e Biotecnologia.

Já na Licenciatura, o objetivo formar profissionais capacitados a atuar na Educação Básica, no Ensino Médio e no Ensino Fundamental, pesquisar e desenvolver atividades de extensão educacional. O Licenciado deverá ocupar-se com a formação e disseminação do saber da Biologia nas diferentes instâncias sociais, na educação formal ou por meio da educação informal, em museus de ciência ou afins.

Marco na formação em Psicologia

No mesmo ano em que surgia a Odontologia, 1953, se alicerçava outra área da saúde na Instituição: Psicologia, antes mesmo da promulgação da lei que criou a profissão (Lei n. 4.119, de 27 de agosto de 1962). Com o primeiro curso de pós-graduação da Região Sul, foi lançado o Instituto, no âmbito da Faculdade de Filosofia, Ciências e Letras. Representou um marco inicial e referencial para a profissão e os psicólogos do Rio Grande do Sul, Santa Catarina e Paraná. A graduação foi implantada em 1956.

Com a duração de 10 semestres, as disciplinas permitem uma formação generalista, capacitando o aluno para desempenhar atividades profissionais no âmbito da clínica e saúde, educação, trabalho, justiça, comunidade e esportes, entre outros.

O curso conta com o Serviço de Atendimento e Pesquisa em Psicologia (SAPP), oferecendo campo de estágio e prática disciplinar tanto para o curso de graduação quanto para o de pós-graduação. O SAPP também oferece orientação profissional individual ou em grupo. Além disso, o curso tem como campo de intervenção o Hospital São Lucas da PUCRS, o Centro de Extensão Universitária Vila Nossa Senhora de Fátima e várias outras instituições (públicas e privadas) conveniadas.

O Programa de Pós-Graduação em Psicologia é um dos mais tradicionais da América Latina. Desde 1987, dedica-se à investigação científica e à formação de docentes e pesquisadores, em nível de mestrado e doutorado, em três áreas de concentração: Psicologia Social, Psicologia Clínica e Cognição Humana.

Expansão na saúde com a Farmácia

Com a intenção da Universidade de expandir a preparação de profissionais da saúde, foi criada a Faculdade de Farmácia em 7 de outubro de 1993. Em março de 1994, ingressaram os primeiros alunos.

A graduação possibilita ao aluno o acesso a informações sobre a fabricação, o uso de medicamentos e os seus resultados terapêuticos, além de acompanhar o tratamento farmacoterapêutico de pacientes. Recebe ainda orientações sobre controle de qualidade e distribuição de medicamentos e aprende a fazer exames e análises de dados clínicos e toxicológicos para diagnóstico de doenças.

Aulas e estágios ocorrem em espaços como Hospital São Lucas, Farmácia Universitária, Labelo – Laboratórios Especializados em Eletroeletrônica e Laboratório de Insumos Farmacêuticos e nos Institutos de Pesquisas Biomédicas, do Cérebro e de Toxicologia e Farmacologia.

Esse complexo de laboratórios e espaços na área da saúde também é base para o curso de Biomedicina. Com alta demanda social, o bacharelado forma profissionais nas áreas de análises clínico-laboratoriais, biomedicina estética e imagenologia.

Em 2012, foi lançado o Mestrado Profissionalizante em Biotecnologia Farmacêutica. Tem como linhas de pesquisa Desenvolvimento e avaliação de produtos de base biotecnológica e Pesquisa e avaliação de alvos moleculares.

Demanda de novos enfermeiros

A pedido de hospitais e da comunidade, foi criada a Faculdade de Enfermagem no dia 9 de outubro de 1997. A primeira turma ingressou em março do ano seguinte. Em um curto espaço de tempo, a Faculdade se tornou interdisciplinar, ao abrigar também os cursos de Fisioterapia (a partir de agosto de 2000) e Nutrição (em março de 2002). A graduação em Gastronomia passou a ser oferecida em março de 2016.

As disciplinas do curso de Enfermagem contemplam temas como educação em saúde, bioética, aspectos legais da profissão e da saúde, saúde coletiva, saúde da mulher, do homem, do idoso, do recém-nascido, da criança e do adolescente, além de saúde mental, urgência, emergência e gerenciamento em Enfermagem.

O Hospital São Lucas é um dos cenários para formação de um profissional destacado e inovador. Há ainda três laboratórios do cuidado humano, com modernas tecnologias de simulação profissional.

Fisioterapia, Nutrição e Gastronomia entram em cena

Na área da Fisioterapia, os estudos abrangem reabilitação cardiopulmonar, neurofuncional e musculoesquelética, fisioterapia ginecológica e obstétrica, aquática, pediátrica e dermatofuncional. Atendendo às exigências do MEC para o curso, a PUCRS lançou em julho de 2007 o Centro de Reabilitação. Suas ações, porém, são interdisciplinares, envolvendo outras unidades da Universidade.

Alimentação coletiva, saúde coletiva, nutrição clínica, gastronomia, nutrição esportiva e empreendedorismo em Nutrição e alimentação são algumas das áreas da Nutrição.

Na Gastronomia, o grande diferencial é a formação superior, pautada no clássico, com foco no regional. As disciplinas se articulam em três eixos: Alimentação, sustentabilidade e cultura, ciência e arte dos alimentos e gestão e empreendedorismo. Os alunos contam com a infraestrutura dos laboratórios da PUCRS e o suporte da Agência de Gestão Tecnológica.

Educação Física preenche lacuna

A criação da Faculdade de Educação Física e Ciências do Desporto, em 1º de junho de 2000, permitiu à PUCRS ampliar o processo educacional, incluindo uma área de formação profissional e de conhecimento significativo no contexto da saúde, que vem se revelando de grande importância para o desenvolvimento humano e da qualidade de vida.

Sediada inicialmente no antigo Ginásio de Esportes da Universidade, a Faculdade passou a contar, em setembro de 2003, com um complexo grandioso para a prática de esportes. O prédio de nove pavimentos conta com 22 mil metros quadrados de área construída. Em junho de 2005, também foi inaugurado o Estádio Universitário e suas dependências externas, ampliando assim a grandiosa e moderna estrutura.

A partir de dezembro de 2017, essas diferentes áreas têm a missão de se unirem para formar a Escola de Ciências da Saúde e da Vida, buscando pontos em comum e favorecendo a formação de alunos com uma visão mais abrangente desse campo fundamental para a sociedade.