Avanços Tecnológicos para o Desenvolvimento de um Mundo Interconectado

Projeto de Cooperação 3

Coordenador: Fabian Luis Vargas

theme3-project3Atualmente, o desenvolvimento tecnológico segue três domínios oriundos a partir da Lei de Moore, são eles: More-More, Beyond CMOS e More Than Moore. More Than Moore baseia-se no princípio de integrar diferentes dispositivos para atender demandas complexas da sociedade atual. Neste cenário, o termo Smart Systems (SSs) identifica uma categoria de sistemas compostos por dispositivos miniaturizados e inteligentes, autônomos energeticamente e interconectados. SSs incorporam funcionalidades como sensoriamento, atuação e controle, incluindo a tomada de decisões de forma preditiva ou adaptativa, para atenderem problemas complexos.

Para isso, SSs incluem componentes e subsistemas heterogêneos, tais como dispositivos analógicos, de processamento digital de sinais, de armazenamento e fontes de energia. Neste contexto, surge o conceito de Internet of Things (IoT) que se baseia no princípio de conectar diferentes tipos de sistemas possibilitando a troca de dados entre os mesmos. IoT permite interconectar SSs e Cyber-Physical Systems, vinculados ao que denominamos como quarta revolução industrial, associados as mais variadas aplicações. Assim, a medida que se avança com a aplicação de IoT em setores cruciais da sociedade, percebe-se a necessidade do desenvolvimento de técnicas de tolerância a falhas capazes de garantirem a robustez de SSs, bem como metodologias capazes de realizarem o monitoramento do conteúdo e do fluxo de dados, priorizando um baixo consumo de energia.

Outro aspecto importante, diz respeito à tomada de decisões, controle e simulação de sistemas complexos. Neste quesito destaca-se a aplicação de conceitos de Inteligência Artificial, e particularmente Agentes Autônomos e Sistemas Multi-Agentes. Note que técnicas avançadas de controle e de tomada de decisão, associadas à uma rede robusta, podem levar à solução de problemas intangíveis ou mesmo inexistentes até poucos anos atrás. Finalmente, este projeto terá como principais IESs parceiras, o Politecnico di Torino (Itália), a UPENN (Estados Unidos) e a University of Newcastle (Austrália). Essas IESs caracterizam-se por sua excelência acadêmica e relevância em nível internacional de suas pesquisas nas áreas de teste e tolerância a falhas de sistemas críticos, simulação de sistemas complexos e controle e automação de sistemas, respectivamente. Tratam-se de IESs de reconhecida competência na formação de recursos humanos capazes de lidarem com os principais desafios de um mundo global e interconectado.


EQUIPE PUCRS

Angelo Brandelli Costa ORCID ID
Avelino Francisco Zorzo ORCID ID
César Augusto Missio Marcon ORCID ID
Fabian Luis Vargas ORCID ID
Fabiano Passuelo Hessel ORCID ID
Felipe Rech Meneguzzi ORCID ID
Fernando Gehm Moraes ORCID ID
Guilherme Araujo Pimentel ORCID ID
Letícia Maria Bolzani Poehls ORCID ID
Ney Laert Vilar Calazans ORCID ID
Rafael Heitor Bordini ORCID ID
Renata Vieira ORCID ID
Rafael Fraga Garibotti ORCID ID
Rodrigo Coelho Barros ORCID ID
Soraia Raupp Musse ORCID ID

Veja outros projetos do tema 3